RACIONALISMO CRISTÃO - 25

CURANDO A OBSESSÃO

A obsessão não é uma enfermidade física, ela tem origem no espírito. A obsessão é uma enfermidade psíquica e, como tal, precisa ser curada psiquicamente. Quando a criatura chega ao estado de obsessão, o dever daqueles que estão encarregados de zelar por ela, é procurarem esclarecer-se para poderem curá-la psiquicamente, e assim poderem dar a esse espírito enfraquecido e avassalado aquilo de que ele carece para reagir e voltar à normalidade. De acordo com o tempo de obsessão, ela pode ser curada rápida ou demoradamente, pois o enfermo, após as Limpezas Psíquicas fica livre dos obsessores, mas quando a obsessão é já de muito tempo, torna-se ainda mais viciado, pelos hábitos adquiridos na obsessão, e para corrigi-lo é preciso energia, é preciso constância, é preciso, pois, esclarecimento racional e científico, a fim de se conseguir o êxito desejado.


Há muitas criaturas que chegam ao avassalamento por ignorância, por fraqueza de vontade, por falta de orientação espiritual. Essas criaturas são facilmente curadas, porque, assim que o seu espírito se esclarece, assim que se fortifica, começa a reagir, cai em si mais facilmente. Há outras criaturas, porém, que se deixam avassalar, por possuírem pensamentos maus, cheios de ódio e de inveja: essas são mais rebeldes à cura, por serem mais violentas, a sua educação espiritual é mais lenta.


Nesta Casa têm-se feito muitas curas de obsedados, que hoje se sentem felizes e completamente normalizados. Mas aqueles que os submeteram ao nosso tratamento psíquico souberam usar da força espiritual, tiveram constância, foram enérgicos e perspicazes. É preciso não se esquecerem de que para curar um obsedado não se deve condescender com ele; é preciso ser justo e compreender quando precisa usar de energia. Há criaturas que condescendem demais com os obsedados, há criaturas que têm receio de irritar o obsedado. Não devem de fato irritá-lo, mas corrigir o obsedado é dever de quem dele cuida; corrigi-los cristãmente, corrigi-lo com energia, mas sem irritá-lo, sem revolta, sem impaciência. Uma energia calma e serena obriga o obsedado a obedecer, sem se irritar. Não é gritando, nem batendo, nem aplicando castigos que se consegue normalizar um obsedado. É preciso ação psíquica, é preciso ação fluídica, é preciso boa irradiação do pensamento, é preciso energia física e espiritual que o obrigue a se conter e a respeitar aqueles que dele tratam.


Aprenda-se, pois, a curar os enfermos, psiquicamente, e todos se normalizarão a contento, para satisfação da família. O Racionalismo Cristão deseja que as criaturas se esclareçam para justamente evitarem os avassalamentos, para que sejam fortes de espírito, para que saibam se conter, para que saibam lutar pela vida e vencer. Dentro do Racionalismo Cristão tudo se explica e tudo é devidamente esclarecido. Os mistérios e os enigmas são para aqueles que têm prazer em viver na ignorância da vida fora da matéria ou em se divertir com a ignorância humana.


Dentro do Racionalismo Cristão não há mistérios nem dogmas, tudo é explicado racionalmente. Não se admitem a superstição, a dúvida e a incerteza que se encontram em muitos seres. A vida é real, e como real deve ser vivida. Criar um ambiente misterioso, cheio de fantasias, para nele permanecer, é produto da ignorância humana. A explicação racional que a nossa Doutrina dá a todos que procuram as suas Casas é acessível a todas as inteligências. Não se devem alimentar dúvidas nem incertezas; aos espíritos deve-se falar com clareza, com sinceridade, deve se dizer sempre e sempre só a verdade. Alimentar a mentira, a ilusão a um espírito é alimentar a sua ignorância, é torná-lo um infeliz. Quanto mais certeza tem a criatura daquilo que é e do que deve ser, melhor para o espírito se locomover neste mundo, pois não viverá de ilusões, deixando-se enganar.


Terminar com a ignorância seria um bem para a humanidade. Mas não sendo possível por enquanto eliminá-la por completo, que possamos ao menos diminuí-la. Para diminuir a ignorância é preciso falar às criaturas com sinceridade, dizendo-lhes sempre a verdade, para que levantem o seu ânimo, fortifiquem a sua vontade, para que, enfim, possam caminhar com firmeza neste mundo. Não queremos peditórios, esmolas e súplicas. Cada um deve ter confiança em si, certeza absoluta de que em si encontra a defesa para o seu espírito, a força de que necessita para caminhar e viver neste mundo. Ninguém deve estar atido a milagres, porque o milagre e o sobrenatural são produtos da ignorância humana. Todos devem ter convicção, confiança em si próprios para caminharem por seus pés e pensarem com a sua própria mente, sem dependerem da de terceiros. Caminhar assim, e caminhar convicto, é ter certeza de lutar e vencer.

