REVISTA AMALUZ - 15



SERÁ QUE AS "MUDANÇAS TERRESTRES"
PODEM SER MODIFICADAS? - 1

POR CHRISTAN HUMMEL

Christan Hummel -
Earth Transitions 4603 Twin Haven,
Oceanside, CA 92057 - Fone: (760) 722-5555
http://www.earthtransitions.com

Obs. de E.O.:
Dividi o texto em 2 partes, para a INTERNET


PARTE 1

Muito poucos podem negar que estamos vivendo numa emocionante época de mudanças. O novo Milênio está se aproximando e, com ele, tantos pensamentos de esperança, à medida que nos preparamos para acolher uma nova era, como alguns medos em relação a essa mudança. É chegada a hora das predições apocalípticas profetizadas pela Bíblia e pela maioria das principais religiões do mundo? O panorama Y2K (ano 2000) aponta no horizonte com um potencial devastador de reformulação total da civilização moderna que conhecemos. Os avisos mandados pelo colapso econômico global, previsto há muito tempo, poderão muito bem se mostrar verdadeiros no correr deste ano. O meio ambiente está por um fio. A guerra nuclear ainda existe como ameaça à sociedade, juntamente com seu novo ramo, a guerra biológica. Tempestades violentas e mudanças nos padrões de clima, explosões solares, flutuações magnéticas continuam a nos lembrar de como nossa Terra é viva e dinâmica, e de como nossa sobrevivência depende dela.


Muitos de nós há muito esperam esta época. Alguns sabem que esta época da história da Terra é exatamente a razão pela qual viemos para cá. Neste período da Transição da Terra, as vibrações de todo o planeta estão sendo aceleradas a uma freqüência mais elevada. Teremos oportunidade de testemunhar o renascimento de uma civilização, tomando uma nova forma de consciência. Mas a pergunta na cabeça de muita gente é se essas predições devastadoras de "mudanças na Terra" não poderiam elas mesmas ser modificadas? Pode esse nascimento numa nova dimensão de consciência ser repleto de graça e tranqüilidade, alegria, expansão e amor? Ou estamos fadados a experienciar as predições cataclísmicas dos profetas desde Cayce até os indígenas norte-americanos hopi?


Terremotos, ondas de maré, mudanças de pólo, campos magnéticos que se alteram, derretimento das calotas polares, colapso de governos — a lista de profecias é vasta e longa demais para ser esgotada, e a esta altura sabemos tudo isso de cor. A questão é: precisa acontecer dessa forma? Está gravado em pedra, ou a Mãe nos proporcionou outro modo de atravessar esta transição?


Claro que todos temos nossas opiniões sobre o assunto e, em última análise, só podemos dar uma opinião, pois poucos dentre nós se lembram da última vez em que o planeta passou por um renascimento como este. E mesmo aqueles que talvez se lembrem, estão se fiando no que aconteceu no passado para profetizar o futuro. Um futuro que é totalmente único em si mesmo e que não possui precedente exato. De todos os bilhões de nascimentos de crianças experienciados pela raça humana, poderemos, mesmo agora, com toda nossa tecnologia avançada, prever com exatidão quando, onde e como será a entrada de uma nova criança no mundo? Como então poderemos ser tão atrevidos a ponto de supor sermos capazes de, com qualquer grau de exatidão, predizer o novo nascimento de nossa Mãe e as circunstâncias que o cercam?


Embora eu não possua a capacidade de ver o futuro, realmente sinto em meu coração, que SIM, a intensidade, severidade e mesmo plena possibilidade das Mudanças da Terra profetizadas PODEM ser mudadas!


Algumas pessoas não querem nem ouvir falar disso. Muitos de nós se aferraram a nosso conceito do fim da sociedade moderna, os alimentos estocados no porão, os abrigos comunitários, as hortas de sobrevivência, etc. Temos um "investimento" subconsciente nesse quadro, bem como certa necessidade de arremate em relação ao passado. "E então, a velha tradição finalmente se acabou!" Nada como uma onda de maré e uma mudança de pólo para realmente nos avisar que a Nova Era chegou. Sem hesitar incluo-me nesse grupo, pois tive de me desprender de meu apego à dramaticidade das coisas espetaculares. Substitui meu apego ao quadro dos "Dias Finais" pela emoção, maravilhamento e alegria encontrados no miraculoso. Posso dizer que estou realmente emocionada de ver o que fará nossa Mãe, pois ela me mostrou ser capaz de virtualmente qualquer coisa. Suas capacidades excedem nossa própria imaginação.


