RACIONALISMO CRISTÃO - 10

ÂNIMO PARA VIVER

A força de vontade e a disposição de ânimo para a luta têm um valor considerável na vida das criaturas. Todos devem ter força de vontade, equilíbrio espiritual, para poderem ter ânimo e coragem para viver. A vida na Terra é cheia de canseiras e de lutas. O homem luta e sofre para conseguir vencer e, se lhe falta o ânimo e a coragem, essa luta não poderá ser fácil, nem ele sairá vencedor. Há, portanto, necessidade de ânimo forte para que a criatura possa trabalhar, lutar e vencer.


Tudo na Terra é passageiro; são poucas, pouquíssimas mesmo as compensações materiais, morais e espirituais. Tudo se torna mais difícil, tudo se torna mais pesado, quando a criatura não está preparada para a luta pela vida. Saiba o homem lutar com denodo, saiba vencer as dificuldades, tudo esperando e tudo afastando de si, para melhor poder caminhar, não vendo dificuldades nem obstáculos, mas agindo sempre para o bem e, assim, vencerá na luta pela vida.


A falta de ânimo e a falta de coragem prejudicam o ser e o incapacitam de bem viver. Todos têm obrigação de lutar, ninguém veio a este mundo para ser um privilegiado; desde que o espírito encarnou é para trabalhar, é para sofrer, lutar, mas vencer. Disponha-se o ser a lutar, saiba pensar sempre com elevação, com valor, desprendimento e vencerá.


O mundo quer espíritos fortes, valentes; os fracos, aqueles que vivem pensando mal, com idéias pessimistas, dificultando seu viver, não vencem, são sempre uns vencidos. É preciso saber caminhar neste mundo, certos de que a ele vieram para trabalhar e não para gozar e não para se combaterem uns aos outros, criando inimizades, animosidades, infelicidade espiritual, perturbação do espírito, ambiente pesado.


A franqueza e a lealdade são qualidades de um valor considerável. Mas ser franco, ser leal não é ser déspota, nem malcriado, é usar de sinceridade em todas as palavras, em todos os gestos. A lealdade não suporta despeito, não suporta desconfiança. A criatura leal confia, porque a sua lealdade manda que julgue os outros por si. A criatura que é desleal passa a julgar os outros capazes também de deslealdade.


A sinceridade é uma qualidade superior e que todos os espíritos deveriam possuir. A vida na Terra tem, de fato, as suas dificuldades; há muitos trabalhos a passar, há muitas contrariedades a vencer, e a vida se tornaria mais suave se as criaturas fossem mais compreensivas, se pusessem de parte o despeito e a inveja. Quando há nos seres os sentimentos de lealdade, de franqueza, de serenidade, eles se tornam felizes, porque estão sempre em paz com a sua consciência.


A insinceridade traz o espírito sempre em sobressalto, faz com que crie na sua imaginação coisas que não existem. É um fato importante a observar aquilo que as criaturas criam na sua imaginação, porque há imaginações que avolumam os casos de tal modo que até parecem realidade, quando não passam de um mito, quando não passam de pensamentos de desconfiança e nada mais. Esses fatos criados na imaginação causam prejuízos tamanhos que levam a desarmonia e o desentendimento aos próprios lares, desentendimentos tais que nunca mais voltarão aqueles espíritos a ser uns para com os outros aquilo que eram antes de ser criada a dúvida, a desconfiança imaginada. É preciso, pois, que as criaturas saibam guiar os seus pensamentos e não se deixem nunca levar pela imaginação doentia. A criatura que se entrega a esses pensamentos passa a sofrer a influência do astral inferior, que não dorme, porque ele serve-se desses pensamentos para atormentar, avassalar e até enfermar.


No dia em que todos souberem pensar, não haverá mais criaturas despeitadas, não haverá mais desinteligências. É preciso que a criatura saiba viver e não semeie ventos, porque pode colher tempestade. Saibam, portanto, viver. Saibam pensar, saibam agir, pois todos podem viver bem, todos podem ser felizes, desde que o queiram. Há muita gente que despreza os sentimentos que a poderiam tornar feliz, para adotar outros que a trazem em completo e eterno desassossego.


Cada um, porém, tem o que merece, e desde que procure pelas próprias mãos a intranqüilidade e o desassossego, que sofra as conseqüências da sua maneira de pensar, da sua maneira de agir, já que não quer enveredar pelo caminho reto que todos devem seguir, pois se assim procedesse, não haveria avassalamentos, não haveria certas e determinadas enfermidades. Isso acontecerá, quando as criaturas souberem pensar.

