BAHÁ 'U 'LLÁH POR ELE MESMO

A mão da Vontade de teu Senhor, o Compassivo, o Misericordioso, transformou-Me

AUTOBIOGRAFIA

Eu era apenas um homem como os outros, adormecido em meu leito, quando eis que os sopros do Todo-Glorioso manaram sobre Mim e Me deram o conhecimento de tudo o que já existia. Isso não provêm de Mim, mas de Um que é Todo-Poderoso e Onisciente. E Ele ordenou que Eu levantasse Minha voz entre a terra e o céu, e por isso Me sucedeu o que fez correrem as lágrimas de todo homem de compreensão... Este Ser é apenas uma folha movida pelos ventos da Vontade de teu Senhor, o Todo-Poderoso, Alvo de todo louvor... Seu chamado predominante atingiu-Me e Me fez expressar Seu louvor entre todos os povos. Em verdade, era Eu feito um morto, quando Seu imperativo foi anunciado. A mão da Vontade de teu Senhor, o Compassivo, o Misericordioso, transformou-Me.


Por Minha vida! Não Me revelei por Minha vontade, mas Deus, por Sua própria vontade, quis Manifestar-Me. Sempre que Eu procurava entregar-Me ao silêncio e repouso, eis que a Voz do Espírito Santo à Minha direita, despertava-Me, e o Supremo Espírito aparecia-Me, o anjo Gabriel Me encobria com sua sombra e o Espírito da Glória se agitava dentro de Meu peito, concitando-Me a levantar e a romper Meu silêncio.


Certo dia num sonho, estas exaltadas palavras foram ouvidas em toda parte: Verdadeiramente, Nós te faremos vitorioso por Ti Mesmo e por Tua Pena. Não te aflijas pelo que Te tem acontecido, nem temas, por que Tu estás em segurança. Muito em breve Deus levantará os tesouros da Terra - homens que te auxiliarão por meio de Ti Mesmo e de Teu Nome, com que Deus revigorou os corações daqueles que O reconheceram.



Durante os dias em que permaneci na prisão de Teerã, embora o peso esmagador das correntes e o nauseabundo ar ambiente pouco Me permitissem dormir, contudo, em tais raros momentos de repouso, tinha a sensação de alguma coisa estar fluindo de Minha cabeça para o Meu peito, assim como uma poderosa torrente que, vertendo de uma altíssima montanha se precipitasse ao solo. Em consequência cada fibra de Meu corpo ardia como fogo. Em tais momentos, Minha língua dizia coisas que nenhum homem poderia suportar.


Enquanto mergulhado em amarguras, ouvi uma voz, a mais doce e maravilhosa, a chamar sobre Minha cabeça. Voltando Meu rosto, vi uma Jovem - personificação do Nome de Meu Senhor - suspensa no espaço diante de Mim. Tão jubilosa estava em sua própria alma, que seu semblante irradiava a graça Divina e suas faces inflamavam-se com o esplendor do Todo-Misericordioso. Pairando entre o céu e a terra, fez uma exortação que cativou o coração e a mente dos homens. Deu-me a conhecer as boas novas que alegraram todo o Meu Ser e as almas dos honrados servos de Deus. Apontando para a Minha cabeça, dirigiu-se a todos os que estavam no céu e a todos que estavam sobre a terra, dizendo: ‘Por Deus! Este é o Mais Amado em todos os mundos, mas ainda não compreendeis isso! Ele representa a Formosura de Deus entre vós e o poder de Sua soberania em vosso seio -saberieis, se vos fosse dado entender! Este é o Mistério de Deus e Seu Tesouro, a Causa de Deus e Sua Glória, para todos os que estão nos domínios da revelação e nos reinos criados - saberíeis, se estivésseis entre aqueles que percebem!



Meu Deus, Meu Mestre, Meu Desejo... Tu criaste este átomo de pó mediante o consumado poder de Tua grandeza e O nutriste com Tuas mãos, as quais por ninguém podem ser acorrentadas... A Ele tens destinado provas e sofrimentos que língua alguma pode descrever, nem qualquer uma de Tuas Epístolas relatar de um modo adequado. A garganta que Tu acostumaste ao toque de seda, tens, afinal, cingido de fortes correntes, e o corpo ao qual deste o conforto de brocados e veludos, tens sujeitado, por fim, à degradação de um calabouço. Teu decreto Me prendeu com inumeráveis grilhões e ao redor do pescoço Me pôs correntes que ninguém pode romper. Passaram-se alguns anos, durante os quais aflições, assim como chuvas de misericórdia, sobre mim caíram... Quantas foram as noites em que o peso de correntes e grilhões nenhum repouso Me permitia, e quão numerosos os dias durante os quais paz e tranquilidade Me eram negadas, por causa daquilo com que as mãos e as línguas dos homens Me afligiram! Tanto o pão como a água - que Tu, através de Tua misericórdia que a tudo abarca, tens concedido aos animais do campo - eles, a este servo, têm por algum tempo negado, e as coisas que recusaram inflingir àqueles que se têm apartado de Tua Causa, as mesmas eles deixaram ser infligidas a Mim, até que, finalmente, Teu decreto irrevogável foi determinado, e Teu mandato intimou este servo a que partisse da Pérsia (atual Irã), acompanhado por um grupo de homens debilitados e crianças de tenra idade, neste tempo em que o frio é tão intenso que se não pode nem falar, e o gelo e a neve estão tão abundantes que é impossível se mover.



