Wagner Borges 75



Rosacruz - Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis

Conhecida em todo o mundo há séculos, e geralmente envolta em muitos mistérios, a Rosacruz tem, hoje, uma atuação bem mais destacada, com Grandes Lojas em vários países e acesso facilitado aos interessados.

Gilberto Schroeder entrevista
o Grande Mestre Charles Vega Parucker



A origem da Rosacruz - cujo nome completo é Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis (AMORC) - remonta às escolas de mistérios do antigo Egito, mas sua atuação se tornou mais destacada no século 17. Nessa época, três manifestos apresentaram a Rosacruz ao grande público: Fama Fraternitatis, Confessio Fraternitatis e O Casamento Alquímico de Christian Rosenkreutz.


Os atuais responsáveis pela organização e direção da AMORC explicam que, do Egito, a ordem se expandiu para a Grécia e demais países da Europa, crescendo bastante devido aos pensadores e espiritualistas da Renascença. Mas em seguida, houve um período em que a "liberdade de consciência rapidamente se deteriorou", de modo que a Rosacruz passou a manter suas atividades em absoluto segredo, e foi apenas devido a isso que a Ordem foi considerada secreta por muito tempo.


Atualmente, a AMORC está dividida em Grandes Lojas, divididas em jurisdições para os diversos idiomas do mundo, com a Suprema Grande Loja como o órgão dirigente internacional, responsável por estabelecer os princípios fundamentais de atuação da Rosacruz em todo o mundo.


No Brasil, a Rosacruz nasceu em 1956, como Grande Loja do Brasil, no Rio de Janeiro, sendo transferida para Curitiba, no Paraná, em 1960, com a sede sendo inaugurada em 1964. Desde então, é em Curitiba que funciona a Grande Loja da Jurisdição de Língua Portuguesa, que também abrange Portugal e os demais países falantes dessa língua. Atualmente, o Grande Mestre é Charles Vega Parucker.


Em seus textos de apresentação, a Ordem Rosacruz se define como uma organização internacional de caráter místico-filosófico, cultural, fraternal, não-sectário e não-dogmático, de homens e mulheres dedicados ao estudo e aplicação das leis naturais que regem o universo e a vida. Da mesma forma, afirmam que o objetivo é promover a evolução da humanidade, despertando o potencial interior do ser humano de forma a propiciar uma vida mais harmoniosa. A idéia, portanto, é atingir a paz, saúde e felicidade, sempre respeitando a liberdade individual e em espírito de fraternidade. Portanto, a Ordem não é uma seita nem uma religião.


O sistema de transmitir os ensinamentos oralmente, em locais secretos, transformou-se, hoje em dia, num processo bem mais aberto. Os ensinamentos são apresentados na forma de monografias para estudo semanal; todo trimestre, os membros da ordem recebem essas monografias que tratam de temas como a origem da matéria, as diferentes fases da consciência humana, as leis da vida, a cura metafísica, os centros psíquicos, os sons vocálicos, a concepção de deus, a alma universal, a alma do homem e sua evolução, a morte, a reencarnação, o carma, o simbolismo universal e a alquimia espiritual.


Outras práticas rosacruzes incluem ensinamentos e experimentos para aprendizado de técnicas místicas como concentração, visualização, meditação e o despertar de faculdades latentes como a telepatia, intuição e percepção extra-sensorial. Essas faculdades, explica a Ordem, são úteis para as pessoas tomarem consciência de sua dimensão interior, mas também para compreenderem que esse é um desenvolvimento secundário em relação à evolução espiritual.


Para saber um pouco mais das atividades da Ordem Rosacruz, pedimos que o Grande Mestre Charles Vega Parucker respondesse a algumas perguntas.





O que é a Ordem Rosacruz?
A Ordem Rosacruz (AMORC) é uma fraternidade místico-filosófica e cultural, formada por homens e mulheres dedicados à busca das mais sublimes verdades universais. Tem por objetivo despertar e desenvolver no ser humano o seu potencial interior para uma vida equilibrada, de acordo com as leis da natureza e do universo.


Quantas pessoas fazem parte ou estão vinculadas a AMORC no Brasil hoje?
O cadastro da Ordem Rosacruz no Brasil é composto por mais de 330 mil membros regulares.


Existem atividades constantes da Ordem Rosacruz, diárias ou semanais, das quais as pessoas podem participar?
Sim. Os rosacruzes se reúnem nos chamados Organismos Afiliados, constituídos em Lojas, Capítulos e Pronaoi. Nesses locais, são realizadas atividades místicas e culturais, num ambiente de fraternidade. Cada Organismo Afiliado tem seu calendário de reuniões semanais, sendo que a maioria tem atividades aos sábados e domingos.


