SANTIAGO BOVISIO



REFLEXÃO 28

Reversão dos Pólos


a - A MÁQUINA;


b - UM MUNDO ENERGÉTICO;


c - O QUE POSSO FAZER?

A informação que nos chega desde o Centro de Ciências Planetárias da Dinamarca é espetacular. Estão sendo detectadas e medidas as mudanças importantes que se produziram nas zonas polares, onde se verificaram, via satélite, grandes buracos no magnetismo terrestre, no Ártico e no Atlântico Sul.


Como este assunto tem sido tratado nas Ensinanças que referem um momento histórico especial, a Guerra dos 1.500 anos contra os Magos Negros Atlantes, os quais foram destruídos por uma mudança no eixo magnético terrestre, vamos tratar sobre ele nesta Reflexão, já que o fenômeno é análogo ao que provocam os atuais "Magos Negros" da política internacional e das ciências da destruição, com todo o arsenal de mortes que acumularam em satânica carreira para dominar o mundo.


Para compreender os terríveis enfrentamentos que se produzem entre as nações há um século, é conveniente informar-se nas disciplinas esotéricas desenvolvidas pelo Mestre Bovisio: Livro XXVI "Antropogênese", Capítulo 15: "A Luta dos Mil e Quinhentos Anos", e o Livro IV "História do Homem", Capítulos 14,15 e 16. Outra fonte de apreciável valor é o Ramayana dos hindus. A semelhança dos indicadores históricos, modernos e antigos, é impressionante.


1. Conclui um período evolutivo esgotado, Peixes, para dar nascimento a outro novo, Aquário. A antiga quarta Raça Celta cedeu lugar à quinta Ário Teutônica, há 24.000 anos. Quando esta terminou, entre 1972-1977, se iniciou a sexta Ário Americana - Aquário com sinais eloqüentes.


2. Cada Sub-Raça permanece um ano sideral de doze signos zodiacais, que duram dois milênios cada um.


3. Em cada ano sideral, por Lei de Reversibilidade, a Terra muda a polaridade magnética, e produzem-se grandes modificações em sua estrutura interna e externa, energética e morfologicamente.


4. Na luta Atlante, ao produzir-se a mudança polar, os Magos Negros sofreram alterações em seus centros cerebrais e perderam o poder sobre os monstros de ferro. Agora, a inversão dos pólos magnéticos, entre outros efeitos, deixará fora de controle os ordenadores e as comunicações satelitais; o mundo será um caos.

a- A MÁQUINA

A esfera terráquea é uma gigantesca máquina integrada que funciona no espaço pela energia do Sol, e com seus próprios recursos. É uma máquina especial que contém mais elementos dos que registram as ciências naturais. Está regulada por seres de grande poder, e, obviamente, mais inteligentes que os chefes da ONU, das Superpotências, e dos Prêmios Nobel reunidos.


Para conhecer o interior da Terra há que possuir instrumentos sutis. Os antigos os utilizavam amplamente, por exemplo, no Templo de Amon no Egito. Com o advento da razão, essas capacidades se perderam.


Nos tempos modernos, alguns superdotados podem conhecer o que está oculto; os clarividentes treinados podem manejar à vontade as viagens astrais, para penetrar em regiões inacessíveis ao homem comum. Não necessitam aparelhos físicos; eles mesmos são os instrumentos do conhecimento, e a sabedoria que adquirem, transmitem à Humanidade.


A Ensinança "Vida Interna da Terra", do Livro VII "O Devenir", descreve as experiências de uma viagem astral do Mestre Santiago para o interior do Planeta, em contato direto e pessoal, que muito poucos podem realizar sem perigo.


Quando voltou, relatou que "apenas pôde escapar, porque a gravidade magnética do núcleo é terrível". Depois escreveu a Ensinança para benefício de seus Filhos Espirituais.


Algumas lendas relatam viagens semelhantes. Orfeu buscando Eurídice, Jesus descendo aos Infernos para salvar almas, "A Divina Comédia" de Dante, Julio Verne e sua viagem fantástica.


Leia-se o Livro XVII, "O Sistema Planetário", Capítulo 13 e 14, e compreender-se-á um pouco esta máquina cósmica superinteligente e supersábia, em permanente transformação, dirigida pelos Grandes Iniciados Solares. Nós homens formamos parte dela, somos a avançada de evolução; em nós se experimentam as mudanças e abrem-se os tempos do porvir.


Os Mestres que já percorreram os caminhos, guiam-nos, e quando o salto é grande, encarna um Grande Iniciado Solar para estender uma ponte vibratória que chega até a outra beira. Nestes momentos, o Maitreya está vibrando e fazendo vibrar a seus Discípulos Fiéis na onda magnética de Aquário.


