REVISTA AMALUZ - 52



FALANDO COM OS DUENDES, ETC.
(E ESCUTANDO, TAMBÉM) - 2


Vários Seres da Natureza e Obehon,
por Francesca Thoman


(Obs. de E.O.: Dividi o texto em
2 partes, para a INTERNET)


PARTE 2


CARACTERÍSTICAS E ATITUDES NECESSÁRIAS

Existem duendes e devas que, tendo recebido permissão por meio de acordos prévios‚ ajudaram alguém a se tornar tão consciente, tão capaz de perceber e se comunicar, que realmente ocorrem intercâmbios bem duradouros. Os duendes, assim como os devas, admiram a honestidade para consigo mesmo, as fadas ficam aflitas em sua ausência. Contudo, eles não exigem total autoconhecimento para trabalhar com alguém. Vocês realmente precisam de estar bem curados para perceber, por exemplo, que estão negando sua realidade — então sejam suficientemente honestos para não cair na armadilha de que estar cônscio dessa negação é o mesmo que lidar com ela.


Agora, a vergonha muitas vezes cria negação, a negação do eu, que se evidencia no enganar a si mesmo, em projeções, dependências e uma ausência quase total de um sentido de impacto. Mas a vergonha tem muitas faces. Ter vergonha de uma sensação de orgulho lhes nega a autoria de suas próprias realizações, tirando assim seu poder de capacitação. A vergonha da sensualidade lhes nega um de seus guias mais poderosos — seus sentimentos. Essa vergonha, com seus julgamentos, trunca seu poder pessoal, restringindo a expressão de sua personalidade. Paradoxalmente, se vocês se permitissem ser totalmente sensuais, também ficariam inteiramente empáticos! A empatia, e não a culpa, vergonha, julgamento ou castigo, é o melhor guia para saber o que os outros precisam e a melhor maneira de agir "sem prejudicar ninguém."


Os devas, duendes e fadas podem ajudá-los a se tornar totalmente sensuais, e este tipo de comunicação os excita muito, enchendo-os de entusiasmo criativo! Ser livre, ser inocente, deleitar-se com a existência do mundo — tudo isso é seu direito inato como ser humano, e tudo isso é o tipo de sensualidade a que nos referimos. O fato de a igreja, a ciência e outras forças culturais terem aviltado, depreciado, limitado e satanizado a sensualidade é uma das causas da tristeza profunda do ser humano agora. Vocês anseiam a vivacidade da infância, mas quando essa infância é banalizada‚ rejeitada ou aviltada, então vocês temem voltar a ela. Temem parecer tolos e brincalhões. Temem acreditar em sua própria imaginação. (Claro que podem acreditar em sua própria imaginação!) Vocês se afastam do maravilhoso e se divorciam do momento.


Quando temem tanto a infância como a vida adulta, vocês permanecem adolescentes. Foi aí, segundo a opinião de muitos de nós‚ que o desenvolvimento de sua cultura foi interrompido. Parte disto evoluiu naturalmente, é o adolescente que se sente tanto inadequado como mágico. A criança é mágica, considera que as coisas estão diretamente relacionadas às suas necessidades. O adulto é (se tudo tiver corrido bem) autoconfiante. Sabe que pode adaptar-se ao que vida lhe apresentar e se haver com isso, seja sozinho, seja pedindo o tipo certo de ajuda. Mas o adolescente, que ainda não possui a visão mais ampla da experiência, acredita que um dispositivo ou substância exterior, mágica poderá curar suas deficiências. Quando assistirem a comerciais na televisão, perguntem a si mesmos: Que magia está sendo vendida aqui? Aprovação? Aceitação? Estão tentando lhes vender algo.


Sabem, os adolescentes acreditam em magia mas não querem admitir isso. As crianças são suas próprias convicções mágicas. Só os adultos podem aceitar a magia, criar com ela e saber que é real por meio de suas próprias experiências.


