REVISTA AMALUZ - 89



CÁPSULA DO TEMPO
Wingmakers (Fazedores de Asas) - 3

PARTE 3 NESTE SITE
(DA PARTE 5 DA REVISTA)

(Obs. de E.O.: organizei e dividi o texto em
13 partes, para a INTERNET)


CONTINUAÇÃO DA ENTREVISTA
COM O DR. ANDERSON, POR ANNE

Anne: "Na realidade você não respondeu minha questão sobre se você sentiu que havia uma conexão entre os artefatos de tecnologia e os artefatos culturais específicos relacionados com cada câmara ".


Dr. Anderson: "Desculpe, Acho que hoje é a minha vez de sair fora do assunto. De qualquer maneira, sim, havia conexões. . . nós tínhamos certeza disto, mas ao mesmo tempo, por não podermos trabalhar com os artefatos e examiná-los, não conseguíamos provar nossa teoria. Por conseguinte, colocamos todo nosso tempo e energia no disco óptico, mesmo porque parecia ser o mais importante dos artefatos, como também era o único que tínhamos a oportunidade de acessar através de nossa tecnologia ".

Anne: "Mas você não havia me dito anteriormente que tinha levado um ano para deduzir como acessar o disco óptico"?


Dr. Anderson: "Sim, isso é verdade. Mas você tem que ter em mente que os artefatos de tecnologia eram totalmente estranhos para nossas tecnologias. Diferentemente do disco óptico, as outras tecnologias eram uma combinação de materiais sintéticos baseados em estruturas orgânicas, e em alguns casos tinham até DNA humano dentro de suas estruturas. Estes eram. . . "

Anne: "Você está dizendo que as tecnologias eram em parte humanas "?


Dr. Anderson: "Sim... de certo modo. Mas o que eu ia dizer, é que estes artefatos pareciam ter estruturas moleculares baseadas em sistemas de computador que seriam ativados por um toque humano específico. E nós não estávamos certos se era literalmente um humano específico, ou um tipo específico de humano, ou talvez qualquer humano em um estado específico de emoção ou mente. Nós tínhamos 115 possíveis experiências desenvolvidas para testar e todas falharam. Então nós desistimos de acessar os artefatos de base orgânica e concentramos nossas energias e tecnologias para acessar o disco óptico".

Anne: "Mas isso é realmente estranho. . . por que estaria um DNA humano dentro de uma tecnologia. . . e essa conversa sobre cristais sintéticos. . . isso me deixa aturdida ".


Dr. Anderson: "Nós tivemos algumas sensações parecidas até que traduzimos um pequeno trecho que estava dentro do disco óptico. Os documentos filosóficos das câmaras um e dois nos convenceram que os WingMakers realmente poderiam ser autênticos, e nós não tínhamos nenhuma outra razão para descrer de sua história. Isso não quer dizer que passamos a acreditar em tudo e deixamos de lado nossa cautela, mas a filosofia era algo novo para compreendermos como percebiam sua missão em relação à humanidade atual.

Anne: "Eu não sei. . . Eu li os dois primeiros documentos de filosofia que você deixou comigo, e poderia até acreditar que vem de uma raça alienígena. Poderia também acreditar que são de uma raça inescrupulosa que usa filosofia e todos esses materiais culturais para nos induzir a acreditar que são benevolentes, quando na realidade não são. Me refiro à aquela parte da profecia que você falou ontem à noite ".


Dr. Anderson: "Vejo que você continua sendo uma jornalista cética. Fico feliz de ver essa reação.


"Anne, tudo que posso dizer é que quando se considera todos os artefatos culturais encontrados dentro do Ancient Arrow, e se entrega totalmente ao estudo dos seus conteúdos e filosofia, fica difícil de acreditar que provem de uma mente que tem más intenções ou malévola".

Anne: "A menos que seja exatamente isso que queiram que se acredite ".


Dr. Anderson: "Talvez. É difícil discutir sobre isso. Acho que chega em um determinado ponto que a decisão é pessoal. O Grupo Labirinto, e estou incluindo o Corteum quando digo isso, estava de acordo que era uma descoberta autêntica e sentiam confiança que não estávamos lidando com uma fraude. Mas nós nunca fechamos as portas para essa possibilidade. Nossos Diretores de segurança e operações tinham planos de contingência em caso de evidências que aumentassem a probabilidade de fraude ou má fé ".

Anne: "Uma das coisas que me pareceu estranho quando olhava as fotografias das pinturas da câmara, foi a semelhança entre todas elas. Sem dúvida foram feitas pelo mesmo artista. . . ou talvez um grupo de artistas. Mas quando eu penso em uma cápsula do tempo, eu pensaria que se incluiria uma variedade de arte, de uma também variedade de artistas, que representam uma diversidade de perspectivas e assim sucessivamente. O que não é o caso aqui. Por que você acha que isso é dessa maneira"?


Dr. Anderson: "Eu não acho que o motivo deles era nos informar sobre seus artistas ou sobre a diversidade de sua cultura. Penso que eles entendem a função da arte inicialmente como uma forma de comunicação, e depois como uma forma de viagem no tempo ou uma saída para fora da consciência do corpo. A continuidade das 23 pinturas vistas como um todo, parece estar convidando a consciência do observador a literalmente entrar no mundo dos WingMakers. Como se fossem portais, e eu experimentei isso.


