Padre Pio de Pietrelcina: Milagres - 2






MÃE, MÃE, PADRE PIO ME CUROU!


Testemunho de uma mãe:

“Minha primeira filha nasceu em 1953. Quando tinha um ano e meio o Padre Pio salvou a sua vida de forma súbita e milagrosa. Na manhã de 06 de Janeiro de 1955 meu marido e eu estávamos na igreja assistindo à Santa Missa e nossa filha estava em casa com o avô dela. De repente um acidente aconteceu, e nossa filha se queimou com uma panela de água quente. A queimadura era tão grande quanto séria e a atingiu desde o estômago até a parte de trás.

O doutor recomendou para a hospitalizr imediatamente, porque ela poderia morrer devido ao estado de gravidade suprema... Por isso ele não nos deu nenhum medicamento. Desesperada ao ver sofrendo a minha filha, assim que o doutor se foi invoquei fortemente o Padre Pio, para que interviesse urgentemente. Quando eu estava pronta para levá-la ao hospital,já era quase meio-dia. Eis que de repente a menina, que estava só no quarto, chamou-me: "mãe, mãe, olhe eu já não tenho nenhuma ferida”.

E quem fez desaparecer suas feridas? Eu perguntei amedrontada e com grande curiosidade. Ela respondeu. “Mãe o Padre Pio veio, e ele curou minhas feridas pondo suas mãos sagradas em minha queimadura”. Realmente, para surpresa de todos, não havia nenhum sinal ou marca de que havia existido alguma queimadura na menina. O corpo de minha filha estava totalmente saudável, e pensar que alguns minutos antes o médico a condenou no seu prognóstico.


DA PIOR À MELHOR DAS COLHEITAS

Os camponeses de San Giovanni Rotondo se lembram com grande felicidade do seguinte evento:

Estavam na primavera, as árvores de amêndoas floridas, enquanto estavam prometendo uma boa colheita. Mas infelizmente milhões de lagartas vorazes chegaram e elas devoraram as folhas e as flores, não deixaram sequer as cascas. Depois de dois dias tentando parar aquela invasão os camponeses estavam muito preocupados, porque para muitos deles as amêndoas eram o único recurso econômico. Eles decidiram contar ao Padre Pio o problema.

O Padre Pio teve uma bela visão das árvores pela janela dele no convento e ele decidiu as abençoar. Ele vestiu os vestuários sagrados e começou a rezar. Quando terminou ele pegou a água benta e fez o sinal da Cruz, em direção das árvores. Imediatamente as lagartas desapareceram, e no dia seguinte às lagartas terem desaparecido as árvores de amêndoas, pareciam ter os brotos novamente. Era um desastre; a colheita estava perdida.

O que aconteceu então é realmente incrível! Nós tivemos a colheita mais abundante. Como é possível que nós tivemos uma colheita mais abundante que aquelas que nós sempre naturalmente tivemos? Nunca, em tempos normais nós tínhamos tido uma colheita desse modo. Os cientistas nunca puderam dar uma explicação sobre esse fenômeno.


FALANDO COM OS PÁSSAROS

No jardim do convento eles tinham vários tipos de árvores; os ciprestes, algumas de fruta e outras espinhosas. Principalmente nas tardes de verão, o Padre Pio desfrutava do clima, na sombra, junto com os amigos dele, e alguns convidados. Certa vez, quando o Padre Pio estava falando com algumas pessoas, repentinamente muitos pássaros começaram a cantar e fazer barulho à sombra das árvores.

Essas aves estavam executando uma sinfonia ali; melros, pardais, e outras espécies chilreando. O Padre Pio ficou aborrecido pela algazarra, e olhando para os pássaros lhes falou: “silêncio!” Naquele mesmo momento, os pássaros, os grilos e as cigarras se calaram. As pessoas que estavam no jardim se mostraram profundamente surpresas! Na realidade o Padre Pio tinha falado aos pássaros, de mesmo modo que São Francisco.


