Wagner Borges 136



Reflexões Espirituais - Toques dos Iniciados
(Na Balada Extrafísica com os Mentores Espirituais)





Por Wagner Borges

No centro da noite, escuto um chamado sutil.
Vem do alto e entra pelo topo de minha cabeça.
E vai direto ao meu peito...
É silencioso, mas eu o escuto com o coração.
É portentoso e, ao mesmo tempo, simples.
Relaxo a mente e as emoções, e fico quietinho.





Então, de espírito a espírito, capto os toques dos Iniciados:





1. Violência é doença! A cura é a meditação serena.
2. Quem semear, colherá!
3. Com trevas no coração, como alcançar o Samadhi? (1)
4. Objetivos levianos sempre atraem realizações tacanhas.
5. Carregar a luz em si mesmo não é tarefa para fracos de espírito.
6. Coração escuro atrai situações e entidades trevosas.
7. Espiritualidade é ação. Não é discurso. É estado de consciência.
8. Reunião espiritual não é ponto de encontro social!
9. A quem muito é dado, muito será cobrado. Conhecimento demanda responsabilidade.
11. Quem quer voar espiritualmente, que largue as correntes do medo.
12. Quem quer ir para o Alto, que se deite no leito pensando no Alto!
13. Semelhante atrai semelhante. Quem procura, acha!
14. Quem esquece a lanterna, perde-se na escuridão da noite.
15. Quem esquece o discernimento, tromba feio com as trevas.
16. Muitos se deitam em leitos com lençóis brancos e macios, porém, com a aura (2) suja e com presenças invisíveis muito escuras agarradas neles.
17. Se a prece é de coração, tudo que é trevoso se afasta.
18. Aparência externa engana muito. Mas as energias revelam o que cada um é. Na luz, o real sempre aparece.
19. Anda na beira do abismo quem se deixa levar pela raiva.
20. O Invisível é a origem de todo visível. Quem ama, sabe!
21. Liberdade não é fazer tudo que se quer. É saber viver em equilíbrio e bem consigo mesmo.
22. Quem é da luz, respeita as trevas. Mas não se mete com elas.
23. Grandes enganadores sempre pagam um preço alto: também acabam enganando a si mesmos, até mesmo pela força do hábito.
24. Bons estudantes espirituais não fazem por menos: jamais se deitam sem erguer os pensamentos ao Alto. E, quando acordam, fazem o mesmo.
25. O homem não é poderoso o bastante para deter a corrente do tempo e o desgaste natural do seu veículo físico. Então, de onde vem sua arrogância?
26. Quem pondera, descobre o essencial: é só o Supremo que sabe o tempo certo de cada um. O Poder real é o d’Ele.
27. As grandes provas estão nas coisas simples da vida. E os grandes mestres são simples, como a vida...
28. Bons estudantes espirituais não fazem por menos: não reclamam das provas do caminho. E tiram lições delas, para seguir em frente com mais sabedoria...
29. Se alguém tiver ódio de alguém, não é da luz, pois seu coração escuro o liga a outras coisas trevosas.
30. Quem bate é fraco de caráter. Forte é quem ama e compreende.





No centro da noite, eu medito e aprendo.
Sondo o meu coração e pondero.
E sinto várias presenças invisíveis, serenas e amigas, me saudando.
E, por incrível que pareça, elas me agradecem por eu ter escrito.
E eu também agradeço a elas, por me passarem reflexões tão legais.
Então, elas e eu agradecemos juntos ao Supremo, por tudo.
E a noite se ilumina, na graça do Todo que está em tudo.


P.S.: Às vezes, quem está no meio da multidão agitada, está mais só do que imagina. E quem, aparentemente, está só, mas na Luz, está mais acompanhado do que pensa, pois se sente ligado a miríades de seres luminosos pelo espaço infinito...


Na noite das baladas, onde homens, mulheres e espíritos infelizes se engalfinham energeticamente, sedentos de sensações alienantes na atmosfera escura da grande metrópole de aço e concreto, onde o Grande Arquiteto Do Universo também me colocou para viver, aprender e trabalhar, eu escutei um chamado sutil para outra balada, em espírito.