TODAS AS PÁGINAS DO LIVRO

 1- A ARTE DE VIVER
 2- A CONDUTA E A LEI DO RETORNO
 3- A INDIFERENÇA
 4- A MENTIRA NÃO AJUDA AO PROGRESSO
 5- A MULHER
 6- A PAZ ESPIRITUAL SUPERA REVESES
 7- AJUDANDO UNS AOS OUTROS
 8- ANIMAL HUMANO
 9- ÂNIMO E VONTADE FORTES
10- ÂNIMO PARA VIVER
11- APRENDER A VIVER
12- AUSÊNCIA DE COMPREENSÃO
13- AUTOCORREÇÃO
14- CAMINHOS SEM SEGREDOS
15- CARÁTER DAS CRIANÇAS
16- CAVALHEIRISMO
17- CLARIVIDÊNCIA
18- CONHECER PARA NÃO TEMER
19- CONSTRUINDO A FELICIDADE
20- CONSTRUIR OU DESTRUIR A FELICIDADE
21- CRÍTICA DESAIROSA
22- CUIDEMOS DEVIDAMENTE DA CRIANÇA
23- CULTIVO DOS SENTIMENTOS
24- CURA DE OBSEDADOS
25- CURANDO A OBSESSÃO
26- DIVERSÃO PERIGOSA
27- DOMINANDO O GÊNIO
28- DOMÍNIO DO "EU"
29- DUAS VIDAS
30- EDUCAÇÃO E DECADÊNCIA
31- EDUCAÇÃO FALHA
32- EDUCAR OS SENTIMENTOS
33- EGOÍSMO E AUTORITARISMO
34- EGOÍSMO, FONTE DE SOFRIMENTOS
35- ENERGIZAR
36- EQUILÍBRIO TRAZ TRANQUILIDADE
37- ERROS DESCULPÁVEIS
38- ESCLARECER-SE PARA SER FELIZ
39- ESPIRITUALIZAÇÃO, ÚNICA VIA PARA A FELICIDADE
40- EVITANDO FRACASSOS
41- EVOLUÇÃO SEM MEDO
42- EXERCÍCIO DO LIVRE-ARBÍTRIO
43- FALAR AOS ESPÍRITOS
44- GRAUS DE ESPIRITUALIDADE
45- IGNORÂNCIA DA VERDADE
46- IGNORÂNCIA E CONFIANÇA
47- IGNORANDO A ESPIRITUALIDADE
48- IMPORTÂNCIA AO QUE IMPORTANTE É
49- IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA
50- IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA
51- MALES PSÍQUICOS
52- MUDANÇA DE HÁBITOS
53- O CAPRICHO
54- O LIVRO DO TEMPO
55- ORIENTAR SEM COAÇÃO
56- PENSAMENTO, ALAVANCA DO SUCESSO
57- PERSONALIDADE ESPIRITUAL
58- REAGINDO AOS SOFRIMENTOS
59- SER ESPIRITUALISTA
60- VENCENDO OBSTÁCULOS
61- VÍCIO DE RELIGIOSIDADE
62- VIVER COM REALISMO

FONTE DO TEXTO ACIMA

LUIZ DE MATTOS - CLÁSSICOS DO RACIONALISMO CRISTÃO - Volume 1 - 2ª edição - Centro Redentor - Rio de Janeiro - 2001.
Outras obras do Autor: Pela Verdade, 9ª ed. - Vibrações da Inteligência Universal, 9ª edição.

PLANO DO TRABALHO

A obra Clássicos do Racionalismo Cristão tem por objetivo reunir os trabalhos de Luiz de Mattos, Luiz Alves Thomaz e Antonio Cottas, respectivamente, fundadores e consolidador da Doutrina. O Centro Redentor editará volumes sucessivos, sendo que os iniciais da série conterão os pronunciamentos de Luiz de Mattos, codificador doutrinário do Racionalismo Cristão.

O AUTOR DESTE WEBSITE

Busco oferecer neste sítio uma variedade abrangente de textos espiritualistas salutares e edificantes, de várias fontes, para que todos tenham a oportunidade de enriquecer e ampliar a sua cultura e desenvolver a consciência, mediante a sintonia com idéias e ensinamentos elevados. Concordo com muitas das idéias apresentadas mas não necessariamente com todas.



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!








Google
 
Web www.eurooscar.com










Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.






Home