"As pinturas são incrivelmente brilhantes nas suas cores. Você realmente não pode imaginar o impacto que elas causam quando você as vê pessoalmente no próprio local, principalmente depois que foram limpas e a restauração foi completada. Mas até mesmo quando foram descobertas, sem que ninguém as tocasse, era impressionante a luminosidade que tinham e como suas cores continuavam vibrantes depois de 1.150 anos. Houve muitas vezes, no período em que estávamos fazendo a restauração e catalogando os artefatos, que alguns de nós sentavam nas câmaras e ficavam olhando estupefatos as pinturas. Em várias ocasiões eu fiz isso, apenas permitindo aos meus olhos viajarem pelas pinturas, e imaginando a intenção do artista e o que estava tentando comunicar. Foi uma experiência muito, muito forte. . . algo como nunca tinha experimentado antes".

Anne: "Acho que ficaria um pouco assustada".


Dr. Anderson: "Só estou rindo porque tive essa experiência. Uma noite, depois de um longo dia de trabalho nas câmaras, fiquei por último no local. Eu tinha estado tão absorto naquilo que estava fazendo, que me lembrava vagamente que havia sido dito para acionar o sistema de segurança na minha saída. Passado por volta de meia hora, finalmente percebi que estava sozinho dentro da cápsula do tempo. . . o silêncio era incrível. De qualquer forma, eu estava descendo o corredor que ligava todas as 23 câmaras, e que passava por todas as câmaras, quando então comecei a sentir uma presença muito opressiva, esmagadora. Toda vez que eu examinava uma das câmaras, eu tinha a impressão que alguma coisa das pinturas iria saltar sobre a mim. Elas pareciam incrivelmente vivas.


"Nossa iluminação era de excelente qualidade, feita através de um sistema halógeno portátil e todas as câmaras eram equipadas igualmente com esse mesmo sistema. Quando atingi o fundo do corredor — que nós chamávamos de escada caracol — e olhei dentro da câmara dois, eu vi claramente um movimento e levei um tremendo de um susto. Na realidade não era medo, e sim excitação... talvez uma mistura de ambos. Esse movimento era simplesmente uma imagem borrada de algo saindo da pintura e que desaparecia aos poucos. . . Eu realmente não pude. . . "

Anne: "O que era aquilo? Era humano "?


Dr. Anderson: "Eu não tive condições de vê-lo o suficiente para lhe dizer o que realmente era, mas agora que tive algumas interações com os WingMakers, sei que eram eles. Eles estavam usando essas pinturas de alguma maneira para aparecer no nosso tempo. Foi logo depois dessa experiência que comecei a teorizar que as pinturas eram de fato portais que poderiam tornar viável a viagem no tempo ou algo assim ".

Anne: "Isto pode parecer estranho, uma pergunta boba, mas como você sabe que isso tudo não era uma falsificação? Que alguém ou algum grupo criou todas essas coisas para dar a impressão de ser algo extraterrestre ou uma cápsula do tempo do futuro, apenas para se divertir com a confusão que iria causar nas cabeças de quem descobrisse tudo aquilo"?


Dr. Anderson: "A única coisa que sabemos com certeza, é que isso não é uma falsificação. O local onde está o Ancient Arrow é uma enorme estrutura de pedra que foi literalmente escavada na forma de uma escada em caracol, que a cada 30 metros tem uma saída para cada uma das 23 câmaras. Seria necessário uma tecnologia incrível para construir aquela estrutura. Nós datamos com precisão a época que as pinturas das câmaras foram criadas, e isso aconteceu no 9º século, e temos certeza que essa tecnologia não existia nesse período ".

Anne: "Eu não estou tentando argumentar com você. . . mas se esses artefatos realmente forem de um tempo 750 anos no nosso futuro, não parece estranho que tenham sido enterrados dentro de uma pedra enorme no meio do nada... no Novo México. Não parece mais estranho ainda que tenham tido todo esse trabalho e, para piorar as coisas, fizeram de tal forma que se tornou quase impossível entender o que eles estavam tentando dizer? Você entende o que estou dizendo "?


Dr. Anderson: "Sim, eu entendo, e não tomo suas perguntas como argumentativas. Mas o ponto é que essa cápsula do tempo, ou seja lá como você quiser chamá-la, realmente é um conjunto de objetos reais. E esses objetos nem mesmo correspondem ao mesmo período. Por exemplo, enquanto as pinturas foram criadas aproximadamente há 1.150 anos atrás, os artefatos nem mesmo respondem ao nosso carbono 14 ou a análises bioquímicas. Para complicar ainda mais, as pictografias que começaram a aparecer misteriosamente dentro e ao redor do local do Ancient Arrow, foram criadas nos últimos 50 anos, e podem muito bem terem sido feitas no ano ou mês, em que o local foi descoberto.


"Esses objetos reais são considerados um enigma, mas a meu ver não são uma falsificação. A grande pergunta é se a identidade dos WingMakers é como realmente eles mostram — um aspecto futuro da humanidade ou uma raça alienígena que visitou a terra por volta do ano 850 d.C.

CONTINUANDO OU VOLTANDO NO TEXTO

Próxima (4)    Anterior (2)

OBSERVAÇÃO DE E.O.

Em verdade são 13 as páginas deste site referentes às entrevistas com o Dr. Anderson, que correspondem às 5 partes disponíveis no site www.amaluz.com.br (as partes 5, 7, 8, 9 e 10).


Por serem longas as transformei em 13, que mesmo assim continuam extensas. Faltam as quatro primeiras partes originais, de acordo com a publicação impressa, bem como a sexta, que não estão disponíveis no site referido, que tem sido a única fonte existente na Internet, em português. Mesmo assim, o texto remanescente é vasto e permite muito bem a compreensão do contexto do tema e a captação das mensagens essenciais, principalmente porque consistem em perguntas e respostas, onde são retomados temas que estavam nas outras páginas ausentes.


Subdividi em 5 páginas este primeiro trecho, que originalmente era a "Parte 5" na revista Amaluz. As páginas que faltam não se acham na INTERNET, em português, até o presente momento. Em inglês, não sei se existem.

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site