PENSAMENTOS DE BAHÁÚ'LLÁH

MOVIMENTO BAHAI, FÉ BAHAI

SEGUNDA PARTE

51
Sabe tu, em verdade, o coração no qual resta ainda o menor vestígio de inveja, jamais atingirá Meu domínio eterno, nem inalará os doces e sagrados aromas que emanam de Meu reino de santidade.


52
Cega teus olhos, a fim de contemplares Minha beleza; fecha teus ouvidos, para que possas escutar a doce melodia de Minha voz: esvazia-te de todos os conheci-mentos, para que possas participar de Minha sabedoria; e santifica-te da riqueza, a fim de obteres uma porção duradoura do oceano de Minha riqueza eterna. Cega teus olhos, isto é, para tudo salvo Minha beleza; fecha teus ouvidos para tudo que não seja Minha Palavra; esvazia-te de toda erudição, salvo o conhecimento de Mim; para que assim, com uma visão clara, um coracão puro e ouvidos atentos, possas entrar na corte da Minha santidade.


53
Porque usais as vestes de pastor, quando, interiormente, vos tornastes lobos, visando Meu rebanho? Sois semelhantes à estrela que nasce antes do amanhecer e que, embora pareça radiante e luminosa, desvia os caminhantes de Minha cidade, conduzindo-os pelas veredas da perdição.


54
Pondera tu um pouco. Já ouviste dizer que amigo e inimigo devessem morar em um só coracão? Expulsa, pois, o estranho, para que o Amigo possa entrar em seu lar.


55
Muitas vezes, ao alvorecer, a brisa de Minha terna misericórdia soprava sobre ti e te encontrava no leito da incúria, completamente adormecido. Lastimando, pois, teu triste estado, regressava ao lugar de onde viera.

56
Rompe tua gaiola e, assim como a fênix do amor, alça vôo para o firmamento da santidade. Renuncia a ti mesmo e, prenhe do espírito da misericórdia, habita no reino da santidade celestial.


57
Purifica da malícia o teu coração e, inocente de inveja, entra na corte divina da santidade.


58
Sede tolerantes uns para com outro e não vos afeiçoeis às coisas terrenas. Não vos orgulheis de vossa glória, nem vos envergonheis da humilhação. Por Minha beleza! Criei do pó todas as coisas e novamente ao pó, farei que voltem.


59
Ao rico, falai dos suspiros do pobre à meia-noite, para que a indiferença não o conduza ao caminho da destruição e o prive da Arvore da Riqueza. O dar e o ser generoso é atributo Meu; bem-aventurado quem se adorna com Minhas virtudes.


60
Retirai as vossas mãos da tirania, porque jurei não perdoar a injustiça de nenhum homem. Este é o Meu convênio, o qual decretei irrevogavelmente, na epístola preservada, e selei com Meu selo de glória.

61
És assim como uma espada de fina têmpera, oculta na escuridão de sua bainha, cujo valor se esconde do conhecimento do artífice. Que saias, pois da bainha do ego e do desejo, para que teu mérito resplandeça e se manifeste ao mundo inteiro.


62
Sois as árvores de Meu jardim; deveis dar frutos belos e maravilhosos, para que vós e outros sejam por eles beneficiados. Assim compete a cada um ocupar-se em ofícios ou profissões, pois o segredo da riqueza está nisso, ó homens de compreensão! Resultados dependem de meios e a graça de Deus vos será toda-suficiente. Árvores infrutíferas sempre foram e serão destinadas ao fogo.


63
Os mais ignóbeis dos homens são os que nenhum fruto produzem na terra. Tais homens são, em verdade, contados entre os mortos; ou antes, os mortos são melhores aos olhos de Deus do que essas almas vadias e sem valor.


64
Lembrai-vos do convênio que fizestes comigo no Monte Parán, sito na sagrada região de Zamán. Invoquei o testemunho da assembléia nas alturas e dos habitantes da cidade imortal; entretanto, a ninguém encontro, agora, fiel ao convênio. De certo, o orgulho e a rebeldia apagaram-no dos corações, de tal modo que já não resta traço sequer. Embora Eu soubesse disso, ainda esperei, não o revelando.


65
Aonde pode ir o apaixonado senão à Terra de sua bem-amada? E aquele que procura, poderá ele ficar tranquilo longe do desejo de seu coração? Para quem ama verdadeiramente, a união é vida, e a separação, morte. Vazio de paciência está seu peito; privado de paz, seu coracão. A miríades de vidas, ele renunciaria, a fim de se apressar para onde se encontra a bem-amada.