Fui abençoada ao testemunhar certos poderes e milagres impressionantes de nossa Mãe — que pode mudar quando e como bem entender. Testemunhei-a me demonstrando o impossível e o miraculoso tantas vezes que, a esta altura, isso parece lugar comum. Sinto, sem qualquer dúvida, em meu coração, que nossa Mãe PODE passar por essas mudanças com graça, alegria e tranqüilidade. O que me emociona é que Ela está nos dando as oportunidades de ajudá-la a fazer isso acontecer! Provavelmente, a situação se parece muito àquela de uma criança pequena querendo ajudar a mãe na cozinha, recebendo alguma tarefa capaz de realizar para que possa participar. Mas estou tão grata por termos recebido essa oportunidade.


Uma forma que a Mãe Terra nos deu de participar desta sua Transformação foi testemunhar mudanças ambientais. Para mim, isso teve início em janeiro de 1997, quando trabalhei com as ferramentas do homem chamado Slim Spurling. Eles vinham utilizando essas ferramentas, baseadas em tecnologia de ponta, com efeitos incríveis sobre pessoas e o meio ambiente. (veja o meu site: para mais informações sobre essas ferramentas). Presenciamos muitos acontecimentos milagrosos com essas ferramentas, mas o que mais me interessou foram as aplicações ao meio ambiente. Por meio de som e geometria sagrada, um dispositivo chamado "harmonizador" conseguiu remover, em testes realizados, a poluição de Denver, Cairo e Cidade do México.


Quando fiquei sabendo disso, formamos um grupo em nossa área para ver se conseguíamos reproduzir os resultados. Descobrimos que durante aquele período de oito meses em que usamos os harmonizadores, os níveis de poluição de nossa área atingiram a seu nível mais baixo em 42 anos! Claro que o governo tentou levar o crédito pelas reduções, alegando serem conseqüência de carros mais eficientes em termos de combustível, mas durante um período de teste de um mês, de meados de janeiro a meados de fevereiro de 1998, não usamos os harmonizadores e observamos com surpresa os níveis de fumaça aumentarem novamente, atingindo seus níveis anteriores!


Depois de trabalhar com os harmonizadores em várias outras cidades e observar resultados semelhantes, convenci-me de que esta realidade tridimensional poderia ser influenciada de formas que eu nunca concebera. Nosso passo seguinte se deu quando começaram a nos mostrar como trabalhar com os harmonizadores usando as forças da natureza, os Devas. Em certa ocasião, no Mar Salton (lago de água salgada localizado no Vale Imperial, sudeste da Califórnia), a poluição atmosférica era tanta que não conseguíamos enxergar as montanhas a apenas 16 quilômetros do outro lado do Mar. Usamos o harmonizador e pedimos ao deva do Mar Salton que fizesse o favor de pegar a forma-pensamento do harmonizador e as freqüências da fita tocada e reproduzi-las. Em dez minutos, vimos a poluição se dispersar na frente da montanha diante de nossos olhos!


Durante nossa permanência lá, em 23 de janeiro de 1998, também trabalhamos com os devas para realizar uma remoção da tensão geopática da área. (Veja o artigo na AMALUZ/62 "Trabalhando com os Devas para Sanar a Tensão Geopática.") Isso levou cerca de 30 minutos. Ofertamos ao Deva algumas águas sagradas que tinham sido colhidas no mundo todo e lhe pedimos para usar aquelas vibrações para ajudar a remediar a condição do Mar. Naquela época, a situação era tão desesperadora, que não apenas pássaros e peixes estavam morrendo, como também gente. Milhares de peixes mortos se espalhavam pela praia do Mar. A água apresentava uma coloração marrom escura por causa do esgoto que o governo mexicano estava jogando no Mar. Estava tão sujo que se podia sentir o mau cheiro putrefato a cerca de 16 quilômetros de distância.


O Deva de lá nos disse para "não nos preocupar e voltar depois de umas duas semanas." A meu ver, parecia impossível haver uma melhoria naquela situação medonha em apenas duas semanas. Estávamos muito ocupados naquela época e só retornamos em março. O que vimos foi incrível. O Mar não tinha cheiro algum, não havia peixes mortos e a água estava tão límpida que se podia ver as pedras no fundo. Também vimos inúmeras espécies de pássaros numa época em que eles deveriam estar migrando para o norte. Tudo aquilo em conseqüência da realização, de nossa parte, de um processo de apenas 30 minutos. Que poderes rejuvenescedores a Natureza guarda!


