REVISTA AMALUZ - 1

O CORPO ESTÁ NO ESPÍRITO
OU O ESPÍRITO NO CORPO?

BASHAR, ATRAVÉS DE DARRYL ANKA
22 de agosto de 1997

Darryl Anka - 7210 Jordon Ave. - Suite B53
Canoga Park - CA 92303
Fone (818) 887-5743

Iniciamos esta transmissão neste dia de seu tempo com a subseqüente idéia de consciência. A idéia agora é que ainda está ocorrendo em seu planeta, do modo que o percebemos, muita controvérsia sobre a idéia de consciência. De onde ela vem? Seu cérebro físico está produzindo sua mente consciente, ou sua consciência existe antes de seu cérebro físico?


Segundo nosso ponto-de-vista, é mais válida esta última idéia, a de que há uma consciência que existe antes da idéia da manifestação física. Muitas coisas que vocês criam com sua tecnologia em seu planeta lhes dá, de certo modo, um inndício que reflete que isso é assim. Por exemplo, vocês têm em sua tecnologia o meio a que chamam filme; vocês também têm o meio a que chamam fita eletromagnética. Se dedicarem alguns momentos para examinar esses meios tecnológicos, vocês compreenderão que cada um deles é um meio de gravação que permite que uma expressão seja percebida, transmitida e comunicada. Mas as imagens no filme e a voz na fita não são a imagem nem a voz originais; são meios de gravação que permitem a transmissão e o armazenamento das informações.


Portanto vocês sabem instintivamente e de maneira inata que as imagens das pessoas no filme não são pessoas reais mas, em certo sentido, pessoas acima, além e fora do filme. Mesmo assim o filme apresenta o que vocês chamariam uma representação semelhante à vida e permite que um meio de comunicação transmita as informações — coisas que as pessoas podem ter feito, coisas que as pessoas podem ter dito. Do mesmo modo o corpo e o cérebro físicos são como tal meio: uma gravação, um armazenamento e um meio de transmissão que permitem a expressão da consciência em termos físicos.


O cérebro físico não está criando a consciência. Contudo, ele está criando um tipo de expressão da consciência, porque qualquer coisa que se manifeste na fisicalidade deve ter uma contraparte, um processo ou função correspondentes que representem o que está ocorrendo.


Até certo ponto é isso o que está causando confusão entre seus cientistas. Eles vêem as atividades eletroquímicas e eletromagnéticas do cérebro e dizem: "Será que esses efeitos eletroquímicos e eletromagnéticos podem ser responsáveis pela idéia da criação da consciência?"


A resposta é não, mas esses efeitos eletroquímicos e eletromagnéticos no cérebro são responsáveis por criar o ambiente, a atmosfera, o campo eletromagnoetérico e o campo eletrobioquímico através do que a consciência pode expressar-se e sem o que a consciência não seria capaz de expressar-se no meio físico — pelo menos não até o mesmo ponto que vocês a compreendem agora e não até o mesmo grau de precisão e/ou clareza.


Assim, enquanto o cérebro está criando um tipo de eco de ressonância do que a consciência tem em mente (e nesse sentido ele está criando um nível de apresentação da consciência), ele não está criando a consciência original. Nesse sentido o cérebro é um meio de gravação, armazenamento e transmissão.


Do mesmo modo que em seu filme e sua fita, vocês sabem que o que está no filme ou na fita, aquilo que vem através do cérebro origina-se muito além e acima do que está real e fisicamente ali. Essa é a natureza de como funciona a realidade física — realmente apenas como um instrumento de transmissão, intermediário — um meio de gravação, armazenamento e transmissão para a consciência que opta por expressar a si mesma nessa modalidade particular.


Isso se estende mesmo para além de sua forma fisicalizada (seu corpo, como vocês dizem) naquilo que vocês chamam seu campo eletromagnoetérico — eletromagnético ou eletromanoetérico, seja qual for o termo que vocês desejem usar. (Existem algumas diferenças de definição sutis, mas para as finalidades desta conversa os termos serão equivalentes.) Esse campo em torno de seu corpo que se estende para bem além de seu corpo é aquilo a que alguns de vocês chamam de aura. A aura é realmente uma combinação de muitos campos de ressonância diferentes, mas é o campo eletromagnoetérico em particular. Esse é um dos primeiros níveis em que a consciência se expressa quando se decide por tornar-se fisicamente materializada.