Não há outra alternativa senão essa ponte. O velho e decrépito navio, cheio de buracos econômicos, ambientais, militares, morais e tecnológicos, afunda lentamente; as convulsões magnéticas da Mãe Terra são sinais do naufrágio.

b- UM MUNDO ENERGÉTICO

Os Atlantes possuíam grandes poderes psíquicos; sua fisiologia era diferente da nossa, com órgãos de percepção e utilização de energias sutis que o homem moderno desconhece. Suas civilizações desenvolveram a navegação aérea, aquática, o transporte de grande volumes, raios da morte que matavam à distância, energia elétrica, luz artificial e maravilhosos instrumentos.


Quando foi concluída sua missão, desapareceram e deixaram o planeta livre para que os Ários pudessem fazer seu trabalho;
O Manu Vaivasvata fundou a Raça Ária há 120.000 anos, com o propósito de desenvolver na mente humana os mecanismos da razão. No último período, Peixes, isto tem sido realizado plenamente.


Além destas conquistas, com a razão, não se pode ir; o homem necessita outras ferramentas, outra forma de pensar e sentir, mais penetrante, rápida e completa; necessita da intuição para alcançar a harmonia do espírito com a matéria.


A obra do Grande Iniciado Solar Maitreya desenvolverá os mecanismos psicológicos que permitam reconciliar o homem consigo mesmo, a união do politeísmo com o monoteísmo em uma só cosmovisão: o conhecimento no amor.


Nas atuais condições humanas sociais, magnéticas, educativas e morais não é possível. É indispensável modificar o estado vibratório do ser para que as mudanças possam realizar-se, não só no campo magnético do Planeta, mas na alma. A Terra é vida, e sustenta os indivíduos harmoniosamente quando estão em sintonia coerente.


As etapas evolutivas da Humanidade se manifestam primeiro na vibração terrestre, porque é no lar que alberga e alimenta os seres vivos, com os elementos adequados às novas formas de viver. O trigo de hoje não é igual que o dos egípcios, nem o ar, nem a radiação do Sol; a Natureza evolui continuamente.


O destino do homem está escrito na Revelação Universal desde o começo da Raça Ária, e vem se cumprindo rigorosamente. Termina uma etapa e inicia-se a seguinte. Não a propõem os homens, mas os deuses. Não há eleição nem alternativas. É a Roda energética de Sete Chakras que o Iniciado Solar está acendendo no globo terráqueo desde dentro, e que o Mestre Santiago descreveu em suas Ensinanças.


O homem corrente há de harmonizar com as novas vibrações seguindo o Caminho da Renúncia, porque as velhas sendas conduzem ao nada. A Renúncia despojará o homem da roupa suja e rasgada, para que possa vestir as formas de vida que o Maitreya propõe para ele.

c- O QUE POSSO FAZER?

Muito. Tudo. Estes fogos de artifício que vemos no Planeta, não se acendem por capricho, senão para benefício dos homens. E eu, que posso fazer? Muito! A alma, beneficiária principal destas mudanças telúricas, tem que fazer tudo: Renunciar.


Unicamente renunciando ao mundo velho pode o ser humano estar em condições de empreender um novo. É uma oportunidade extraordinária para colocar-se na crista da onda junto ao Maitreya, e avançar para os territórios desconhecidos do devenir.


Há predestinação, e também há vontade para estar na vanguarda dos acontecimentos que se precipitam para o futuro. Permanecer aferrado às rochas do quebra-mar, por apego, cobiça, ou medo de perder o que se leva, é correr o risco de ser arrastado pela ressaca e afundado nos abismos, quando a onda volta ao Oceano.


Este tempo é uma oportunidade única em milênios, reservada aos valentes e aos heróis que sejam capazes de entregar-se ao grande jogo da vida superior, enfrentando as espetaculares modificações da Terra para transformarem-se, eles também, na direção correta.


Se a Mãe Bhumi que nos alberga e alimenta, muda o rumo do destino, e transmite-nos sinais de trânsito, naturais como esta mudança magnética, espirituais como as Ensinanças e põe um Mestre de carne e osso para que nos guie pela ponte, o Maitreya, não percamos a oferta, é única. Assim como a Mãe abandona suas posições estáveis e empreende a mudança, renunciemos nós também à nossa estabilidade cômoda, porém inútil, e libertemos nosso espírito para o grande salto de realizações.


Não é nenhum mistério o continente desconhecido que apresenta o Maitreya. Intuímo-lo, mas não o exploramos: é nossa própria alma, que não conhecemos nem sabemos os tesouros que guarda. Pela Renúncia, como tem ensinado o Mestre Santiago Bovisio, automaticamente se abrem os portais da vida interior, e entregam-nos seu santuário para que vivamos em liberdade.


O mundo exterior que tanto dano faz agora em todas as atividades sociais e econômicas às quais estamos submetidos, está deixando de vibrar, e a Terra o sacode com força para renová-lo. A onda magnética de Aquário vibra nos centros ativos da alma, e desde ali, vamos nos unindo uns com os outros, no Corpo Místico da Humanidade renovada.

AS OUTRAS PÁGINAS

Próxima (29)   Anterior (27)


Índice geral sobre Santiago Bovisio

FONTE DO TEXTO

http://www.santiagobovisio.org



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!






Google
 
Web www.eurooscar.com








Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.





Home