E minhas companhias de balada consciencial são o sábio Sanat Khum Maat e o grupo extrafísico dos Iniciados (3). É com eles que vou viajar espiritualmente (4) daqui a pouco, logo que deitar a carcaça no leito. E, graças a Deus, não estão limpos apenas os lençóis da cama, mas a aura também (5). E eu vou me deitar pensando no Alto, como deve ser...


(Esses escritos são dedicados aos meus amigos Victor Hugo França, Maísa Intelisano, Fernanda Lopes, Marisa, do espaço Origens, Luis Fernando Mingrone, o Enki, Ana Lahis Tano, e Patrícia Sukha, que são trabalhadores da luz e companheiros firmes de fé e de jornada - e a Vivian, linda moça, com coração e mãos de luz, a quem agradeço pela luz rosada e pelo carinho enviados a mim.)


De coração a coração, em espírito e verdade, que a balada dos mentores espirituais possa iluminar suas consciências e também fortalecê-los na jornada, humana e espiritual.


Paz e Luz.


São Paulo, 09 de agosto de 2008.
(Madrugada de 6ª feira para sábado, noite das baladas, dos homens e dos espíritos, onde quem manda é a sintonia daquilo que se busca – e as companhias correlacionadas a isso. Há baladas agitadas na noite escura do mundo. E outras baladas, extrafísicas, com os mentores espirituais, na Luz do Céu. Mas, só chega lá quem deita pensando no Alto, e com os lençóis e a aura bem limpinhos.)



Notas de Wagner Borges (1)

1. Samadhi – do sânscrito – expansão da consciência; estado de consciência cósmica.


2. Aura – do latim, aura - sopro de ar – halo luminoso de distintas cores que envolve o corpo físico e que reflete, energeticamente, o que o indivíduo pensa, sente e vivencia no seu mundo íntimo; psicosfera; campo energético.


3. Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente. Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.


Para saber mais sobre o amparador extrafísico Sanat Khum Maat, ver o texto 139 - postado pelo site do IPPB em 1999, e onde revelo alguns detalhes sobre sua presença espiritual -, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=3194.


Há outros textos dele postados na seção de textos periódicos do site enviados semanalmente - www.ippb.org.br. Devido à profundidade de seus apontamentos, é um dos mentores mais queridos dos leitores, que, freqüentemente, enviam e-mails pedindo mais textos de sua autoria espiritual.


Obs.: A coletânea de textos espirituais de Sanat Khum Maat está publicada em meu oitavo livro: "Ensinamentos Extrafísicos e Projetivos", lançado pela Editora Madras, em 2005 - o livro pode ser encontrado nas livrarias e também pode ser adquirido diretamente no IPPB - ou por telefone - e ser enviado pelo correio.


4. Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.


5. Ensinamento do mestre Aivanhov:
“O mundo invisível é tão povoado quanto o mundo visível; e, nos lugares onde os seres humanos vivem, milhões de entidades luminosas ou trevosas vão e vêm, circulam, sem que eles percebam isso. Se os seres humanos não consagram a própria casa, se não se circundam com uma barreira de luz, as entidades trevosas, encontrando as portas abertas, entram e fazem estragos.
Na Natureza, todas as criaturas desconfiam: pássaros, animais e insetos levantam ao seu redor obstáculos para impedirem de serem encontrados e capturados. O ser humano, que aprendeu a se proteger no plano físico, não suspeita que também possa ser ameaçado - e muito mais perigosamente – no plano psíquico: uma multidão de espíritos maléficos se obstina, dia e noite, para levar a humanidade à ruína. Felizmente, a humanidade também tem protetores, entidades luminosas e cheias de amor, e é graças a eles que ela ainda não foi destruída; mas é preciso que nós, através de um trabalho consciente, as ajudemos a nos proteger."


- Omraam Mikhaël Aïvanhov –


Obs.: Enquanto passava essas linhas a limpo, lembrei-me de um texto antigo, do qual gosto muito, e que apresenta estreita relação com a temática desses escritos. Segue-se o mesmo logo abaixo.





