Wagner Borges 66



Discernimento Consciencial x Ebulições Psíquicas



Por Wagner Borges

(Texto Postado Originalmente na lista do Grupo de Estudos e Assistência Espiritual do IPPB)


Olá, pessoal.
Eu acompanhei o noticiário de TV sobre a queda do avião em Congonhas - que é perto aqui de casa - logo depois do ocorrido. Como é de meu hábito, sinto compaixão - pena, não - por quem passa por tal situação drástica, mas permaneço bem tranqüilo, pois sei que ninguém morre mesmo.
Então, para dar uma ajuda espiritual, fiz uma irradiação de energia na intenção do pessoal. Foi quando surgiu uma consciência extrafísica amparadora, que se comunicou telepaticamente comigo, de forma bem tranqüila e lúcida, e me disse, mentalmente, o seguinte:


"Tudo está dentro dos parâmetros das leis cósmicas, de formas que os homens da Terra não compreendem. Alguns espíritos cumprem ciclos dessa maneira e esgotam antigas causas – cármicas -, aderidas neles mesmos. A consciência é imortal e segue, para outros planos de manifestação, de acordo com as leis cósmicas que regulam a evolução dos seres no universo.
Nada de turbulências emocionais nesses momentos de transição coletiva, que também faz os homens refletirem sobre a natureza das coisas da vida. O trâmite da passagem coletiva abrupta de vários entes suscita sérias reflexões.
Portanto, que tudo seja de forma pacífica. Nada de ebulições psíquicas. Que suaves energias sejam irradiadas, a favor de todos, de todos os lugares, com constância e equilíbrio."


Nem precisa dizer que tudo isso veio como um bloco de pensamentos pacíficos, ao mesmo em que ele manipulava energias e eu bocejava de monte - sintoma anímico-mediúnico bem típico de doação de energias para assistência espiritual.
E a entidade era tranqüila, de semblante generoso e com energias bem felizes. E estava ali de forma serena e operando a favor de todos os homens, de formas sutis, fora do meu alcance de percepção.
O que eu sei é que ela me deixou com uma sensação de serenidade e contentamento.
Estou solidário com as vítimas do acidente e seus entes queridos que estão sofrendo uma perda dessa maneira violenta. Mas, ninguém morre! E que isso não pareça frieza para vocês. É que não dá para ser de outro jeito sabendo de tantas coisas espirituais, com certeza, não com crença.
Espero que vocês não entrem na onda de tristeza do acidente - alimentada pela mídia -, e que meditem e irradiem serenamente tudo de bom, para todos os homens, de todos os lugares.
É nessas horas que vale a pena o discernimento espiritual, que permite ser sensível e ajudar, mas sem ser cego nem tonto emocionalmente.


Um abraço a todos da lista.


Wagner Borges.


São Paulo, 17 de julho de 2007.



Nota de Wagner Borges

Esses escritos foram postados para um grupo de estudantes espirituais - na lista interna do IPPB, horas depois do acidente. Ou seja, com uma abordagem direta para quem está acostumado com reflexões em cima de temas como assistências espirituais e esclarecimentos conscienciais, corpo espiritual, carma, reencarnação, experiências fora do corpo e vida após a morte. Porém, como muitas pessoas têm me perguntado sobre o acidente, decidi postar essas ponderações em aberto para todos.


Editei os escritos e cortei os detalhes sobre a presença espiritual que me passou os toques conscienciais. Isso para evitar questionamentos irrelevantes e para ressaltar a mensagem dela, que demonstra claramente o seu nível de consciência. Além disso, suas energias são muito legais.


Peço aos leitores que, por favor, não me enviem pedidos de mensagens e informações adicionais sobre o acidente e as pessoas que nele partiram para outros planos. Em lugar de curiosidade ou posturas emocionais descabidas, é hora das pessoas que estudam a temática espiritual irradiarem preces e energias benfeitoras a favor de todos, sempre buscando o melhor, de acordo com o bom senso, a razão e os sentimentos sadios.


Deixo na seqüência um texto para reflexões de todos.



