RACIONALISMO CRISTÃO - 58

REAGINDO AOS SOFRIMENTOS

Têm aqueles que militam na explanação do Racionalismo Cristão a certeza absoluta de que, uma vez estudados e bem conhecidos os seus Princípios, todos os seres se capacitarão de que ele é uma Doutrina diferente das demais, porque faz com que a criatura desperte, se esclareça e se prepare para a vida, faz com que se conheça e reconheça as energias que em si própria possui para delas lançar mão e não admitir a existência de milagres nem estar nunca atida à proteção divina. Esta Doutrina se recomenda pelo valor de seus Princípios. Ela não alimenta as fraquezas humanas, caustica até os seres, sacudindo-os com a verdade que explana.


Nunca nesta Casa se enganou ninguém e todos os que a ela vêm sentem os efeitos da verdade que liberta, da verdade que desperta e alerta para a vida. Se procedêssemos como os mentores religiosos da humanidade, estaríamos alimentando a infelicidade e a dor com lamúrias e pensamentos de fraqueza e aqueles que vêm a esta Casa não se libertariam nunca dos males acometidos.


Quantas vezes as criaturas aqui chegam lamuriando-se, chorando, desanimadas e infelizes, sofrendo dores físicas e dores morais, sofrimentos do corpo e da alma. Em nossas explanações ou nas da Presidência, pelos conselhos e observações que fazemos, nunca alimentamos esses sofrimentos, procuramos sempre fazer com que as criaturas reconheçam que de si próprias depende a reabilitação moral ou física, que a libertação dos sofrimentos se opera pela reação que se produz no espírito, fazendo-o despertar para uma nova vida, mais sã e mais útil, para que se sintam felizes, e se tornem outras criaturas mais compreensivas e mais fortes na vontade para o bem.


Não admitimos que se alimentem os sofrimentos de quem quer que seja. É hábito, entre muitos seres, para se fazerem naturalmente de bons, ou para demonstrarem bondade aos seus semelhantes, condizer com o sofrimento alheio, alimentar os males físicos, as enfermidades, contando até casos idênticos, chorando com os enfermos, mostrando misericórdia no olhar e nos gestos. O Racionalismo Cristão condena tudo isso. Se alguém de nós se aproxima sofrendo, chorando, nós lhe dizemos: – Reaja, não se entregue assim ao sofrimento, precisa esclarecer-se, ter valor, vontade forte para vencer os maus pensamentos, renovar a sua energia espiritual, lutar vigorosamente contra os sofrimentos, não pensar em coisas tristes, tratar de agir como criatura equilibrada e sensata, trabalhando, ocupando bem o tempo e compreendendo a vida como deve ser compreendida no mundo físico. E assim a criatura que chega aqui chorando e se lamuriando começa a despertar, a melhor raciocinar e, guiada pelos nossos conselhos, começa desde logo a se sentir mais feliz, passa a gozar saúde e a ter paz de espírito, que é única felicidade que o ser humano pode esperar na Terra.


Estudar, analisar e procurar compreender, portanto, tudo que se passa, tudo que surge na vida, é o dever de toda criatura humana. É preciso que a criatura tenha perspicácia, elevação espiritual e que faça por ser justa. É de justiça que o mundo precisa, de justiça sim, para julgar sempre imparcialmente todos os atos, tudo o que se passa, tudo o que se observa. O espírito justo é incapaz de julgar mal o seu semelhante; ele poderá se iludir pelas aparências, mas nunca será capaz de julgar sem ter certeza dos fatos. A falta de justiça muitas vezes concorre para a desgraça, para a infelicidade dos seres.


A criatura sem esclarecimento adquire um complexo de inferioridade, cria no seu mental coisas inexistentes e fica convencida de que não dá para grandes coisas, que nunca conseguirá ser feliz; ao passo que o ser esclarecido, sente-se apoiado na verdade e passa muitas vezes a ser aquilo que nunca pensou ser, sente estimulada a vontade e julga-se capaz de chegar às grandes coisas, porque começa a agir, desembaraça-se e passa a ser uma criatura de valor nos seus empreendimentos.


Tudo tem a sua razão de ser, e o Racionalismo Cristão, como não pretende iludir ninguém, fala com toda clareza, explicando os fatos, as causas de um modo todo racional. A humanidade vive em revolta espiritual, porque não se reconhece o valor de quem o tem, não se reconhecem os direitos de quem os tem, para dá-los a quem os não possui, e é por isso que se derrama sangue, e é por isso que ninguém se entende.


Bateram-se os homens nos campos da batalha pela liberdade do homem e, no entanto, o homem continua escravizado. Os povos continuam escravizados. Não adianta, portanto, o derramamento de sangue, porque os espíritos não têm a noção da justiça, não querem saber de disciplina, querem é dar largas ao seu egoísmo, à sua prepotência descabida, desmoronando países, levando a miséria e a desgraça por toda parte.