TODAS AS PÁGINAS DO LIVRO

 1- A ARTE DE VIVER
 2- A CONDUTA E A LEI DO RETORNO
 3- A INDIFERENÇA
 4- A MENTIRA NÃO AJUDA AO PROGRESSO
 5- A MULHER
 6- A PAZ ESPIRITUAL SUPERA REVESES
 7- AJUDANDO UNS AOS OUTROS
 8- ANIMAL HUMANO
 9- ÂNIMO E VONTADE FORTES
10- ÂNIMO PARA VIVER
11- APRENDER A VIVER
12- AUSÊNCIA DE COMPREENSÃO
13- AUTOCORREÇÃO
14- CAMINHOS SEM SEGREDOS
15- CARÁTER DAS CRIANÇAS
16- CAVALHEIRISMO
17- CLARIVIDÊNCIA
18- CONHECER PARA NÃO TEMER
19- CONSTRUINDO A FELICIDADE
20- CONSTRUIR OU DESTRUIR A FELICIDADE
21- CRÍTICA DESAIROSA
22- CUIDEMOS DEVIDAMENTE DA CRIANÇA
23- CULTIVO DOS SENTIMENTOS
24- CURA DE OBSEDADOS
25- CURANDO A OBSESSÃO
26- DIVERSÃO PERIGOSA
27- DOMINANDO O GÊNIO
28- DOMÍNIO DO "EU"
29- DUAS VIDAS
30- EDUCAÇÃO E DECADÊNCIA
31- EDUCAÇÃO FALHA
32- EDUCAR OS SENTIMENTOS
33- EGOÍSMO E AUTORITARISMO
34- EGOÍSMO, FONTE DE SOFRIMENTOS
35- ENERGIZAR
36- EQUILÍBRIO TRAZ TRANQUILIDADE
37- ERROS DESCULPÁVEIS
38- ESCLARECER-SE PARA SER FELIZ
39- ESPIRITUALIZAÇÃO, ÚNICA VIA PARA A FELICIDADE
40- EVITANDO FRACASSOS
41- EVOLUÇÃO SEM MEDO
42- EXERCÍCIO DO LIVRE-ARBÍTRIO
43- FALAR AOS ESPÍRITOS
44- GRAUS DE ESPIRITUALIDADE
45- IGNORÂNCIA DA VERDADE
46- IGNORÂNCIA E CONFIANÇA
47- IGNORANDO A ESPIRITUALIDADE
48- IMPORTÂNCIA AO QUE IMPORTANTE É
49- IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA
50- IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA
51- MALES PSÍQUICOS
52- MUDANÇA DE HÁBITOS
53- O CAPRICHO
54- O LIVRO DO TEMPO
55- ORIENTAR SEM COAÇÃO
56- PENSAMENTO, ALAVANCA DO SUCESSO
57- PERSONALIDADE ESPIRITUAL
58- REAGINDO AOS SOFRIMENTOS
59- SER ESPIRITUALISTA
60- VENCENDO OBSTÁCULOS
61- VÍCIO DE RELIGIOSIDADE
62- VIVER COM REALISMO

FONTE DO TEXTO ACIMA

LUIZ DE MATTOS - CLÁSSICOS DO RACIONALISMO CRISTÃO - Volume 1 - 2ª edição - Centro Redentor - Rio de Janeiro - 2001.
Outras obras do Autor: Pela Verdade, 9ª ed. - Vibrações da Inteligência Universal, 9ª edição.

PLANO DO TRABALHO

A obra Clássicos do Racionalismo Cristão tem por objetivo reunir os trabalhos de Luiz de Mattos, Luiz Alves Thomaz e Antonio Cottas, respectivamente, fundadores e consolidador da Doutrina. O Centro Redentor editará volumes sucessivos, sendo que os iniciais da série conterão os pronunciamentos de Luiz de Mattos, codificador doutrinário do Racionalismo Cristão.

O AUTOR DESTE WEBSITE

Busco oferecer neste sítio uma variedade abrangente de textos espiritualistas salutares e edificantes, de várias fontes, para que todos tenham a oportunidade de enriquecer e ampliar a sua cultura e desenvolver a consciência, mediante a sintonia com idéias e ensinamentos elevados. Concordo com muitas das idéias apresentadas mas não necessariamente com todas.



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!








Google
 
Web www.eurooscar.com










Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.






Home