Acredita-se que os duendes, devas e fadas sejam todos mágicos. Eles são poderosos, sensuais, cheios de alegria e orgulho e diversão. Aceitando sua crença em sua própria magia e imaginação e em nossa existência, e então seguindo seus sentimentos, vocês poderão conversar conosco e escutar o que respondemos. Nossas "palavras" serão alegria, deleite e maravilhamento, serão realização, arte e beleza. Serão a sensualidade profunda, o sentimento da natureza essencial de cada coisa. Estas comunicações sem palavras nutrirão o espírito dentro de vocês e os ajudarão a criar a si mesmos na grandeza que sempre foi seu direito inato.

PEQUENA NOTÍCIA

Obehon e Outros, através de Francesca Thoman.

Sabemos de fonte muito boa que ocorreram várias mudanças benéficas e poderosas que estão rapidamente intensificando seu efeito. Em primeiro lugar, uma energia externa inimiga, um ser proveniente do Caos original, estava atrapalhando a humanidade (e a própria Terra). Esse ser, que perturbava muitas coisas e sistemas em muitos níveis, foi removido agora e nunca voltará. (Foi, de fato, totalmente obliterado.) Em segundo lugar, a Terra está isolada há milênios, desde que a rede entre as estrelas foi danificada, impedindo, desse modo, um imenso volume de comunicação psíquica, mental e espiritual. Essa rede está sendo reparada agora. Existem agora novas linhas de luz ligando as estrelas umas às outras, e todas a cada uma.


Os resultados variam. Alguns, já descritos por algumas pessoas sensíveis, se traduzem num aumento da luz interior e acesso mais livre a certas energias positivas que anteriormente estavam encarceradas. Para alguns parece haver mais alegria no mundo, e para outros a luz solar parece mais branda. As viagens interiores a outros mundos estão muito, muito mais fáceis. Já não teremos agora de dar um passo adiante, e a seguir dois para trás. Agora será o caso de um passo adiante — a seguir outro passo adiante e outro e outro. É parte da alegria à qual visam todas as orações, todo o trabalho de luz, todas as esperanças, sonhos e desejos.


Sim, ainda há inércia. Ainda haverá quem acredite que a violência é seu único meio de expressão; alguns se fecharão mais que nunca. Haverá os que terão medo da alegria, chegando até a odiá-la. Mas o equilíbrio afinal de deslocou.


Quem trabalha ajudando nas situações mundiais? Como nos ligamos a eles/os invocamos?


Obehon: Sempre haverá assistência. Muito já foi realizado, e em razão da volta à alegria, que mencionamos acima, foram reunidas forças poderosas que se deslocarão mais livremente agora. O amor e a vida, juntos no poder, tomaram a palavra, e grande parte do mal já foi removida. Conseqüentemente, a ação sincera alinhada à vontade da luz terá muito mais efeito. É verdade, os seres humanos (e outros) podem ser obtusos e teimosos, orgulhosos e odiosos, e por vezes perfeitos imbecis. Muitos vestiram como se fossem roupas convenções, repressão, ilusão e desonestidade para consigo mesmos. Se um deles se despisse de uma dessas coisas, iria se sentir apavorado por causa da crua sensação de liberdade. Não é bondade forçar alguém a crescer, por mais claramente que se veja o potencial para crescimento, é desrespeitoso impor até mesmo luz a uma alma relutante. Isso vocês sabem, cada um de vocês a partir de sua própria experiência.


Porém, existem seres capazes de ordenar que se altere a forma da realidade. Os arcanjos, certamente, e os devas iluminadíssimos. Existem Senhores da Ordem e do Tempo; há seres de luz; há deuses e deusas. Todos eles são capazes de invocar a manifestação de novas ordens de mudança e podem ser invocados para criar essa nova ordem de mudança. Pode-se ter como certo que sua sabedoria e amplos pontos de vista propiciarão perspicácia, instrução e apoio, bem como criação ativa.