A consciência, quando decide experienciar a si mesma e se expressar como um ser físico, criará primeiramente a idéia de um campo eletromagnético — é a isso que vocês chamam espírito, corpo etérico ou corpo astral. Embora esteja um pouco acima, (o campo) etérico ou eletromagnético é a consciência se expressando a si mesma pela primeira vez na materialidade física. É como a idéia do vapor se transformando em água líquida, diminuindo sua taxa vibracional e então passando de água líquida (energia ou espírito eletromagnético dentro da fisicalidade) para gelo. Ela se solidifica na idéia da densidade física ou da materialidade, mas o primeiro nível (o nível eletromagnético, o nível eletromagnoetérico) é espírito. É sua consciência se expressando a si mesma como espírito. E por ser este o nível mais amplo, o primeiro nível antes da densificação física, ele é maior que seu corpo porque seu corpo está em seu espírito. Seu espírito não está no seu corpo. Sua aura física, seu campo eletromagnético, são maiores que seu corpo porque essa é uma idéia maior de vocês. Do mesmo modo que o fluxo da água é mais livre, o vapor pode estender-se muito mais do que o gelo.


A idéia é a de que o espírito, o campo eletromagnético, contém o corpo. Uma vez tendo criado o campo eletromagnético, o parâmetro ou o diâmetro permanecem. Então, no centro do corpo ele se cristaliza, se adensa a partir desse campo. Quando o corpo se adensa, ele ainda tem em torno de si o campo de energia mais refinada, menos densa, e isso é seu ser-espírito. Então seu espírito se estende para além de seu corpo físico, e é através desse campo eletromagnoetérico que vocês assimilam todas as vibrações sutis de comunicação que ocorrem entre todos telepaticamente.


Existem níveis refinados. O nível imediato, o nível mais denso da forma espiritual anterior à fisicalidade, realmente se estende de seu corpo apenas alguns centímetros ou alguns metros, dependendo de seu nível de energia. Mas existe um nível muito refinado desse campo eletromagnético que é sua consciência, que realmente cobre ou circunda todo seu planeta e abarca a todos.


Portanto todos os seus campos são interligados; é isso o que permite uma comunicação telepática com o campo eletromagnoetérico. É assim que vocês usam o mecanismo para criar sua realidade de massa em comum acordo de modo que possam experienciar o mesmo tipo de jogo, genericamente falando, com todos os outros. É óbvio que existe um nível em sua consciência acima e além, onde vocês são todos um, onde vocês estão se comunicando instantaneamente uns com os outros. Porém tudo o que é feito em um nível superior também tem sua contraparte fisiológica até certo ponto. Portanto o campo eletromagnoetérico que interpenetra o campo eletromagnoetérico de todas as outras pessoas é o nível que reflete e exemplifica, que representa em termos físicos a conexão instantânea que todos vocês têm nos níveis superiores além do físico. São como bolhas, bolhas, muitas bolhas — todas interligadas, todas conectadas, todas contendo umas às outras — todas se interpenetrando, ressoando, vibrando juntas mesmo quando vocês estão vibrando em sua própria freqüência única.


Vocês também têm uma freqüência de consenso de massa que permite que fiquem em contato. É claro que alguns de vocês não ficam. Essas são as pessoas a quem vocês geralmente chamam de insanas. Isso não quer dizer que elas não estejam percebendo uma realidade exatamente tão real quanto a de vocês, mas elas podem não estar se ligando na realidade do consenso de massa exatamente agora por uma ou outra razão. Isso não significa que estejam experienciando algo menos real do que vocês experienciam; elas apenas não estão caminhando junto com a multidão.


Lembrem-se, a realidade física é um meio — um meio de gravação, armazenamento e transmissão — e um espelho que reflete o que está ocorrendo dentro de vocês, o que vocês estão transmitindo, o que estão tentando comunicar tanto para si quanto para outros. Ela sempre pode ser usada como um espelho que reflete com perfeição para determinar que tipo de realidade vocês estão criando baseados em que tipos de definições e sistemas de crenças a que vocês se apegam como sendo verdadeiros, que dão origem à freqüência vibratória que lhes permite experienciar a realidade que vocês criam.


