REVISTA AMALUZ - 30



AS LEIS UNIVERSAIS
DO AMOR - 1


KUTHUMI, ATRAVÉS DE CAROL SYDNEY


Obs. de E.O.:
Dividi o texto em 2 partes, para a INTERNET


Canalização espiritual,
em 15 de janeiro de 1999.

Saudações, meus queridos, e bem-vindos a nosso ensinamento de hoje. Muitos de vocês têm feito perguntas sobre a transição para dimensões mais elevadas. É um desafio estar vivendo na terceira dimensão neste tempo de transição planetária. Embora seu ADN tenha sido ativado, muitos ainda têm alguns pontos de confusão sobre por que o amor que oferecem aos outros não está sendo recebido, por que não estão em sua abundância e por que ainda se sentem sozinhos, às vezes. Seus corpos emocionais, embora bem desenvolvidos, ainda estão incompletos, e é hora de trazer de volta para vocês alguns dos aspectos de quem vocês são em sua divina consciência, para seu próprio benefício e, em última análise, para benefício de todos.

Muitos de vocês com amigos que ainda estão por trás do véu, desejam ensiná-los ou trazê-los para dentro da nova felicidade com vocês. Isso é possível, mas só se eles quiserem vir. Quando pensarem nas imensas possibilidades que esperam por vocês, naturalmente desejarão compartilhá-las com aqueles que amam. É surpreendente para vocês que despertaram, saber que outros ainda escolhem o medo e a falta, e certamente é surpreendente para nós, também! Não fiquem muito tempo em confusão tentando entender aquilo que até nós temos dificuldade de compreender!

Muitas pessoas que vocês conhecem ainda estão presos à antiga hierarquia. Às vezes uma parte de vocês também está presa lá, com eles. Quando vocês se movimentam para seu lugar de felicidade, o tecido de dimensões mais elevadas, automaticamente desejam que outros se reúnam a vocês nessa felicidade. Isso não provém do medo, mas de uma preocupação natural e amorosa pelo bem-estar dos outros. Mas, quando vocês continuam dando amor àqueles que simplesmente o recusam, vocês são puxados para seu medo com eles. Na verdade, vocês realmente perderam partes de si mesmos que agora é tempo de pegar de volta.

Vou explicar-lhes como recuperar essas partes de si mesmos e colocá-las em um lugar mais feliz. Há uma mudança global e a correspondente onda de transformação que permitirá que aqueles de vocês que escolheram ser livres do medo, se movam inteiramente adiante, em sua alegria. Muitos de vocês que já passaram por sua transição para os estados mais elevados, compreenderão isso. Ouçam, por favor, o seguinte exemplo, para compreender que parte de vocês ainda precisa participar do processo.

Imaginem-se de pé dentro de um grande círculo, com seus amigos ou pessoas queridas. Depois, imaginem-se recebendo amor do mais puro e mais elevado lugar na Fonte, um amor que a fonte dá tanto para vocês como para o seu amigo. Dessa forma, haveria amor suficiente para vocês dois, e cada um de vocês experienciaria um sentimento de compartilhamento e de estar juntos. Sentindo a verdade disso, vocês então dão amor a seu companheiro ou à pessoa querida, com o coração mais puro possível, querendo apenas que eles sejam abençoados.

Os que recebem seu amor, no círculo com vocês, também recebem amor da Fonte para si mesmos e mais para dar a vocês. Mas, em vez de dar a vocês esse amor divino, eles o acumulam, bloqueando o próprio fluxo de amor através deles, da Fonte para vocês. O amor que eles receberam para ser dado a vocês foi confiado a eles pela Fonte e era destinado a ser compartilhado. Era idéia da fonte que todos vocês compartilhassem igualmente esse amor, todos os seres conhecendo o amor da Fonte e de cada um. Isso seria unidade e consciência da Fonte compartilhados por todos em amorosa união de unicidade.

Porque nem todos em torno de vocês desejam compartilhar, vocês começam a perceber brechas nesse compartilhar de amor entre indivíduos. Na verdade, começam a perceber um sentimento de solidão e de abandono. Embora ainda estejam recebendo amor da Fonte (e sempre receberão), se sentem sozinhos quando em companhia de seus amigos porque eles não os amam com a mesma inocência com que vocês os amam. Eles bloquearam o fluxo do amor da Fonte, ao ficar com medo de passá-lo adiante.