Por Wagner Borges



Dançando com Krishna-Menino

Ele surgiu de mansinho e me olhou com aquela expressão matreira. Estava plasmado como um menino e, quando andava, as jóias que portava nos pulsos e nos tornozelos faziam um som delicioso. Parecia o som da Mãe Kundalini me convidando para o samadhi.
Fitei os Seus olhos de lótus e uma onda de energia azul me interpenetrou no chacra frontal. Parecia que o azul do céu convidava-me a profundas reflexões.
Olhei para os Seus pés e Ele girou, dançando na minha frente, enquanto ria. Parecia que a Mãe Terra me convidava ao movimento sadio da existência e aos passos do equilíbrio.
Então, Ele pulou no meu colo e me abraçou. Ele era a criança, mas eu é que parecia o Seu filho. Parecia que o amor convidava-me ao compartilhamento de suas vibrações e ao conhecimento de que somos crianças divinas também e que os seres celestes nos visitam e brincam alegremente em nossas almas.
Nossos corações se tocaram e uma onda de luz dourada invadiu tudo. Parecia que a luz me convidava a pensar no bem de todos os seres e a fazer o melhor possível. Ele beijou-me no rosto e disse-me:


“Dispare as setas do esclarecimento e da assistência espiritual na crosta do mundo, e diga aos homens que eles carregam o céu dentro do coração, a luz nos olhos e a essência das estrelas em seus corpos. Ensine-os a sentir o azul do céu na testa e o amarelo-dourado no coração e nos pulmões. Fale a eles que o espírito é imperecível e que muitas jornadas ainda serão iniciadas na imensidão dos propósitos evolutivos siderais que escapam à compreensão dos sentidos comuns.
Ajude-os a enxugarem as lágrimas de saudade e a meditarem na magnitude da existência em todos os planos e dimensões. Os seus entes queridos estão vivos em outros domicílios espirituais, além das percepções comuns, mas acessíveis pelas vias da meditação, do amor, da espiritualidade e da paciência.
Ajude-os a perseverarem nos estudos espirituais e no esforço de crescerem a cada dia, sempre lembrando-os das responsabilidades inerentes aos propósitos que buscam na vida.
A saudade é ilusão sensorial. Estamos todos muito mais próximos do que se imagina. O Universo está pleno de vida e tudo está interligado. Cada ser é a expressão de um sonho divino e vale muito trabalhar na expansão desse sonho dentro de si mesmo. Quem deixa de sonhar e de trabalhar por climas melhores, bloqueia o próprio potencial e torna-se um zumbi, arrastando-se de forma deprimente pela vida. Torna-se impermeável ao azul do céu, ao amarelo do prana, às energias do verde da natureza e do laranja da terra.
O sol e as estrelas beijam o chacra das mil pétalas, a Terra amamenta a todos e flui a vida pelos pés. E o prana visita o coração e os pulmões, no sopro vital que cada um respira.
Porém, os homens se esquecem disso e bloqueiam os canais com seus medos e posturas radicais. O resultado de tal tolice é que o carma e a dor também os visitam. Alerte as pessoas de que elas estão fazendo uma péssima troca: deixar a luz do céu, da terra e do prana para flertar com as dores e agonias é degradar o próprio potencial. Deixar de sonhar e trabalhar por valores sadios por causa da incompreensão do mundo é o mesmo que abdicar da luz estelar e tornar-se escravo das energias cinzentas que opacam o brilho nos olhos e o amor no coração.
Escreva aos seus irmãos de humanidade o recado que lhes envio:


‘NÃO DEGRADEM O POTENCIAL DIVINO ENGOLFANDO-SE EM ENERGIAS CINZENTAS. RENUNCIEM AOS APELOS DE VINGANÇA E TRANSCENDAM A DOR QUE O ÓDIO CAUSA. LIBERTEM-SE DA DOR DA SAUDADE E SINTAM OS SEUS ENTES QUERIDOS QUE PARTIRAM, BEM VIVOS, E QUE CONTINUAM CRESCENDO E APRENDENDO A ARTE DA VIDA NOS PLANOS ESPIRITUAIS. EM LUGAR DO LUTO, ENVIEM BEIJOS E ABRAÇOS LUMINOSOS. EU OS LEVAREI ATÉ ELES E LHES DIREI QUE VOCÊS NÃO OS ESQUECERAM E CONTINUAM AMANDO-OS E PARTICIPANDO DA VIDA COM DIGNIDADE. EU OS FAREI SORRIR, E SUA ALEGRIA ATRAVESSARÁ AS BARREIRAS ENTRE PLANOS E TOCARÁ OS SEUS CORAÇÕES NA TERRA. E VOCÊS SERÃO FELIZES, COMO DEVE SER!’


