REVISTA AMALUZ - 73



AGORA ESTÁ NA HORA DE
CLAMAR POR UM MILAGRE - 1

Aglomerado de Seres, por meio de Joy Flynn


(Obs. de E.O.: Dividi o texto em
2 partes, para a INTERNET)


PARTE 1

7 de dezembro de 1999 (12 Caban).

Somos o Aglomerado de Seres e os saudamos em êxtase, em convite, com beleza, com ardor. Queridos filhos da Terra, agora está na hora de clamar por um milagre — agora que suas asas estão apenas começando a se desdobrar.


Agora, quando as mãos de seu espírito estão apenas começando a descobrir seu poder e vocês percebem que podem criar mundos inteiros fazendo com que a energia do coração de seu profundo núcleo central escorra para fora através de suas mãos e modele as formas do mundo que vocês estão ansiando por trazer à vida.


Agora, quando vocês percebem que a energia de seu profundo núcleo central pode formar figuras do sonho e colocar essas figuras em seu ventre, de onde atrairão para si toda a consciência necessária para a aglutinação nesse sonho extático e belo.


Agora, quando compreendem que a luz que se despeja através da flor aberta no alto de sua cabeça é a mesma luz que aquela que nasceu dentro de seu profundo núcleo central e alimenta todos os seus sonhos e todas as realidades que podem criar.


Agora está na hora de clamar por um milagre, a menos que vocês esqueçam que esses poderes são seus diante de seu pedido, seus por doação, seus pela suposição e ascensão ao estado do qual vocês almejam operar por toda a eternidade.


Agora está na hora em que vocês podem encontrar-se enfrentando, em qualquer momento de sua vida, uma situação desconfortável ou uma que seja menos do que a dança que estão almejando que venha a ser.


Quando confrontados com esses momentos, ao invés de olhar para ver o que fizeram de errado, nós os encorajamos a reconhecer que eles representam uma oportunidade de ouro para chamar a ser os poderes que agora são seus, os poderes que emanam da fonte de amor do Tudo Que É, e que estão acessíveis a vocês em todos os tempos.

Quando estiverem diante dessas situações, pode bem ser que elas venham para vocês especificamente para permitir-lhes experimentar suas asas e começar a dançar uma mágica dança xamânica que antes acreditavam impossível.


Vocês estão com frio? Se estiverem, acendam uma fogueira, se puderem. Enrolem-se em alguma coisa quente, se tiverem. Aconcheguem-se a alguém que amam, se tiverem a sorte de ter um (a) parceiro (a) ou um(a) companheiro (a) para sua dança.


Mas se tiverem que ter frio e não encontrarem nenhum meio a seu alcance para resolver essa situação, nós os convidamos a reconhecer que podem clamar pelo calor e convidá lo para seu espaço – e ele estará lá.


Quando pedirem um milagre, a maneira mais efetiva não é necessariamente comandar, como se os elementos do universo fossem chamados a se juntar de uma maneira ditada por vocês.


Nem é necessariamente o mais eficiente curvar-se e pedir com humildade abjeta, como se fossem apenas uma pintinha na vasta dança do Tudo Que É, sentindo: "quem sou eu para ser merecedor de tal pedido, de tal atenção pessoal do vasto núcleo central de energia do Tudo Que É?

Meus queridos, a maneira mais eficiente e alegre é reconhecer que vocês são unos com o todo e que existem bilhões de entidades de consciência cujo grande deleite em qualquer momento seria dançar com vocês qualquer dança que vocês queiram criar.


Se é calor o que querem, então a energia térmica virá correndo — não a seu comando, mas a seu convite.


Imaginem que estão dando uma festa para todos os seus amigos. Eles vêm porque os amam e gostam de estar com vocês. Participam de sua festa, mas estaria perfeitamente bem se tivessem outra coisa para fazer nessa hora e não pudessem vir.


Existe uma porção de outros amigos que estão dançando com vocês em qualquer determinado momento, e aqueles que não puderam dançar com vocês agora ou tiveram outra coisa para fazer, mas dançarão com vocês mais tarde em outra dança, em outra hora, outro tipo de dança talvez mais compatível com seu ser e com os padrões de energia que é desejo deles co-criar.

Portanto, vocês não precisam comandar, sentindo desesperadamente que existe um número limitado de entidades que podem vir em sua ajuda, um número limitado de moléculas que podem vibrar mais rapidamente e aquecê-los. Como se suas células estivessem limitadas à quantidade de calor que poderiam gerar ao convite de seu intento!


Reconheçam que existem muitas maneiras para que aquilo que vocês precisam ou desejam venha para vocês. Se estiverem com frio, pode ser que seu eu interior gere calor. Ou pode ser que de repente vocês se encontrem sentindo-se bem e pessoalmente aquecidos em um nível celular, embora o ar permaneça perceptivelmente frio em volta de vocês.


Ou pode também ser que alguém venha e acenda uma fogueira, ou que o Sol saia de trás das nuvens e flua sobre vocês o seu calor. Se sua energia elétrica acabou, pode ser que retorne e seu aquecedor acenda-se de novo para aquecer o ar.


Pode ser também que o frio naquele momento faça com que de repente percebam que onde gostariam mesmo de estar era em uma ilha bem no meio de um mar tropical. Assim, o frio serve para impulsioná-los para os saltos que já estavam desejando dar.

Este é um simples exemplo das muitas possibilidades que podem aliviar o aparente desconforto, dor ou perigo através de um milagre que poderá ou não parecer um.


Talvez milagre ele seja, pois vocês clamaram por ele com intento e desejo. Vocês o convidam e depois o deixam ir, sabendo que o universo girará seu pedido em uma espiral até o Tudo Que É, e o que retornar a vocês naquela espiral será a mágica aspersão de possibilidades, todas as quais podem alegremente movimentá-los de sua atual situação perigosa, dolorosa, ou desconfortável, para uma de conforto, amor e alegria.


Isso funciona em pequena escala ou em larga escala. Funciona quando vocês de repente percebem que falta leite para seu café da manhã, e funciona quando um asteróide está se dirigindo diretamente para a Mãe Terra em uma rota de colisão. (Por falar nisso, no momento não existe tal asteróide, pois vocês já desviaram e dissolveram o que vinha vindo.)


Muitas vezes vocês criam esses milagres sem nem estar cônscios de que fizeram alguma coisa. Cada vez que dançam alegres, cada vez que sabem, com fé e confiança infantis, que a vida pode ser livre e feliz e flutuante e tão mais fácil, isso flui no universo como uma emanação de brilhante alegria que faz com que se aglutinem em sua experiência de realidade e formas de situações muito mais felizes que aquelas que vocês deveriam ter encontrado ou criado se permanecessem em um estado de sombrio pessimismo, terror, horror ou medo.

CONTINUAÇÃO DO TEXTO

Parte 2

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site