É preciso esclarecer a humanidade, sacudi-la espiritualmente, para que possa compreender que não é composta apenas de carne, mas de espírito também. Que é o espírito que vibra, que é o espírito que sente, que é o espírito que sabe amar, sofrer e lutar, mas que as lutas havidas foram oriundas do mau uso feito do livre-arbítrio. Esclarecida a humanidade, todos os povos viverão em harmonia, todos se entenderão para a vida do trabalho, natural e cabível ao espírito na Terra.

TODAS AS PÁGINAS DO LIVRO

 1- A ARTE DE VIVER
 2- A CONDUTA E A LEI DO RETORNO
 3- A INDIFERENÇA
 4- A MENTIRA NÃO AJUDA AO PROGRESSO
 5- A MULHER
 6- A PAZ ESPIRITUAL SUPERA REVESES
 7- AJUDANDO UNS AOS OUTROS
 8- ANIMAL HUMANO
 9- ÂNIMO E VONTADE FORTES
10- ÂNIMO PARA VIVER
11- APRENDER A VIVER
12- AUSÊNCIA DE COMPREENSÃO
13- AUTOCORREÇÃO
14- CAMINHOS SEM SEGREDOS
15- CARÁTER DAS CRIANÇAS
16- CAVALHEIRISMO
17- CLARIVIDÊNCIA
18- CONHECER PARA NÃO TEMER
19- CONSTRUINDO A FELICIDADE
20- CONSTRUIR OU DESTRUIR A FELICIDADE
21- CRÍTICA DESAIROSA
22- CUIDEMOS DEVIDAMENTE DA CRIANÇA
23- CULTIVO DOS SENTIMENTOS
24- CURA DE OBSEDADOS
25- CURANDO A OBSESSÃO
26- DIVERSÃO PERIGOSA
27- DOMINANDO O GÊNIO
28- DOMÍNIO DO "EU"
29- DUAS VIDAS
30- EDUCAÇÃO E DECADÊNCIA
31- EDUCAÇÃO FALHA
32- EDUCAR OS SENTIMENTOS
33- EGOÍSMO E AUTORITARISMO
34- EGOÍSMO, FONTE DE SOFRIMENTOS
35- ENERGIZAR
36- EQUILÍBRIO TRAZ TRANQUILIDADE
37- ERROS DESCULPÁVEIS
38- ESCLARECER-SE PARA SER FELIZ
39- ESPIRITUALIZAÇÃO, ÚNICA VIA PARA A FELICIDADE
40- EVITANDO FRACASSOS
41- EVOLUÇÃO SEM MEDO
42- EXERCÍCIO DO LIVRE-ARBÍTRIO
43- FALAR AOS ESPÍRITOS
44- GRAUS DE ESPIRITUALIDADE
45- IGNORÂNCIA DA VERDADE
46- IGNORÂNCIA E CONFIANÇA
47- IGNORANDO A ESPIRITUALIDADE
48- IMPORTÂNCIA AO QUE IMPORTANTE É
49- IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA
50- IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA
51- MALES PSÍQUICOS
52- MUDANÇA DE HÁBITOS
53- O CAPRICHO
54- O LIVRO DO TEMPO
55- ORIENTAR SEM COAÇÃO
56- PENSAMENTO, ALAVANCA DO SUCESSO
57- PERSONALIDADE ESPIRITUAL
58- REAGINDO AOS SOFRIMENTOS
59- SER ESPIRITUALISTA
60- VENCENDO OBSTÁCULOS
61- VÍCIO DE RELIGIOSIDADE
62- VIVER COM REALISMO

FONTE DO TEXTO ACIMA

LUIZ DE MATTOS - CLÁSSICOS DO RACIONALISMO CRISTÃO - Volume 1 - 2ª edição - Centro Redentor - Rio de Janeiro - 2001.
Outras obras do Autor: Pela Verdade, 9ª ed. - Vibrações da Inteligência Universal, 9ª edição.

PLANO DO TRABALHO

A obra Clássicos do Racionalismo Cristão tem por objetivo reunir os trabalhos de Luiz de Mattos, Luiz Alves Thomaz e Antonio Cottas, respectivamente, fundadores e consolidador da Doutrina. O Centro Redentor editará volumes sucessivos, sendo que os iniciais da série conterão os pronunciamentos de Luiz de Mattos, codificador doutrinário do Racionalismo Cristão.

O AUTOR DESTE WEBSITE

Busco oferecer neste sítio uma variedade abrangente de textos espiritualistas salutares e edificantes, de várias fontes, para que todos tenham a oportunidade de enriquecer e ampliar a sua cultura e desenvolver a consciência, mediante a sintonia com idéias e ensinamentos elevados. Concordo com muitas das idéias apresentadas mas não necessariamente com todas.



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!








Google
 
Web www.eurooscar.com










Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.






Home