REVISTA AMALUZ - 90



CÁPSULA DO TEMPO
Wingmakers (Fazedores de Asas) - 4

PARTE 4 NESTE SITE
(DA PARTE 5 DA REVISTA)

(Obs. de E.O.: organizei e dividi o texto em
13 partes, para a INTERNET)


CONTINUAÇÃO DA ENTREVISTA
COM O DR. ANDERSON, POR ANNE

Anne: "OK, digamos que não seja uma falsificação. Então me diga, por que você está tão convencido que é uma cápsula do tempo. Para mim parece ser mais um dispositivo de comunicação. . . ou talvez uma ferramenta educacional de algum tipo. Por que uma cápsula do tempo"?


Dr. Anderson: "Em parte porque parecia que seus criadores queriam compartilhar a cultura deles conosco. Quando iniciamos nossas análises do local (Ancient Arrow), sentíamos que tudo dentro das câmaras era alienígena. Inicialmente estávamos convencidos que era um local para contatos com ETs, e consideramos até mesmo a possibilidade de que tinham deixado tudo aquilo para vir buscá-los posteriormente. . . "

Anne: "Tipo de um depósito dos ETs "?


Dr. Anderson: "Sim. Porém, algumas pinturas descreviam os humanos, e as paisagens eram da terra — especificamente daquela região do planeta no Novo México do norte. Assim, para nós parecia menos provável que era de uma raça alienígena. Nós também vimos evidências que houve interações com os precursores das tribos dos Navajos e talvez dos índios Hopi, conhecidos atualmente como os índios Anasazi. E novamente, isto foi concluído pelas pinturas. . . que inicialmente eram os únicos registros reais que podíamos interpretar.


"Lembro que tínhamos um total de 47 cenários possíveis desenvolvidos. Nosso cenário mais provável, ranqueado por nossos computadores, era que o local Ancient Arrow representava uma raça de ETs que tinham deixado para trás o equivalente a um museu que registrava suas interações com os índios Anasazi. Nosso segundo mais provável cenário era que o local representava uma cápsula do tempo, também abandonada pela versão futura do Grupo Labirinto".

Anne: "Isso ainda me parece estranho. . . por que vocês acharam que era uma versão futura do Grupo Labirinto "?


Dr. Anderson: "O Grupo Labirinto usa como seu símbolo de identificação três círculos concêntricos, que cercam uma esfera. Havia amplas representações desse símbolo nas suas pinturas. Também, nos parecia muito estranho que tínhamos descoberto esse local da forma como aconteceu. . . sentia literalmente como se tivéssemos sido guiados para aquele local. E lembre que Fifteen estava muito confiante na visão do Grupo Labirinto de desenvolver o BST, e sabia que a versão futura do Grupo Labirinto faria contato de alguma forma. Era só uma questão de quando e como ".

Anne: "Eu sei que devo ser a pessoa mais cética que você já encontrou, mas ainda não me parece uma cápsula do tempo ".


Dr. Anderson: "Eu não estou dizendo que você está errada. Eu só estou lhe dizendo que é dessa forma como está classificado dentro do Grupo Labirinto. Pode muito bem ter múltiplos significados e propósitos. Para mim é mais do que uma cápsula do tempo, embora acredite que tenha elementos para tal ".

Anne: "Então, qual seria o objetivo principal que você acha"?


Dr. Anderson: "Se você avalia os WingMakers pela primeira impressão, o que eles dizem é que é uma cápsula do tempo que ajudará a facilitar o desenvolvimento de uma cultura global. Eles dizem isso de alguma maneira, quando forem descobertas todas as sete cápsulas do tempo, que elas servirão como uma ponte de comunicação entre humanos de hoje e seus próprios selfs de seu futuro".

Anne: "Eu li o memorando que Dr. Sauthers escreveu e me lembro dessas declarações também, mas uma cultura global parece tão improvável. . . tão impossível. E além disso, como esses objetos poderiam ser usados para construir uma cultura global? Me parece um pouco ingênuo ".


Dr. Anderson: "Tudo que posso dizer é que isso está relacionado com a Internet e a uma nova tecnologia de comunicação que os WingMakers chamaram de OLIN (One Language Intelligent Network — Rede Inteligente de um Único Idioma). Se você ler a seção do glossário que deixei com você, lá tem algo que se refere a isso. Os WingMakers parecem sentir confiança que a tecnologia OLIN ajudará a criar uma cultura global através da Internet. Acidentalmente, isso é consistente com profecias que diziam que o Grupo Labirinto teria conhecimento desde 1,500 anos atrás. Claro que a tecnologia mencionada não era chamada de OLIN, mas a noção de uma cultura global e de um governo unificado foi predito durante muitos séculos ".

Anne: "Isto é o que George Bush chamava de a Nova Ordem Mundial"?


Dr. Anderson: "Sim, mas houve quatro outros presidentes que tinham conhecimento deste conceito ".