PARALISANDO O PELOTÃO

Outro testemunho, de um senhor, que contou:

“Minha mãe vinha de Foggia e era um das primeiras filhas espirituais do Padre Pio. Ela tinha pedido para o Padre Pio a conversão e a proteção de meu pai; quando em abril de 1945 eles iriam executá-lo. Ele estava na frente do pelotão de tiroteio quando de repente pulou diante dele Padre Pio, para o proteger.

O comandante do pelotão deu a ordem de atirar; mas nenhum tiro foi disparado dos rifles dos sete membros do pelotão e eles e o comandante ficaram surpreendidos, eles verificaram seus rifles e não acharam nenhum problema. Assim o pelotão; apontou para meu pai novamente, e o comandante pediu aos soldados dele para atirarem mais uma vez. De novo aconteceu a mesma coisa. Os rifles não trabalharam.

Essa realidade misteriosa e inexplicável interrompeu a execução. Meu pai voltou para casa e ele se converteu. Ele recebeu os sacramentos sagrados em San Giovanni Rotondo, quando fui agradecer aPadre Pio. Desse modo minha mãe obteve os milagres que ela sempre tinha pedido ao Padre Pio: a conversão do marido dela!


15 KM. A 180 POR HORA, SEM GASOLINA!

Testemunho do Padre Honorato:

“Eu entrei para San Giovanni Rotondo com um amigo, em motocicleta. Cheguei no convento alguns minutos antes do meio-dia. Dando meus cumprimentos ao superior, fui para a caixa de confissão cumprimentar o Padre Pio e beijar a mão dele. Devo lembrar que meu modelo de motocicleta foi chamado "vespa". Quando me viu o Padre Pio me disse: “cansado pela viagem de vespa?” Eu estava bastante surpreendido: na realidade o Padre Pio não me tinha visto quando eu cheguei para o convento, mas ele soube que tipo de transporte eu usei.

A manhã seguinte deixamos San Giovanni Rotondo com minha “vespa” e partimos para San Miguel, a próxima cidade depois da cidade de Padre Pio. O tanque de gasolina estava vazio, e nós nos decidimos a enchê-lo em Monte San Ângelo. Mas assim que alcançamos aquela cidade pequena nos deparamos com um problema: todas as bombas de gasolina estavam fechadas. Dessa forma, decidimos voltar a San Giovanni Rotondo.

Realmente esperamos achar alguém na estrada que pudesse nos dar um pouco de gasolina. No primeiro lugar eu estava angustiado por meus irmãos do convento, porque estava passando da hora do almoço; coisa que não é gentil... Mas com gasolina, para apenas uns poucos quilômetros, a moto começou a fazer um barulho e parou. Verificamos o tanque e estava vazio. Com tristeza eu contei a meu amigo que nós só tínhamos dez minutos para chegar ao convento e almoçar com nossos irmãos.

Não achamos nenhuma solução, e por isso meu amigo deu um pontapé no pedal. Incrível! A motocicleta arrancou novamente! Nós empreendemos a viagem imediatamente a San Giovanni Rotondo sem desejar saber a razão de porque a motocicleta tinha arrancado sem gasolina. Quando estávamos chegando ao convento a motocicleta parou novamente. Destampamos o tanque e vimos que ele estava seco. Surpreendidos olhamos para nossos relógios: era dez minutos antes da hora do almoço. Significou que tínhamos coberto quinze quilômetros em uma média de 180 quilômetros por hora. Sem a gasolina!” Entrei para o convento enquanto os irmãos estavam descendo para o almoço, e quando fui procurar o Padre Pio e o encontrei, ficamos olhando um para o outro e rindo.


Início (parte 1)     Final (parte 3)

FONTE DO TEXTO ACIMA

http://padrepio.catholicwebservices.com/ Milagres.htm

As Outras Páginas

Índice de Padre Pio





Privacidade    Privacy

Se não vê à esquerda o frame com o menu principal, clique aqui.

Only if you are not seeing the left main navbar frame click here.

Home

www.eurooscar.com  -  eurooscar@gmail. com
Euro Oscar C. Nogueira - ©All Rights Reserved