Agradecemos por permitirem que compartilhemos com vocês esta noção e esta perspectiva neste dia de seu tempo, esta breve idéia de expressão da consciência. E em troca pela dádiva que estão oferecendo a nossa civilização, nós perguntamos agora de que modo podemos, eu e meu mundo, servi-los?


Você pode me examinar e dizer-me se tive uma vida passada na história do antigo Egito?


A maioria de vocês teve. Por que esse seu interesse neste momento?


Um médium falou-me sobre isso e isso me pareceu interessante porque nós acabávamos de realizar uma sessão de visão remota [remote-viewing] sobre a Esfinge à qual eu queria questionar.


Prossigamos com a idéia da Esfinge, e então nós talvez utilizemos quaisquer conexões que vocês estejam fazendo com qualquer assim chamada vida passada nos tempos egípcios. Qualquer dessas conexões estão sendo feitas a partir do presente, pois todas as vidas são simultâneas, e é com o propósito de colocá-las em uso que estas conexões estão sendo feitas. Portanto, vamos direto ao ponto de aplicação da razão de que vocês estão fazendo a conexão com aquele período de tempo mais do que habitando no passado.


É a quinta densidade da Esfinge?


Existe um componente de quinta densidade nela, mas obviamente é também uma estrutura de terceira densidade.


Ela realmente foi criada em nosso tempo ou não havia ainda sido criada em nosso tempo?


Em certo sentido existe um componente dessa construção segundo o qual isso é verdade. Contudo, como dissemos em nosso monólogo de abertura, tudo que está em cima tem uma contraparte embaixo. Especificamente por este fato você vai achar que a criação da assim chamada Esfinge e a de algumas das antigas pirâmides, considerando que elas realmente têm contrapartes energéticas ou domínios de dimensão superior, obviamente também foram designadas a ter contrapartes fisiológicas em sua Terra — de modo que um elo e uma ponte pudessem ser formados, podendo assim agir como condutores de seu mundo para ressonâncias e freqüências de dimensão superior. Não estivesse a fisicalidade ali, não fosse a representação física também criada, então você não iria necessariamente achar tão fácil estabelecer o elo com as dimensões superiores através das estruturas que existem em seu planeta. Portanto, embora muitas energias superiores fossem invocadas em sua criação, obviamente, a idéia da realidade de terceira densidade também foi envolvida ou você não poderia estar vendo uma estrutura.


Quando ela foi construída?


Aproximadamente no ano que vocês chamam de 10.400 a.C.


E existe um portal que utiliza vibração não-linear, uma vibração muito específica para uma porta ou portal transformacional?


Sim.


Você pode esclarecer-nos com alguma outra informação sobre como usá-la?


Como usá-la é equivalente em efeito a aprender a serem vocês mesmos, pois quando estão no seu ser total, então sua freqüência está no mais alto nível ressonante em que é possível estar. A Esfinge e muitas outras estruturas criadas em seus tempos antigos são ligadas àqueles níveis ressonantes de alta freqüência de modo que quando els reconhecem um nível de freqüência semelhante sendo refletido de volta para eles, eles se abrem automaticamente. Eles estão ligados a altos níveis de ressonância.


Você pode dizer de que modo eles se abririam?


Existe uma variedade de modos pelos quais eles se abrirão. Existem realmente portais físicos que se abrem quando reconhecem a freqüência correta que conduz a câmeras subterrâneas que muitos de vocês começaram agora a perceber que existem mas em que não entraram ainda fisicamente. Existem também portais dimensionais, e a idéia ainda é simplesmente a de que eles estão ligados a certas freqüências. Quando eles estão em proximidade com essas freqüências — ou, mais precisamente, quando alguém dessa freqüência está na proximidade desse portal — ele se abre. Ora, os seres não-físicos irão permitir que tais pessoas que estão forçando tais portais sejam subitamente capazes de ver as outras dimensões. Elas podem ver coisas que outras pessoas que estão poucos metros adiante não verão, porque o portal estará orientado para sua visão e sua freqüência. Elas podem literalmente ver muitas coisas que existem em outros domínios dimensionais; esse é um modo pelo qual se pode abrir esses portais interdimensionais.