66
A humildade eleva o homem ao céu da glória e do poder, enquanto o orgulho o rebaixa até às profundezas da miséria e da degradação.


67
O homem é o talismã supremo. A falta de devida educação, privou-o daquilo que ele inerentemente possui... Considerai o homem como uma mina rica em jóias de inestimável valor. A educação, tão somente, pode fazê-la revelar seus tesouros e habilitar a humanidade a tirar dela algum benefício.


68
Nós, em verdade, não falhamos em Nosso dever de exortar os homens e de entregar aquilo de que fomos incumbidos por Deus, o Todo-Poderoso, o Todo-Glorificado... Haverá qualquer desculpa para alguém? Não, por Deus, o Senhor do Trono Poderoso! Meus sinais abrangem a terra toda e Meu poder envolveu a humanidade inteira.


69
Se levada ao excesso, a civilização tornar-se-á uma fonte tão prolífera do mal como havia sido do bem enquanto mantida dentro dos limites da moderação... sua chama devorará as cidades.


70
...Não te esqueças de Minha graça, enquanto Eu estiver ausente. Lembra-te de Meus dias durante os teus dias, e de Minha angústia e Meu exílio nesta remota prisão. E sê tão constante em Meu amor que jamais teu coração vacile...

71
Quando o mar da Minha Presença se achar esgotado, e o Livro da Origem tiver atingido seu fim, volvei-vos para Aquele (‘Abdu’l-Bahá) que é desejado por Deus - Aquele que procede desta Raiz antiga.


72
A alma depois de sua separação do corpo, continuará a progredir até que atinja a Presença de Deus, num estado e condição que nem a revolução dos tempos e séculos mudará, nem os acasos e vicissitudes deste mundo poderão alterar.


73
Brevemente a Ordem atual passará e uma nova Ordem se estenderá em seu lugar.


74
Vós sois as folhas e os ramos de uma mesma árvore, as gotas de um mesmo mar, as estrelas de um mesmo céu.


75
Sede unidos, ó soberanos da Terra!... Para que desse modo sejam acalmadas as tempestades entre vós e vossos povos encontrem o sossêgo. Se algum de vós levantar armas contra outro, erguei-vos todos contra ele, pois isto nada mais é que justiça manifesta.

76
Em verdade, Ele (Jesus) disse: Vinde após Mim e Eu vos farei pescadores de homens. Neste dia, porém, dizemos: - Vinde após Mim para que vos possamos tornar os vivificadores da humanidade.


77
Ó Meus amigos que habitais sobre a Terra! Aquele que é o Mais Amado já veio!... Regozijemo-nos e que todos os ouvidos se alegrem, pois é chegado o tempo de fitarmos Sua beleza e agora é o tempo para ouvirmos a Sua voz.


78
Chama Sião, ó Carmelo, e anuncia as jubilosas novas: Veio Aquele que estava oculto dos olhos mortais! Está manifesta Sua soberania predominante; revela-se Seu esplendor que a tudo abrange.


79
Se acreditardes em Mim, Eu vos farei amigos de Minha alma no Reino de Minha grandeza e companheiros de Minha perfeição no Reino de Meu poder, eternamente.


80
Meu cativeiro não pode Me causar dano. O que Me pode prejudicar é a conduta dos que Me amam, que se dizem estar relacionados Comigo e, no entanto, perpretam o que faz gemerem Meu coração e Minha pena.

81
A noite sucedeu ao dia, e o dia sucedeu à noite, e as horas e os momentos de vossas vidas vieram e se foram e, no entanto, nenhum de vós consentiu em se desligar - nem sequer por um instante - daquilo que perece. Despertai, para que os breves momentos que ainda vos restam não se dissipem e se percam.


82
O amor é a causa da Revelação de Deus ao Homem, é o laço vital que, de acordo com a criação divina, é inerente às realidades das coisas... O amor é a maior lei que governa este grande ciclo celestial, o poder único que liga os diversos elementos deste mundo material, a suprema força magnética que dirige os movimentos das esferas nos domínios celestiais.


83
Todo homem de discernimento, enquanto cami-nha sobre a terra sente-se realmente envergonhado, porquanto compreende perfeitamente que aquilo que é a fonte de sua prosperidade, sua riqueza, sua força, sua exaltação, seu avanço e seu poder é, como ordenado por Deus, a própria terra que é pisada pelos pés de todos os homens. Indubitávelmente, aquele que é conhecedor dessa verdade está purificado e santificado de todo orgulho, arrogância e vaidade.