Eles acham que ao estocar o amor em vez de compartilhá-lo, não terão mais tanto medo da solidão no futuro. Eles falsamente acreditam ser Deus em seus próprios egos, atribuindo aos mesmos decidir quem deve receber amor e quem não deve. O que não sabem é que já agiram em resposta ao medo e se separaram da Fonte. Além disso, eles também se separaram de vocês.

Esses amigos seus, agora se sentindo apartados e solitários, começam a acusá-los por seus sentimentos de solidão. Muitos deles também culpam Deus. Esses agora presos nessa garra de medo e culpa ainda detêm o amor que a Fonte lhes deu como penhor. Esse amor, que sempre fora destinado a ser passado a vocês, é agora mantido longe de vocês por aqueles que têm medo. No círculo no qual vocês estão com seus entes queridos é como se eles tivessem tomado a dádiva de amor que vocês lhes deram, e sairam fora do círculo com ele, deixando vocês ali sozinhos. É normal sentir-se perdido e zangado com isso.

Quando estavam no grande círculo com seus amigos, amando-os com o coração mais puro possível, vocês nem pensaram sobre que partes de si mesmos estavam sendo dadas a eles. Vocês acreditaram que seus amigos as dariam a vocês, embora eles freqüentemente não tenham dado. Ao dar seu amor a eles, vocês na verdade perderam partículas de amor de seu próprio ser etérico, acreditando, confiando em que eles as usariam sabiamente. No passado, vocês não podiam evitar fazer isso, devido a seu grande desejo de curar os outros e mostrar-lhes o caminho do amor. Estavam fazendo isso alinhando-se às leis universais do amor. Nem todos os seres da terceira dimensão se alinham a essas leis. Alguns ainda estão escolhendo permanecer no medo, na negação, e estão bloqueando sua própria felicidade ao tentar armazenar amor para o futuro.

Em vez de receber o amor que vocês ofereciam e usá-lo para se elevarem a estados mais elevados de consciência e em direção da inevitável união à felicidade etérica, eles continuaram recebendo o amor que vocês davam e, ao mesmo tempo, se afastaram de vocês com medo de perder, de sentir falta. Esse foi um uso inapropriado de seu dom! Ele bloqueou o fluxo do amor para eles, em vez de ajudá-los a receber. Eles não confiaram na Fonte da mesma maneira que vocês, ao lhes dar amor.

Vocês entregaram essas partes de si mesmos na genuína e confiante maneira do amor, acreditando que os outros usariam aqueles fragmentos de seu próprio corpo etérico e ser crístico da maneira melhor e mais elevada possível. Vocês confiaram tão completamente que seus companheiros humanos se rejubilariam no amor ao receber aquela bênção de vocês, que lhes era inconcebível que eles permanecessem no medo e na confusão e fossem embora. Na verdade, é difícil para nós compreender como vocês tiveram tanta paciência com seus amigos sonolentos. Isso deve ter quase atingido os limites do suportável para vocês!

Agora é tempo de trazer de volta para si aquelas partículas de amor e de virtude que vocês um dia confiaram aos outros para que as usassem sabiamente para seu esclarecimento. Quando eles armazenaram seu amor, devido a seu medo de perder, eles mantiveram as partículas divinas de seu ser crístico longe de vocês. Ao manter em penhor suas partículas de amor, eles nem as usaram para seu próprio crescimento, nem para beneficiar o todo. O amor que vocês lhes dão está sendo desperdiçado, ao ser mantido em um espaço limitado de medo.

Trazer de volta para si mesmos as partículas de amor de seu próprio ser crístico é um ato de fortalecimento para alguém que é inteiramente humano. Ao fazer isso vocês entram em alinhamento com o novo arquétipo de sua consciência-crística de quinta dimensão. É um ato de amor porque é sentido com o amor em sua mais elevada integridade. Vocês precisam compreender que o amor que vocês ativamente dão para outros e que não é integrado por eles, mas é rodeado de medo, é uma parte de vocês que é mantida à parte de seu ser divino. Aqueles que vocês conhecem que estão no medo, utilizam isso como um ponto de acesso para tirar mais energia de vocês. Não permitam que isto os deixe estressados.

Mesmo quando meu amado amigo Sananda andou pela Terra como Jesus, havia os que o tocavam para receber a cura. Então, ele muitas vezes observava: "Sinto a virtude [amor que cura] deixando meu corpo." Ele estava se referindo às partículas de amor de seu próprio ser que não estavam mais com ele. É o mesmo com vocês, na terceira dimensão, agora.

CONTINUAÇÃO

Parte 2

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site