Os portais dimensionais só podem também se abrir de um modo similar, embora seja mais provável que se o portal físico se abre, as pessoas na vizinhança geral irão muito provavelmente ser capazes de ver isso. Percebe?


Sim. Precisaríamos realmente nós, sendo seres tridimensionais, estar na presença física da Esfinge do Egito?


Por ora, sim, a maioria de vocês precisariam.


E quanto a acessar o compartimento onde a orbe e os portais realmente estão, aos quais não é permitido o acesso ao público?


Em termos do que vocês chamam de acesso astral, todos vocês têm a capacidade de fazer isso. Mas a idéia de que cabe a vocês determinar quando terão a capacidade em geral de permitir a si mesmos estarem conscientes dessa experiência, desse acesso, quando vocês o fariam astralmente? Muitos de vocês podem fazer isso astralmente embora não possam permitir a si mesmos lembrar-se de que o fizeram. Mas todos vocês têm o potencial agora quando por assim dizer "deixarem" seus corpos. Todos vocês têm essa capacidade.


Muitos de vocês realmente tiveram a experiência de visitar esses portais e penetrar através deles, de ir até às câmaras, vendo o que está lá. Mas por diversas razões (uma delas pode ser a de que muitos de vocês ainda acreditem na realidade de consenso), muitos de vocês optam por esquecer que estiveram lá embora retenham o ímpeto, o direcionamento, para descobrir o que está ali. Então às vezes esse ímpeto, essa orientação, essa curiosidade de descobrir o que está ali, realmente vêm de ter estado lá mas não se lembrar. Desse modo vocês dão a si mesmos a oportunidade de trazer isso para a Terra, por assim dizer, por saber que há algo importante para encontrar ali, criando então uma série de circunstâncias físicas que realmente trariam à tona a descoberta em termos físicos e então revelá-lo para o mundo físico, que então completaria o circuito do mais alto até o mais baixo. Compreende isso?


Sim. Agora, existe realmente uma orbe mecânica interior?


Sim.


E sua forma é triangular?


Não.


Você pode nos fornecer mais alguma informação sobre qual o propósito do orbe? O que nos ficou da sessão foi que existe nela realmente uma consciência!


Há uma consciência em tudo. Tudo é consciência.


Que foi inteiramente despertada mas perdeu a motivação.


Essa poderia ser uma maneira eufemística de dizer que ela reconhece que está para ser ativada, mas também reconhece que a massa crítica sobre seu planeta não foi atingida por ainda estar preocupada com a total ativação.


Ele também disse que os visuais eram dependentes de frequências intersectadas específicas vibrando a uma velocidade ou a um nível incomuns, sem ser visto.


Sim, mas esse é simplesmente um modo técnico de dizer que quando as freqüências certas estão presentes, eles irão de imediato saber o que fazer e farão com que as coisas aconteçam automaticamente. Vocês não têm que pensar nisso em termos técnicos: "Vejamos, a freqüência certa está aqui ou ali?"


Pode ser feito desse modo, mas do nosso ponto-de-vista esse é o modo mais difícil e retrógrado. Isso é tentar colocar cada componente único, cada detalhe único, no lugar apropriado primeiro em vez de simplesmente deixar o acontecimento orquestrar-se automaticamente sendo a freqüência geral correta e saber que todas as peças irão automaticamente cair no lugar certo quando reconhecerem que o tema geral foi executado.


Aproveitamos esta oportunidade para agradecer a todos vocês por permitir que esta conexão fosse feita através desse portal e dessa maneira neste tempo. A cada vez que vocês permitem à nossa civilização constituir uma ponte, formar um elo através desta modalidade telepática com sua civilização e permitem que essa comunicação venha através desse meio particular, dessa janela, deste portal, nós então ganhamos experiência através de cada um de vocês, através de nossa interação com cada um, essas variadas perspectivas de criação; e essa interação permite-nos experienciar a expansão de todos os modos diferentes pelos quais o infinito pode expressar-se. Portanto nós lhes agradecemos por essa dádiva engrandecedora.

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site