RACIONALISMO CRISTÃO - 49

IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA

Dentre os sofrimentos que depuram o espírito encarnado há aqueles que provêm da luta pela vida e da constituição da família, sofrimentos que são naturais, porque são próprios da vida. Constituir um lar é fácil, mas saber manter esse lar em equilíbrio espiritual e material para a vinda dos filhos e deles saber cuidar, encarreirando-os, formando bem o seu caráter para que possam mais tarde ser úteis, isso é difícil.


A constituição da família tem importância capital para os caracteres bem formados, para aqueles que possuem a noção exata do dever a cumprir. É árdua a tarefa da criação. É de bastante trabalho a criação e formação moral dos filhos. Sim, criar um filho custa muito aos pais que cuidam da sua alimentação, do seu estado físico, assusta-os; os pais sofrem com as enfermidades infantis e, até a criança ter um corpo forte, possuir um corpo capaz de resistir custa muito, porque não faltam trabalhos, canseiras e sofrimentos morais e físicos. A formação moral de um espírito dá muito mais preocupação aos pais, porque da sua formação moral depende o êxito no futuro, a felicidade ou infelicidade. É certo haver pais que têm a felicidade de conseguir dos filhos aquilo que desejam, e esses são os pais felicíssimos, porque não há maior felicidade, maior recompensa para um pai do que ver o seu filho forte, valoroso, honrando a família, respeitando a sua memória.


Mas é dolorosíssimo para um pai honrado ver um filho transviado e infeliz, principalmente quando esse pai soube cumprir o seu dever e tem consciência de o haver cumprido em toda a linha! Mas é preciso que se saiba que os espíritos não são da mesma esfera. Vêm encarnar no mesmo lar, mas nem todos possuem a mesma docilidade, porque são de mundos diferentes e, portanto, diferente às vezes tem que ser a educação. Há espíritos rebeldes, há espíritos recalcados, há espíritos que querem ser infelizes e a esses nada cala; são espíritos que encarnam somente para fazer sofrerem os pais. São espíritos que em outras encarnações por certo foram inimigos. Isto, para aqueles que conhecem o Racionalismo Cristão, é um fato natural. Não devem esmorecer aqueles pais que têm filhos a criar e educar, principalmente quando dentre eles há um que é mais rebelde para os estudos e indisciplinado em tudo; é justamente para esses espíritos que os pais devem voltar as suas atenções, redobrar seus cuidados, para ver se conseguem domar essa rebeldia e fazer com que eles enveredem pelo caminho do bem e da virtude; não devem se esquecer também que os conselhos e bons exemplos dos pais, mesmo nesses espíritos rebeldes, sempre influem alguma coisa nas suas horas de paz, nas suas horas boas que todos os espíritos possuem, por mais rebeldes e criminosos que sejam. Nessa horas é que os espíritos se lembram dos conselhos dos pais, dos seus exemplos, da dedicação aos filhos, e quantos não reconhecem que são ruins, não por falta de educação, não porque o seu pai não o soube educar, mas porque há em si rebeldia que precisa combater, para se tornar bom como o desejam seu pai e sua mãe. Não se deixem enfraquecer, não se entreguem aos desgostos aqueles pais que, sabendo cumprir o dever para com os seus filhos, veêm que nem todos seguem o caminho do valor e da honra.


Na Terra fala a experiência de todos os pais que souberam educar, mas que não puderam escapar às decepções. A vida na Terra é cheia de lutas, de sofrimentos, mas também tem as suas compensações, quando os espíritos sabem lutar com valor. Procurem, pois, todos os pais educar convenientemente os seus filhos, não se arrependam nunca de haverem sido enérgicos, de haverem procurado encaminhar os seus filhos para o bem e para a virtude, usem sempre de moderação nas suas atitudes, sejam sempre ponderados, ajam sempre pelo conselho amigo, não afastem, espiritualmente, nunca de si os filhos, chamem-nos a si, aconselhem-nos, façam-lhes ver o erro com certa energia, mas ao mesmo tempo também com carinho.


É preciso estudar o temperamento dos filhos, é preciso observar as suas inclinações desde pequenos, e, assim fazendo, poderão melhor cumprir os seus deveres. É de pequenino que se torce o pepino; é no berço, é de criança que se deve procurar formar o caráter dos filhos, que mais tarde vão ser homens, vão ser mulheres e devem estar preparados para oferecer reação a todas as tentações.