Quando perguntamos aos moradores locais se fora tomada alguma medida para limpar o Mar Salton, descobrimos que um projeto de milhões de dólares que fora proposto estava às voltas com as leis. Então nenhuma medida externa fora tomada nos dois meses desde que lá estivéramos pela última vez Uns dois meses depois, um amigo voltou de um acampamento na área e a descreveu como "prístina." Era difícil acreditar nisso, mas quando sobrevoei o Mar de avião uma semana depois, vi por mim mesma que a água estava de fato azul e que não havia NENHUMA fumaça nem poluição em parte alguma.


Isso realmente começou a mudar minhas idéias sobre o que poderia acontecer quando passássemos a trabalhar em cooperação com a Natureza. Durante anos, eu tivera convicção nas restrições impostas pelo mundo tridimensional e as considerava a Verdade de nossos limites. Com esse acontecimento, adquiri um conhecimento, baseado na experiência, de que QUALQUER COISA é possível quando se trabalha com a Mãe.


Este mundo tridimensional não é mais real que um sonho. E estamos aprendendo a ser sonhadores conscientes capazes de MUDAR O SONHO que sonhamos. Não foi isso que todos os Mestres disseram? Quando os apóstolos se referiram aos milagres realizados por Jesus, Ele replicou que "estas coisas e outras mais vocês também farão." Quando perguntaram a Sai Baba como ele realiza seus muitos milagres, Ele afirmou: "Simplesmente penso nele e ele acontece."


Os milagres, como conceito, não eram para mim algo fora do comum, e foi provavelmente por isso que quando ouvi falar dos milagres de Sai Baba, não fiquei impressionada. O Próprio Sai Baba se refere a eles meramente como seu "cartão de visitas." Algo para chamar sua atenção, fazendo-os perceber que este mundo que imaginamos tão real é, de fato, um sonho. Mas Sai Baba e outros Seres e Mestres iluminados pareciam estar numa categoria diferente da minha. Eu não conseguia pensar no que eles eram capazes de fazer e imaginar que poderia fazer o mesmo. Mas o que nos mostraram é que somos capazes de coisas inacreditáveis quando trabalhamos com a força de Deus dentro de nós, e com nosso Deus Mãe/Pai.


À medida que continuávamos nosso trabalho com os Devas e a purificação geopática, mostraram-nos como livrar cidades inteiras dessa tensão perniciosa que estava sendo absorvida pela Terra. Descobrimos algumas correlações incríveis quando as áreas eram purificadas dessa tensão. A primeira coisa que notamos foi que tempestades violentas pareciam ser atraídas a essas zonas de muita tensão. Em 26 de fevereiro de 1998, depois de sermos castigados por sete das piores tempestades da história da Califórnia, começamos a ligar novamente os harmonizadores. (Eles estavam desligados como parte de um experimento de um mês. Durante oito meses antes disso, os harmonizadores estiveram operando e mais de sete grandes tempestades vindo em nossa direção foram dissipadas. Os meteorologistas ficaram confusos com esse fato e estavam chamando El Nino de "El No No" porque nenhuma das tempestades que haviam previsto ocorreu em nossa área.)


Sabendo que era necessário algum tempo para que a rede de harmonizadores fosse novamente ativada e com outra grande tempestade a caminho, um grupo de cinco de nós decidiu ver o que poderíamos fazer ao remover a tensão geopática das cidades ao longo da costa. Em dois dias purificamos a maior parte das cidades costeiras e a tempestade que deveria cair nunca se materializou. Outra tempestade estava a caminho, e ela também não ocorreu. Ao todo, durante um período de um mês, previu-se que mais de sete tempestades atingiriam nossa costa, mas tivemos somente 1/10 de polegada de chuva ao todo. Isso marcou o fim das tempestades do El Nino em nossa área.


Outra correlação que notamos foi entre tensão geopática e atividade sísmica. Num experimento que realizamos em janeiro de 1998, fomos orientados a ir a uma área de intensa atividade sísmica na região dos Lagos Mammoth, chamada Long Valley Caldera. Durante dois meses a região vinha tendo entre 300-400 terremotos por dia na faixa de 2,5 a 3,5! Mostraram-nos como fazer uma purificação geopática com a assistência dos devas da área. Era uma área de cerca de 130 quilômetros de comprimento por 65 quilômetros de largura chamada Floresta Nacional Inyo. Depois da purificação, fomos para casa.

Parte 2

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site