Anne: "O que fariam as pessoas do mundo se decidissem por uma unificação sob um único governo, mais ainda, criar uma cultura global. . . seja lá o que isso possa significar? Eu não consigo ver isso acontecendo. . . pelo menos enquanto eu viver ".


Dr. Anderson: "De acordo com os WingMakers isto acontecerá através da economia digital e depois pelo conceito da tecnologia OLIN da Internet. E por esta rede global, o entretenimento e todo conteúdo educacional serão globalizados. Esta é a base de uma cultura global com um comércio e comunidades unificados. Tendo acertado essas peças da infra-estrutura, então a necessidade para governar esta infra-estrutura será um problema a ser solucionado com urgência. E a ONU é órgão lógico para assumir essa responsabilidade. Desde que as pessoas do mundo permitam a digitalização da economia e aceitem o conceito da tecnologia OLIN, um governo e uma cultura globalizados emergirão naturalmente".

Anne: "E como você disse ontem à noite, isso está previsto para acontecer em 2018. Está correto "?


Dr. Anderson: "De acordo com a profecia é nessa data que a ONU garantirá eleições iniciais para um governo mundial unificado. E não será uma autoridade todo poderosa e centralizada, mas mais um centro de decisão de política pública global e organização de execução para assuntos que afetem o mundo como um todo. Assuntos como poluição, efeito estufa, disputas por fronteiras, viagens espaciais, terrorismo, negócios, comércio, upgrades da tecnologia OLIN, e programas gerais de transferência de tecnologia".

Anne: "E o que vai acontecer com a soberania nacional depois que a ONU assumir esse novo papel"?


Dr. Anderson:"Gostaria muito de responder sua pergunta de uma forma especulativa, mas também gostaria de lembrá-la de seu pedido no início da entrevista para avisá-la quando você saísse fora do foco do nosso assunto. . . "

Anne: "Não, você está absolutamente certo. Desculpe. Voltemos para os artefatos. . .quais eram as condições do local assim que você entrou. . . ou melhor ainda, por que você não descreve como foi a primeira vez que entrou no local ".


Dr. Anderson: "Eu era um dos cinco do ACIO que viajaram para o Novo México a fim de explorar o local assim que foi estabelecido que tinha possíveis implicações com ETs. Na ocasião, nenhum de nós sabia qualquer coisa que pudesse nos levar a concluir que o Ancient Arrow se tornaria uma descoberta importante.


"A única pista que tínhamos era um artefato que tinha sido descoberto perto do local, e que muito mais tarde concluiu-se como sendo a entrada do interior da câmara da cápsula do tempo. Foi este artefato que levou o projeto para o controle do ACIO, pois a NSA considerou-o como tendo possíveis origens extraterrestres".

Anne: "O que especificamente levou a NSA concluir que o artefato era alienígena "?


Dr. Anderson: "Como todos os outros artefatos, este também não mostrou nenhuma resposta à análise do Carbono 14 e tinha estranhas gravações ou símbolos que pareciam de outro mundo. Tinha uma composição de titânio-beryllium em alto grau de pureza, que como você deve saber, é extremamente raro. Também, e talvez mais importante, não havia nenhum modo óbvio para ativar o artefato ou acessar seus controles interiores. Seu interior era imune a vários tipos de análises, até mesmo radiografias não penetraram o objeto.


"De qualquer forma, o ACIO ficou encarregado do artefato e o avaliou como tendo origens extraterrestres e então começou a investigar a região na qual foi achado. Inicialmente não obtivemos resultados, mas em uma visita subseqüente pudemos usar o artefato porque um de nossos cientistas, totalmente sem querer, percebeu como ativar o artefato. Nós quisemos ver qual seria o efeito, se é que teria algum efeito, se o ativássemos no local onde tinha sido encontrado ".

Anne: "É aquele artefato cuja fotografia você me mostrou "?


Dr. Anderson: "Sim "

CONTINUANDO OU VOLTANDO NO TEXTO

Próxima (5)    Anterior (3)

OBSERVAÇÃO DE E.O.

Em verdade são 13 as páginas deste site referentes às entrevistas com o Dr. Anderson, que correspondem às 5 partes disponíveis no site www.amaluz.com.br (as partes 5, 7, 8, 9 e 10).


Por serem longas as transformei em 13, que mesmo assim continuam extensas. Faltam as quatro primeiras partes originais, de acordo com a publicação impressa, bem como a sexta, que não estão disponíveis no site referido, que tem sido a única fonte existente na Internet, em português. Mesmo assim, o texto remanescente é vasto e permite muito bem a compreensão do contexto do tema e a captação das mensagens essenciais, principalmente porque consistem em perguntas e respostas, onde são retomados temas que estavam nas outras páginas ausentes.


Subdividi em 5 páginas este primeiro trecho, que originalmente era a "Parte 5" na revista Amaluz. As páginas que faltam não se acham na INTERNET, em português, até o presente momento. Em inglês, não sei se existem.

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site