REVISTA AMALUZ - 93



CÁPSULA DO TEMPO
Wingmakers (Fazedores de Asas) - 7

PARTE 7 NESTE SITE
(PARTE 2 DA PARTE 7 DA REVISTA)

(Obs. de E.O.: organizei e dividi o texto em
13 partes, para a INTERNET)


CONTINUAÇÃO DESTA OUTRA ENTREVISTA

Anne: " Então ele está preso na própria armadilha do segredo. . . "


Dr. Anderson: " De certo modo, mas ele não se sente preso em uma armadilha. Ele simplesmente está tão distante da estrutura social e das comunidades científicas das universidades, que ele, propositadamente, eliminou qualquer possibilidade de relacionamento com essas entidades e não tem nenhum interesse de cruzar o abismo que o separa daqueles que ele deixou para trás.

Anne: " Ele deve ser incrivelmente solitário ".


Dr. Anderson: " Eu não penso assim. Ele parece ter uma energia fora do comum e é muito feliz. Ele faz exatamente aquilo que quer fazer, não posso dizer que alguma vez o vi deprimido. . . talvez desapontado, mas nunca deprimido ".

Anne: " Ainda não vejo a conexão entre LERM e BST. . . "


Dr. Anderson: " Se a matéria no final das contas se dissolve em oitavas de luz, e a luz se dissolve em oitavas de consciência, e a consciência se dissolve em oitavas de realidade, então matéria, luz, consciência, e realidade são todos interdependentes como um ecossistema. E como um ecossistema, se você muda um elemento você afeta o todo. Portanto, isolando qualquer um dos elementos contidos dentro do LERM, e mudando isso, pode-se mudar a realidade. E isso é um elemento fundamental de BST. Isso responde sua pergunta "?

Anne: " Eu não estou certa. . . Eu não sei, talvez tudo isso não importa. Novamente, estou me sentindo fora de meu território. Acho isso interessante, mas ao mesmo tempo, é frustrante. Me sinto muito mal vendo que todas essas coisas estão acontecendo no mundo em que vivo, e eu não sei nada sobre isso. . . isto é, não sabia nada até agora. Me sinto injustiçada. É sempre aquela velha história dos que tem e dos que não tem, do rico e do pobre.... Você consegue imaginar como alguém se sente. . . ouvindo tudo isso pela primeira vez, e se achando tão excluído?


Dr. Anderson: " Sim, eu imagino ".

Anne: "Para você, isso pode ser sem importância. Afinal das contas você conhece as coisas.. Mas o resto de nós, a gente vai vivendo nossa vidinha pensando que o mundo é isto e aquilo, quando na realidade apenas estamos dando trombadas um no outro no escuro. Na verdade não temos pistas, não é?


Dr. Anderson: " Eu não sei. . . talvez. Talvez você tenha razão, não importa. Eu simplesmente sei o que sei e acredito no que acredito. Mais do que isso, é tão misterioso para mim como é para você. Seria um grande erro pensar que o Grupo Labirinto ou qualquer um de seus membros, incluindo Fifteen e o Corteum, entendam isso tudo. Eles não entendem. Mas trabalham duro para ter as respostas, Anne. Eu quero dizer realmente duro. Dedicaram toda suas vidas nessa missão do BST. Todo esse conhecimento não veio por acaso. Tentaram e falharam centenas de vezes até descobrir a existência do LERM, e provavelmente falharão outras mil antes de encontrar uma solução para o BST. Mas acredite, esses indivíduos não chegaram ao conhecimento que hoje tem casualmente, ou porque ganharam de presente de uma força maior.

Anne: " Não, eu não quis dizer isso. Fico feliz com a existência do Grupo Labirinto. Pelo menos alguém nesse planeta entendeu isso ou está tentando. Só é injusto que tão poucos tenham a prova.... o conhecimento. . . a oportunidade de entender tudo isso. Suas vidas são tão diferentes, eles poderiam também estar morando em algum outro planeta. Eles poderiam também ser extraterrestres ".


Dr. Anderson: " Só estou rindo porque este é um dos medos de Fifteen desde o início; que se alguém descobrisse sobre o Grupo Labirinto e seus objetivos, eles seriam considerados ETs. E agora você está confirmando esse medo ".

Anne: "De qualquer forma gostaria que você não me tivesse escolhido. Minha vida agora é tão diferente. Isto é tudo que posso pensar. Todas as minhas energias estão concentradas nisso. Não tenho a menor idéia como colocar essa história para fora. Não tenho a menor idéia.


Dr. Anderson: "Anne, você se lembra da primeira vez que conversamos e eu mencionei o Corteum? Sua primeira pergunta foi: Como eles se parecem?

Anne: " Sim. E seu ponto é. . . ?"


Dr. Anderson: " Estas são as perguntas naturais que as pessoas fazem. LERM pode interessar a alguns poucos cientistas, mas eu duvido. O que é retratado nessas entrevistas é tão superficial que eu duvido que qualquer cientista levaria a sério. E aqueles que levarem a sério, diriam que isto é um gesto nobre para autenticar o idealismo monista, e nada mais ( N.T. A filosofia monista, ou monística, postula que tudo, incluindo a matéria, existe na consciência e é por ela manipulado ). Portanto, você deveria confiar nos seus instinto iniciais. Faça as perguntas que seriam de interesse das pessoas, que poderiam estimular a curiosidade delas. E não se preocupe em como mudar o mundo com o que estou dizendo. Não preciso desse peso em meus ombros ".