O senhor entende que, hoje, a AMORC é mais ativa do que na época em que surgiu? Existe alguma diferença entre a atuação da AMORC atual e de, por exemplo, a Rosacruz européia do século 17?
Sem dúvida, a AMORC nos dias de hoje tem uma atuação maior do que na época do seu surgimento, que remonta às escolas de mistérios do antigo Egito, portanto, muito antes do século 17 na Europa, como pensam alguns. Em outros tempos, religiões ou mesmo pessoas eram tidas como detentoras exclusivas do conhecimento, não permitindo a livre expressão e a busca pessoal pela Verdade que os rosacruzes perseguem. Esclarecendo que o ideal rosacruz é imutável, que a estrutura e a forma de ensinar foram sendo adaptadas à evolução das mentes e das consciências. O que antigamente era transmitido só oralmente, hoje é enviado ao endereço pessoal de cada membro através de ensinamentos regulares.


Sempre se fala que existe um tipo de iniciação para pertencer a Rosacruz. Isso é verdade?
Qualquer pessoa pode participar da AMORC? Existem, de fato, ensinamentos "secretos" aos quais as pessoas só podem ter acesso em condições especiais? Como exemplo, cito os exercícios e princípios envolvidos no desenvolvimento das faculdades do "eu" interior, que levam à intensificação da atividade das faculdades de transmissão de idéias e impressões, o que geralmente é conhecido como projeção do pensamento, ligado ao que os cientistas chamam hoje de fenômenos psi.


Para pertencer ou ingressar na Ordem Rosacruz não é necessário qualquer iniciação prévia. Porém, sendo a Ordem Rosacruz uma organização de caráter místico e iniciático, as iniciações são feitas gradativamente, conforme o avanço do estudante.


Qualquer pessoa pode participar da AMORC, independentemente de sexo, religião, cor, profissão, classe social ou grau de cultura. É necessário, porém, que no ato de sua afiliação, o candidato informe as razões que o motivaram a ingressar na Ordem e ser um estudante Rosacruz.
Muitos historiadores e até autores contemporâneos classificam a Ordem Rosacruz como uma sociedade secreta, porém, ela não se considera como tal. Se fosse realmente secreta, seria ocultada, a fim de que o público não soubesse da sua existência. Pelo contrário, a Ordem promove a si mesma através de palestras e vasto material de divulgação. Assim, dizemos que ela não é secreta, mas sim, discreta.


O estudo dos poderes psíquicos faz parte dos ensinamentos da Ordem, como por exemplo a telepatia, telecinesia, radiestesia, clarividência, projeção psíquica, etc. O desenvolvimento desses poderes, porém, não são considerados como critério para a evolução espiritual, sendo atribuída a eles uma importância secundária. Do ponto de vista Rosacruz, o que importa acima de tudo é o despertar das virtudes próprias como a humildade, a generosidade, a tolerância, a auto-estima e outras.


Pessoas de quaisquer religiões podem pertencer à Ordem Rosacruz?
Sim. Na Ordem Rosacruz existem pessoas pertencentes às mais variadas religiões como cristãos, judeus, budistas, etc. Por ser eclética, demonstra tolerância para com todos os credos, bem como não impõe dogmas, dando a cada rosacruz absoluta liberdade quanto aos ensinamentos que lhe são apresentados. Salientamos que, através dos estudos da Ordem, a pessoa consegue compreender melhor o sentido profundo das doutrinas religiosas, e algumas pessoas até acabam voltando a praticar a religião que haviam abandonado antes de entrar para a Ordem Rosacruz.


No site da AMORC está escrito que a missão da Ordem Rosacruz é despertar o potencial interior do ser humano, auxiliando-o em seu desenvolvimento. Que ferramentas são utilizadas para esse despertar e auxílio? De que forma esse trabalho é realizado?
Para auxiliar a despertar o potencial interior do ser humano a Ordem Rosacruz oferece um estudo metódico e gradativo que favorece o amadurecimento harmonioso de todos os planos do ser. A vivência das orientações recebidas, a fidelidade aos ensinamentos, a dedicação e perseverança na busca do ideal direcionado para o Bem, tudo isso faz uma somatória que resulta na melhoria da vida pessoal, no alcance do chamado "Domínio da Vida".


O trabalho é realizado despertando o interesse geral da pessoa para a cultura, o misticismo e, sobretudo, a espiritualidade. Os ensinamentos têm um caráter muito prático e são concebidos de tal forma que podem ser usados de forma concreta e positiva na vida cotidiana.


Em que consistem, exatamente, os aspectos místicos da Ordem Rosacruz?
O misticismo rosacruz consiste no estudo das leis divinas e sua aplicação na vida cotidiana. Um dos aspectos, ou características do autêntico místico rosacruz é de ele viver inserido na sociedade, em contato com o mundo, comportando-se como um ser humano digno desse nome, que cultiva o amor ao próximo e age segundo os mais elevados ideais.


Existem alguns pesquisadores que não concordam com a origem ancestral atribuída à Rosacruz, entendendo que se trata de uma ordem nascida na Europa no século 16 ou 17. O que o senhor tem a dizer sobre isso?
A origem tradicional da AMORC remonta às escolas de mistérios do Antigo Egito. Nessas escolas, místicos esclarecidos reuniam-se para estudar os mistérios do universo, da natureza e do ser humano, daí derivando a expressão Escolas de Mistérios.


Por volta de 1.500 antes da Era Cristã, o Faraó Tutmés III reuniu essas escolas em uma única Ordem regida pelas mesmas normas. Um século depois, Amenhotep IV, mais conhecido pelo nome de Akhenaton, criou um ensinamento único para os membros dessa Ordem, como também a primeira religião monoteísta.