Ao suportar durezas e tribulações, bem como ao revelar versículos e expor provas, foi sempre o propósito deste Oprimido extinguir o fogo do ódio e da animosidade, a fim de que os horizontes dos corações humanos sejam talvez iluminados com a luz da concórdia e atinjam a verdadeira tranquilidade.


Vaguei pelo deserto da resignação, viajando de tal modo que, no Meu exílio, todos os olhos pranteavam Minhas penas e todas as criaturas vertiam lágrimas de sangue em razão de Minha angústia. Os pássaros do céu eram os Meus companheiros e os animais do campo a Mim se associavam.


De Meus olhos vertiam lágrimas angustiosas e de Meu coração dilacerado surgia um oceano de agônicos pesares. Muitas noites não tive com que Me alimentar e muitos dias Meu corpo não encontrou repouso...Sozinho comunguei com Meu espírito, alheado do mundo e de tudo o que nele existe.


O dilúvio de Noé é apenas a medida de lágrimas por Mim vertidas, e o fogo de Abraão uma ebulição de Minha alma. O pesar de Jacó é apenas um reflexo de Minhas tristezas e as aflições de Jó uma fração de minha calamidade ... Derrama sobre Mim paciência, ó Meu Senhor, e faze-Me vitorioso sobre os transgressores.


Sabe tu, em verdade, que este Jovem, ao voltar os olhos para Seu próprio Ser, o acha a mais insignificante de todas as criaturas. Quando, porém, contempla o esplendoroso fulgor que Ele foi habilitado a manifestar, eis este Ser, diante Dele, transfigurado numa Potência soberana que penetra a essência de todas as coisas visíveis e invisíveis. Glória Àquele que, através do poder da verdade, enviou o Manifestante de Si Próprio e O incumbiu de transmitir Sua mensagem a toda a humanidade.



Magnificado seja Teu Nome, ó Senhor meu Deus! Não sei com que água Tu me criaste, ou que fogo acendeste dentro de mim, ou com que argila me amoldaste. A agitação de todo mar aquietou-se, menos a agitação deste Oceano que se move à mercê dos ventos de Tua Vontade. A chama de todo fogo já se extinguiu, salvo a Chama que as mãos de Tua onipotência acenderam e cujo esplendor Tu, pelo poder de Teu Nome, fizeste irradiar ante todos em Teu céu e todos sobre Tua terra. E seu ardor cresce, à medida que as tribulações se aprofundam.


Nenhum dos reis da terra tem o poder de me impedir de Tua comemoração ou do enaltecimento de Tuas virtudes. Fossem eles coligar-se - como já se coligaram - contra mim, ameaçando-me com suas espadas mais aguçadas e seus dardos mais aflitivos, eu não hesitaria em magnificar Teu Nome diante de todos os que se acham em Teu céu e sobre Tua terra. Não, antes, eu exclamaria dizendo: "Esta, ó meu Amado, é minha face, e este é meu espírito que sacrifiquei por Teu espírito, e este é o meu sangue que se agita em minhas veias em seu ardente desejo de se derramar por amor a Ti e em Teu caminho."

TEXTOS DE INSPIRAÇÃO NA FÉ BAHAI

OPINIÕES FAMOSAS SOBRE O MOVIMENTO BAHAÍ - 1


OPINIÕES FAMOSAS SOBRE O MOVIMENTO BAHAÍ - 2


PENSAMENTOS DE BAHÁ'U'LLÁH - 1


PENSAMENTOS DE BAHÁ'U'LLÁH - 2


AUTOBIOGRAFIA DE BAHÁ'U'LLÁH


UMA BIOGRAFIA DE BAHÁ'U'LLÁH


CURIOSIDADES, EPISÓDIOS E INFORMAÇÕES


CRONOLOGIA E PALAVRAS DE SABEDORIA


O PLANO DE QUATRO ANOS - 1


O PLANO DE QUATRO ANOS - 2


O PLANO DE QUATRO ANOS - 3


COMPREENDENDO O HOJE, SOLUCIONANDO O AMANHÃ


A RENOVAÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO E O DIREITO - 1


A RENOVAÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO E O DIREITO - 2


EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS


PONTO DE VISTA BAHAI SOBRE AS DROGAS


MODELO ATUAL DE EDUCAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS - 1


MODELO ATUAL DE EDUCAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS - 2


GLOSSÁRIO DE TERMOS ORIENTAIS E BIBLIOGRAFIA

OS TEXTOS DE IRADJI ROBERTO EGHRARI

A PAZ INTERIOR - 1


A PAZ INTERIOR - 2


NÓS E O FINAL DO MILÊNIO - 1


NÓS E O FINAL DO MILÊNIO - 2


O DIA DE DEUS - 1


O DIA DE DEUS - 2

CURSO GRATUITO - PRIMEIRA PARTE

LIÇÃO 1    LIÇÃO 2


LIÇÃO 3    LIÇÃO 4


LIÇÃO 5    LIÇÃO 6


LIÇÃO 7    APÊNDICE

POESIAS DE
INSPIRAÇÃO BAHAI

1    2    3    4    5

FONTE DO TEXTO

http://www.bahai.org.br



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!






Google
 
Web www.eurooscar.com








Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.





Home