Não vos lembrais daquilo que vossos pais vos disseram em criança? Educai os vossos filhos como vos ensina o Racionalismo Cristão, formando bem o seu caráter, fazendo com que sejam amigos da Verdade, fugindo sempre da hipocrisia e da mentira, para que sejam sempre leais, honestos e, assim fazendo, cumprireis os vossos deveres e tereis a satisfação de ver os vossos filhos bem encaminhados, servindo de consolação ao vosso espírito.

TODAS AS PÁGINAS DO LIVRO

 1- A ARTE DE VIVER
 2- A CONDUTA E A LEI DO RETORNO
 3- A INDIFERENÇA
 4- A MENTIRA NÃO AJUDA AO PROGRESSO
 5- A MULHER
 6- A PAZ ESPIRITUAL SUPERA REVESES
 7- AJUDANDO UNS AOS OUTROS
 8- ANIMAL HUMANO
 9- ÂNIMO E VONTADE FORTES
10- ÂNIMO PARA VIVER
11- APRENDER A VIVER
12- AUSÊNCIA DE COMPREENSÃO
13- AUTOCORREÇÃO
14- CAMINHOS SEM SEGREDOS
15- CARÁTER DAS CRIANÇAS
16- CAVALHEIRISMO
17- CLARIVIDÊNCIA
18- CONHECER PARA NÃO TEMER
19- CONSTRUINDO A FELICIDADE
20- CONSTRUIR OU DESTRUIR A FELICIDADE
21- CRÍTICA DESAIROSA
22- CUIDEMOS DEVIDAMENTE DA CRIANÇA
23- CULTIVO DOS SENTIMENTOS
24- CURA DE OBSEDADOS
25- CURANDO A OBSESSÃO
26- DIVERSÃO PERIGOSA
27- DOMINANDO O GÊNIO
28- DOMÍNIO DO "EU"
29- DUAS VIDAS
30- EDUCAÇÃO E DECADÊNCIA
31- EDUCAÇÃO FALHA
32- EDUCAR OS SENTIMENTOS
33- EGOÍSMO E AUTORITARISMO
34- EGOÍSMO, FONTE DE SOFRIMENTOS
35- ENERGIZAR
36- EQUILÍBRIO TRAZ TRANQUILIDADE
37- ERROS DESCULPÁVEIS
38- ESCLARECER-SE PARA SER FELIZ
39- ESPIRITUALIZAÇÃO, ÚNICA VIA PARA A FELICIDADE
40- EVITANDO FRACASSOS
41- EVOLUÇÃO SEM MEDO
42- EXERCÍCIO DO LIVRE-ARBÍTRIO
43- FALAR AOS ESPÍRITOS
44- GRAUS DE ESPIRITUALIDADE
45- IGNORÂNCIA DA VERDADE
46- IGNORÂNCIA E CONFIANÇA
47- IGNORANDO A ESPIRITUALIDADE
48- IMPORTÂNCIA AO QUE IMPORTANTE É
49- IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA
50- IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA
51- MALES PSÍQUICOS
52- MUDANÇA DE HÁBITOS
53- O CAPRICHO
54- O LIVRO DO TEMPO
55- ORIENTAR SEM COAÇÃO
56- PENSAMENTO, ALAVANCA DO SUCESSO
57- PERSONALIDADE ESPIRITUAL
58- REAGINDO AOS SOFRIMENTOS
59- SER ESPIRITUALISTA
60- VENCENDO OBSTÁCULOS
61- VÍCIO DE RELIGIOSIDADE
62- VIVER COM REALISMO

FONTE DO TEXTO ACIMA

LUIZ DE MATTOS - CLÁSSICOS DO RACIONALISMO CRISTÃO - Volume 1 - 2ª edição - Centro Redentor - Rio de Janeiro - 2001.
Outras obras do Autor: Pela Verdade, 9ª ed. - Vibrações da Inteligência Universal, 9ª edição.

PLANO DO TRABALHO

A obra Clássicos do Racionalismo Cristão tem por objetivo reunir os trabalhos de Luiz de Mattos, Luiz Alves Thomaz e Antonio Cottas, respectivamente, fundadores e consolidador da Doutrina. O Centro Redentor editará volumes sucessivos, sendo que os iniciais da série conterão os pronunciamentos de Luiz de Mattos, codificador doutrinário do Racionalismo Cristão.

O AUTOR DESTE WEBSITE

Busco oferecer neste sítio uma variedade abrangente de textos espiritualistas salutares e edificantes, de várias fontes, para que todos tenham a oportunidade de enriquecer e ampliar a sua cultura e desenvolver a consciência, mediante a sintonia com idéias e ensinamentos elevados. Concordo com muitas das idéias apresentadas mas não necessariamente com todas.



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!








Google
 
Web www.eurooscar.com










Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.






Home