Do Egito, a Ordem estendeu-se à Grécia, graças a Pitágoras; mais tarde à Europa da Idade Média, por meio dos alquimistas e templários. Nos séculos seguintes, pensadores da Renascença e espiritualistas da Idade Moderna promoveram sua expansão, tanto no Oriente quanto no Ocidente. Hoje em dia, a AMORC é a depositária dessa herança cultural e espiritual.


Existe alguma relação entre a Rosacruz e a Maçonaria?
Não. As organizações são totalmente independentes uma da outra e desenvolvem suas atividades separadamente. Como não existe qualquer incompatibilidade entre ambas, existem rosacruzes maçons e Vice-versa.


O senhor poderia falar alguma coisa sobre a Catedral da Alma?
Catedral da Alma foi uma definição dada pelo primeiro presidente da Ordem Rosacruz, H. Spencer Lewis, para simbolizar um lugar ideal em que a consciência poderia penetrar em seus momentos de elevação espiritual. Cada um pode idealizar o seu lugar que lhe dê paz para, em seus momentos de quietude, encontrar a serenidade em contato com seu Eu interior.


Como a AMORC se sustenta?
Todos os países do mundo reconhecem a Ordem Rosacruz como uma organização sem fins lucrativos; portanto, ela não tem caráter comercial. Como toda associação fraternal ou cultural, a Ordem deve prover suas necessidades e assim o faz graças à contribuição de seus membros. As lições não são vendidas, e as contribuições individuais cobrem custos como de correio, impressos, informática, etc.


Como a Ordem Rosacruz encara as verdades e conhecimentos provenientes de outras fontes que não a própria Rosacruz? Qual a sua relação com os ensinamentos fornecidos pelas diferentes religiões, posturas místicas e filosóficas existentes no mundo?
A Ordem Rosacruz considera que ninguém, nenhuma organização religiosa ou mística, é detentora absoluta da verdade. Por isso os membros são considerados os eternos buscadores da Verdade.


Com relação aos ensinamentos fornecidos pelas diferentes religiões, considerando o interesse de cada pela espiritualidade, os rosacruzes profundo respeito pelos livros sagrados, quer seja a Bíblia, o Alcorão, Baghâvad Gita, os Upanishads ou qualquer outro. Muitos membros fazem dessas obras uma fonte de estudo pessoal, o que é um conhecimento muito enriquecedor.


O que o senhor pensa das atividades da chamada Nova Era, como as terapias alternativas e as religiões ligadas à natureza?
Consideramos a expressão Nova Era mais como um modismo do que uma corrente de pensamento propriamente dita. Muitos movimentos, inclusive, surgiram para fazer do esoterismo uma fonte de lucros. Reconhecemos o valor de algumas terapias alternativas, como também das religiões ligadas à natureza que oferecem um trabalho eficiente, sobretudo aos dependentes químicos e/ou pessoas marginalizadas.


Qual é a postura da Ordem Rosacruz com relação aos fenômenos OVNI e a possibilidade de que seres extraterrestres estejam atuando em nosso planeta?
A Ordem Rosacruz não tem uma posição oficial sobre a questão dos extraterrestres, uma vez que o tema não faz parte de seus ensinamentos até o momento. Estamos convencidos que, além do planeta Terra, existem outras humanidades que povoam o universo, tanto mais como menos evoluídas do que a nossa civilização terrena. Apesar do tema ter sido amplamente explorado pela ficção, trata-se de um grande enigma, inclusive para os pesquisadores. Apesar do fato de não termos ainda uma confirmação efetiva da existência de extraterrestres e de OVNIS, acreditamos que nem todos os numerosos relatos de OVNIs sejam falsos ou fantasiosos, apesar da grande especulação sobre o assunto.



Notas

Notas: Para Saber Mais: www.amorc.org.br
Rua Nicarágua, 2620 Curitiba - PR - CEP 82515-260
Caixa Postal 4450 82501-970
Fone: (41) 351-3000

Índice deste setor do site



Nota de Euro Oscar

Postado por: Admin (o próprio Wagner Borges) em sexta, 31 de Outubro de 2003 às 13:01, no seu site www.ippb.org.br

Fonte

www.ippb.org.br - Wagner Borges concedeu-me, muito gentilmente, permissão específica para eu aqui aproveitar os interessantes e úteis materiais do seu amplo site. Wagner Borges, além de ter programas no rádio é conferencista de renome internacional, na área da espiritualidade, paranormalidade e metafísica em geral, proporcionando uma visão abalizada e holística aos interessados. Seu Instituto, o IPPB, ministra excelentes cursos. Muito obrigado ao Wagner pela sua valiosa colaboração.

Retribuição e autorização pública

Wagner Borges não me pediu, porém tem a minha permissão, caso assim queira, para aproveitar no seu site (www.ippb.org.br) qualquer material de minha autoria contido neste site (www.eurooscar.com), a saber: minhas poesias, charadas, palavras cruzadas e textos.
Euro Oscar




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site