Anne: " Certo, você tem razão. Você tem toda razão. Além disso não estou segura sobre a verdade de tudo isso. Ainda não estou convencida do que você diz...só para registrar ".


Dr. Anderson: " E eu não estou tentando convencer você ou seja lá quem for. Apenas estou respondendo suas perguntas da forma mais verdadeira que sei ".

Anne: " Touché. Para o benefício daqueles que por acaso lerem esta entrevista, como que o Corteum se parece?


Dr. Anderson: " Eu pensei que você nunca iria perguntar. Eles tem aproximadamente três metros de altura e a cabeça muito alongada. A pele deles é muito fina. . . quase translúcida, assim como alguém que mora em uma caverna. Seus olhos são relativamente grandes e, assim como nós, tem várias cores, e que mudam de acordo com a idade, e em alguns casos, conforme o estado emocional.


"O que é único no Corteum é que eles têm um sistema nervoso incrivelmente articulado que os permite processar virtualmente tudo o que acontece dentro do ambiente deles, inclusive os pensamentos dos outros. O que significa que quando você está na presença deles, você tem que Ter controle sobre seus pensamentos, caso contrário sentem-se muito ofendidos. Eles são emocionalmente muito sensíveis.

Anne: "Como eles se comunicam com vocês?"


Dr. Anderson: " Eles falam um perfeito inglês, francês, italiano, espanhol, ou a maioria dos outros idiomas. Eles são uns lingüistas muito talentosos e podem aprender um idioma medianamente em questão de poucas semanas, e fluentemente dentro de alguns meses. Suas mentes são como esponjas, mas como eu disse antes, enquanto possuem um incrível poder mental para absorver informações novas e sintetizá-las com informações anteriores, eles não necessariamente têm a habilidade de criar novas informações que não estejam relacionadas com as informações existentes. Isso é o que Fifteen tem sobrando e que os impressionou demais ".

Anne: "Qual o interesse deles no projeto Ancient Arrow?"


Dr. Anderson: " Acredito que não seja nada diferente do de Fifteen. Eles estão completamente absorvidos nos esforços para criar BST, e esperam que haja alguma tecnologia ou teorema dentro do Ancient Arrow que possa ajudar na agilização do desenvolvimento do BST ".

Anne: "E o que os Corteums querem fazer com BST?"


Dr. Anderson: " Os Corteum têm um sistema planetário que está em um estado muito frágil, pois sua atmosfera protetora está se degenerando em um nível alarmante. A atmosfera deles os protege, da mesma maneira que somos protegidos pela nossa, de ondas de luz prejudiciais que são geradas pelo sol local, e, em menor extensão, pelas estrelas mais próximas. De qualquer maneira, esta condição tornou-os noturnos, só se aventurando a sair durante à noite , e mesmo assim, somente por um curto espaço de tempo, quando necessário. Depois de muitas gerações, isto os deixou cada vez mais suscetíveis para a real condição que estão tentando resolver. A pele deles vai ficando cada vez mais sensível a medida que a atmosfera de seu planeta vai ficando menos protetora.


"Seus cientistas prognosticam que é só durante um período anterior a 10-20 anos que eles terão que ficar em comunidades subterrâneas durante o ano todo. Isto teve um grande impacto no padrão de vida deles, na economia, na estrutura social, todos os aspectos possíveis de sua sociedade foram afetados, e principalmente de um modo negativo, pelo menos pela própria avaliação deles. Eles esperam que o BST lhes de condições de instalar uma tecnologia que recentemente descobriram, para prevenir a deterioração da atmosfera deles.

CONTINUANDO OU VOLTANDO NO TEXTO

Próxima (8)    Anterior (6)

OBSERVAÇÃO DE E.O.

Em verdade são 13 as páginas deste site referentes às entrevistas com o Dr. Anderson, que correspondem às 5 partes disponíveis no site www.amaluz.com.br (as partes 5, 7, 8, 9 e 10).


Por serem longas as transformei em 13, que mesmo assim continuam extensas. Faltam as quatro primeiras partes originais, de acordo com a publicação impressa, bem como a sexta, que não estão disponíveis no site referido, que tem sido a única fonte existente na Internet, em português. Mesmo assim, o texto remanescente é vasto e permite muito bem a compreensão do contexto do tema e a captação das mensagens essenciais, principalmente porque consistem em perguntas e respostas, onde são retomados temas que estavam nas outras páginas ausentes.


Subdividi em 2 páginas este segundo trecho, que originalmente era a "Parte 7" na revista Amaluz. As páginas que faltam não se acham na INTERNET, em português, até o presente momento. Em inglês, não sei se existem.

ÍNDICE GERAL

Todas as páginas desta seção

FONTE DO TEXTO

(http://www.amaluz.com.br). Publicado originariamente na revista Amaluz, que não mais tem sido editada, embora fosse uma ótima publicação. Fazemos votos de que possa renascer, com a mesma qualidade de antes.




Google
 
Web www.eurooscar.com

www.eurooscar.com - Autor: Euro Oscar - © 2008
Direitos Reservados - Contato: eurooscar@gmail.com


Se veio até aqui por um link externo e não vê o menu fixo à esquerda, clique aqui, para melhor usar e controlar o site.


Página inicial do site