84
Ó meu irmão! Enquanto não entrares no Egito do amor, jamais haverás de encontrar o José da Beleza do Amigo; e assim como Jacó, até que abandones teus olhos exteriores, jamais haverás de abrir os olhos do teu ser interior; e até que ardas com o fogo do amor, jamais haverás de comungar com o Amante, Alvo do Anelo.


85
Deve-se julgar a busca (do Bem-Amado) pelo padrão do Majnún do Amor. Conta-se que, um dia, encontraram-no ocupado em peneirar o pó, enquanto lhe corriam as lágrimas. Perguntaram-lhe: Que fazes?, ao que respondeu: Busco Laylí! - Ai de ti! exclamaram, Laylí é de puro espírito e tu a buscas no pó! Disse-lhes: Eu a busco em toda parte; quiçá algures a possa encontrar. Sim, embora para os sábios seja vergonhoso procurar no pó o Senhor dos Senhores, isso, no entanto, indica intenso ardor na busca.

86
Ó meu irmão! Um coração puro é como um espelho; limpa-o com o polimento do amor e do desprendimento de tudo exceto de Deus, para que nele possa brilhar o sol verdadeiro e amanheça a manhã eterna. Tu verás então com clareza, o que significa ‘Nem Minha Terra nem Meu céu Me contêm, mas sim, o coração de Meu fiel servo Me contêm.’ E tomarás tua vida em tua mão e a lançarás com infinito anelo diante do novo Bem-Amado.


87
Sou o Falcão real no braço do Onipotente. Desdobro as asas caídas de todo pássaro prostrado e impulsiono-lhe o vôo.


88
Aquele que é o vosso Senhor, o Todo-Misericordioso, acalenta o desejo de contemplar a raça humana inteira como uma só alma e um só corpo.


89
O fanatismo e o ódio religiosos são um fogo devorador do mundo, cuja violência ninguém pode conter. A Mão do poder divino, tão somente, é capaz de livrar a humanidade dessa aflição desoladora.


90
Em todos os assuntos, a moderação é desejável. Se uma coisa for levada ao excesso, provará ser fonte de mal. ...Coisas estranhas e espantosas existem na Terra, mas se ocultam da mente e da compreensão dos homens. Tais coisas são capazes de alterar toda a atmosfera da Terra, e sua contaminação mostrar-se-ia letal...

Parte 1

TEXTOS DE INSPIRAÇÃO NA FÉ BAHAI

OPINIÕES FAMOSAS SOBRE O MOVIMENTO BAHAÍ - 1


OPINIÕES FAMOSAS SOBRE O MOVIMENTO BAHAÍ - 2


PENSAMENTOS DE BAHÁ'U'LLÁH - 1


PENSAMENTOS DE BAHÁ'U'LLÁH - 2


AUTOBIOGRAFIA DE BAHÁ'U'LLÁH


UMA BIOGRAFIA DE BAHÁ'U'LLÁH


CURIOSIDADES, EPISÓDIOS E INFORMAÇÕES


CRONOLOGIA E PALAVRAS DE SABEDORIA


O PLANO DE QUATRO ANOS - 1


O PLANO DE QUATRO ANOS - 2


O PLANO DE QUATRO ANOS - 3


COMPREENDENDO O HOJE, SOLUCIONANDO O AMANHÃ


A RENOVAÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO E O DIREITO - 1


A RENOVAÇÃO DO PENSAMENTO HUMANO E O DIREITO - 2


EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS


PONTO DE VISTA BAHAI SOBRE AS DROGAS


MODELO ATUAL DE EDUCAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS - 1


MODELO ATUAL DE EDUCAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS - 2


GLOSSÁRIO DE TERMOS ORIENTAIS E BIBLIOGRAFIA

OS TEXTOS DE IRADJI ROBERTO EGHRARI

A PAZ INTERIOR - 1


A PAZ INTERIOR - 2


NÓS E O FINAL DO MILÊNIO - 1


NÓS E O FINAL DO MILÊNIO - 2


O DIA DE DEUS - 1


O DIA DE DEUS - 2

CURSO GRATUITO - PRIMEIRA PARTE

LIÇÃO 1    LIÇÃO 2


LIÇÃO 3    LIÇÃO 4


LIÇÃO 5    LIÇÃO 6


LIÇÃO 7    APÊNDICE

POESIAS DE INSPIRAÇÃO BAHAI

1    2    3    4    5

FONTE DO TEXTO

http://www.bahai.org.br



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!






Google
 
Web www.eurooscar.com








Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.





Home