Meu filho, às vezes, o Céu se reveste em forma de criança e visita os homens da Terra invisivelmente. E assim, beija e inspira, abraça e ajuda, dança e ama, e faz cumprir o dharma da espiritualidade.
Nunca se esqueça: os talentos espirituais não lhe pertencem, são do Céu. O seu dharma Me pertence e Eu sempre caminharei nos salões secretos de seu coração. Você não Me perceberá facilmente, mas escutará o som das jóias da bem-aventurança balançando em Meus pulsos e tornozelos. E isso o alertará de que o Senhor dos olhos de lótus o convida para o serviço de esclarecimento e assistência espiritual. Seja sempre um bom arqueiro e dispare as setas luminosas do bem na alma do mundo.
Agora, vá e trabalhe junto com o prana amarelo na limpeza dos corações agoniados pela falta de espiritualidade e de amor. Leve o discernimento espiritual e seja feliz junto com seus irmãos.”


Então, Ele pulou do meu colo e dançou novamente na minha frente. Pela janela aberta e pelo teto, chegavam ondas de energia azul-índigo que se propagavam pelo apartamento. Parecia que o céu estava dançando aqui dentro e que o menino me convidava a abraçar a humanidade em silêncio.
A seguir, Ele acenou em despedida e sumiu rindo e dançando naquela atmosfera azulada. Sentei-me, liguei o computador e estou escrevendo tudo isto para registrar a visita de Krishna em forma de menino e o Seu recado aos meus irmãos de viagem terrestre.
Agora eu sei porque hoje me levantei e passei a tarde toda sentindo um amor imenso por tudo e com o coração aberto, que parecia já saber, por intuição, que alguém muito especial chegaria dando passos de mansinho nos salões de minha alma.


Krishna, muito obrigado.


Paz e Luz.


- Texto extraído do livro “Na Luz de Krishna” – Wagner Borges – Edição independente – 2007.



Nota de Wagner Borges

* Carma (do sânscrito “Karma” - ação, causa): é a lei universal de causa e efeito - Tudo aquilo que pensamos, sentimos e fazemos são movimentações vibracionais nos planos mental, astral e físico, gerando causas que inexoravelmente apresentam seus efeitos correspondentes no universo interdimensional. Logo, obviamente não há efeito sem causa, e os efeitos procuram naturalmente as suas causas correspondentes. A isso os antigos hindus chamaram de carma.


* Prana (do sânscrito): sopro vital; força vital; energia.


* Darma (do sânscrito): dever, missão, programação existencial, mérito, bênção, ação virtuosa, meta elevada, conduta sadia, atitude correta, motivação para o que for positivo e de acordo com o bem comum.


* Samadhi (do sânscrito): expansão da consciência; estado de consciência cósmica.


* Chacra das mil pétalas: esotericamente é o chacra da coroa (chacra coronário), situado no alto da cabeça; em sânscrito ele é chamado de sahashara, o lótus das mil pétalas.



Índice deste setor do site



Nota de Euro Oscar

<796><25/07/2007>. Postado por Admin (Wagner Borges) em sexta, 27 de Julho de 2007 às 11:20, no seu site www.ippb.org.br



Fonte

Wagner Borges concedeu-me, muito gentilmente, permissão específica para eu aqui aproveitar os interessantes e úteis materiais do seu amplo site. Wagner Borges, além de ter programas no rádio é conferencista de renome internacional, na área da espiritualidade, paranormalidade e metafísica em geral, proporcionando uma visão abalizada e holística aos interessados. Seu Instituto, o IPPB, ministra excelentes cursos. Muito obrigado ao Wagner pela sua valiosa colaboração.

Retribuição e autorização pública

Wagner Borges não me pediu, porém tem a minha permissão, caso assim queira, para aproveitar no seu site (www.ippb.org.br) qualquer material de minha autoria contido neste site (www.eurooscar.com), a saber: minhas poesias, charadas, palavras cruzadas e textos.
Euro Oscar




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site