Telas da Vida

Por Wagner Borges



Somos pintores, e nossa mente é a tela.
Projetamos nela as cores dos nossos pensamentos e aspirações.
Às vezes, criamos atmosferas coloridas. Porém, em outros momentos, pintamos as cores de nossas dores e desejos infelizes.
Quando unimos nossos pensamentos aos pensamentos de Jesus, Krishna, Buda e tantos outros mestres de consciência, pintamos com eles e nos tornamos co-criadores de atmosferas felizes.
Entretanto, quando unimos nossos pensamentos às vibrações infelizes, sintonizamos as mentes imersas nas trevas conscienciais. Tornamo-nos, assim, sócios espirituais na produção de telas trágicas.
Tudo é questão de sintonia!
Nossas telas de vida refletem a qualidade de nossos pincéis (escolhas e atos). Nossas cores são o reflexo do que somos.
Viver é pintar!
Pensamentos emolduram situações e atmosferas. Podemos pintar alegrias ou desgraças nas telas de nossas vidas. Tudo depende da inspiração do pintor.
Em escala maior, o universo é a imensa tela onde o TODO* projeta as tintas do amor infinito. Somos expressão dessas cores magnânimas.
Portanto podemos ser co-criadores de climas felizes nas telas do infinito de nossas vidas.
Que nossas telas tenham as cores da paz!**


(Texto extraído do livro “Falando de Espiritualidade” – Wagner Borges – Editora Pensamento - 2002).



Notas de Wagner Borges (2)

* O TODO: expressão esotérica usada para designar Aquele Poder Maior que está em tudo! O Absoluto; O Supremo; O Grande Arquiteto Do Universo; O Papai do Céu; Deus.
** Sobre o trabalho com as cores, há um ótimo ensinamento do mestre búlgaro Omraam Mikhael Aivanhov:


"É a luz que contém as verdadeiras riquezas. Quando aprenderem a trabalhar com ela, sentirão que as suas relações com os seres humanos melhoram pouco a pouco.
Por quê? Porque quando se é rico, torna-se generoso.
É porque vivem na abundância e na plenitude que os Iniciados e os Grandes Mestres necessitam ajudar os outros e amá-los.
Vocês ainda não sabem o que a luz contém como força, clareza, pureza, inteligência... Compreenderão isso quando tiverem aprendido a trabalhar com as sete cores que compõem a luz branca.
Cada cor é expressão de uma virtude: o vermelho é a vida, o amor; o laranja, a saúde, a santidade; o amarelo, a sabedoria; o verde, a evolução, a eternidade; o azul, a verdade, a paz; o índigo, a força; o violeta, o amor espiritual e a onipotência divina.
Trabalhem com as virtudes das sete cores e se sentirão ricos com todas as suas bênçãos."


- Omraam Mikhaël Aïvanhov (1900-1986) - mestre espiritualista búlgaro, que morou a maior parte de sua vida na França, onde fundou a Fraternidade Branca Universal - www.fbu.org (não confundir com a Fraternidade Branca do Himalaia, dos mestres, que se situa em planos sutis). É um dos mentores espirituais dos trabalhos do IPPB. Mais informações sobre o seu trabalho podem ser conseguidas em nosso site - www.ippb.org.br. Basta entrar na seção de busca por palavras do site e clicar o seu nome. Daí, surgirão diversos textos dele postados em várias seções do site, e aí é só mergulhar em seus escritos e se fartar de ler textos excelentes e cheios de sabedoria espiritual e humana.


Texto <874><26/08/2008>



Índice deste setor do site



Nota de Euro Oscar

Postado por: Admin (o próprio Wagner Borges) em sábado,
30 de Agosto de 2008 às 17:22, no seu site www.ippb.org.br

Fonte

www.ippb.org.br - Wagner Borges concedeu-me, muito gentilmente, permissão específica para eu aqui aproveitar os interessantes e úteis materiais do seu amplo site. Wagner Borges, além de ter programas no rádio é conferencista de renome internacional, na área da espiritualidade, paranormalidade e metafísica em geral, proporcionando uma visão abalizada e holística aos interessados. Seu Instituto, o IPPB, ministra excelentes cursos. Muito obrigado ao Wagner pela sua valiosa colaboração.

Retribuição e autorização pública

Wagner Borges não me pediu, porém tem a minha permissão, caso assim queira, para aproveitar no seu site (www.ippb.org.br) qualquer material de minha autoria contido neste site (www.eurooscar.com), a saber: minhas poesias, charadas, palavras cruzadas e textos.
Euro Oscar




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site