Contudo, por mais que estes seres sejam capazes de carregar consigo, por mais que saibam e compreendam, raramente apresentam a mesma natureza que os seres humanos. Não são, apesar de toda sua visão, profundidade, poder e sabedoria, oniscientes; somente o Tudo Que É conhece a Si Mesmo como o Tudo que Ele é. Às vezes seres de grande poder e luz não têm a visão final de um problema. Talvez deixem passar o que é necessário, impedindo, assim, sua própria ação mesmo nas dificuldades que conseguem enxergar claramente.


O que fazer? Trabalhem nessa situação com eles. Não, não se espera que vocês dêem um jeito em toda a confusão que a humanidade já criou. Espera-se que vocês assumam responsabilidade por sua própria confusão.


Às vezes vocês escolhem assumir responsabilidade quando não causaram a situação. Ou seja, escolhem responder de maneira útil e criativa porque julgam que o correto é agir assim. Ao assumir responsabilidade, vocês agem confiando em seu poder. Porém, ao agir com os seres de poder e luz que conhecem, estão rematando o significado da situação e sua solução.


Já salientei este ponto: neste momento o passado não está criando o presente, tampouco o estão os antigos ritmos ou karmas ou barreiras ou censuras. Já não são as principais forças criativas. Não são o que está nos levando adiante, nem podem conduzi-los aos novos reinos de possibilidades. São vocês. Vocês podem.


Em resumo, vocês estão no comando. Essa é a passagem da terceira para a quarta dimensão, se quiserem: os seres humanos aprenderam o suficiente coletivamente, ousaram o suficiente, amaram o suficiente, para agir com base em seu próprio poder e criar sua própria realidade conscientemente, por intermédio de seus sonhos, desejos e arte interior. Com essa audácia, com esse poder do ser humano, pode ocorrer uma tremenda quantidade de curas.


Vocês não estão sós, longe disto! Há incontáveis seres a quem invocar. Com quem vocês sentem já terem uma amizade interior? Seus guias, seus anjos? Um pai ou mãe falecido? Um ET? Duendes ou fadas, espíritos dos elementos, ou profetas e professores e videntes? Qualquer um deles ajudará, seja lá com quem vocês trabalhem. Estão ali para ajudar, e o que não conseguirem resolver, vão delegar. É simples e profundo assim. Não precisam ter certeza dos protocolos certos quando existe uma necessidade genuína, sincera. Pois neles todos perpassa o Espírito Primordial, o ser divino cuja inteligência é a fonte de toda a consciência.


Se vocês desejarem desfrutar o ritual de algum tipo de invocação, podem literalmente inventar um. Criem-no a partir das palavras que vocês adorarem usar, com formas e ações que reflitam seu poder a vocês. Contenham a si mesmos pedindo ao Deus ou Deusa para protegê-los de sua própria estupidez, sua própria opacidade de percepção, no caso de ainda não confiarem totalmente em si mesmos. Peçam aos Senhores da Ordem e do Tempo para se certificarem de que vocês não causem nenhum mal; eles têm capacidade de anular uma ação de poder que dá errado, se os riscos forem muito altos.


Peçam conselhos, peçam para aprender a confiar em si mesmos. (Uma ação baseada no fundamento da autoconfiança tem efeitos incríveis.) Em conclusão, ajam porque vocês sabem que são capazes e desejam faze-lo. Ajam tendo como base formas de luz e sendo vocês mesmos, ajam com base nas formas de seus sonhos. Ajam por bem do amor; ajam sob sua proteção.


Todas as coisas e as situações mudaram por mais sutilmente que seja. Em conjunto com o impulso rumo à luz e à cura que foi libertado novamente, a diligência criativa tem muito mais efeito.

INÍCIO DO TEXTO

Parte 1

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.
Também: http://www.transformacomm.com/water/watertalk.htm




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site