Parábolas Budistas - 10


Parábola das Três Ervas Medicinais
e Dois Tipos de Árvores

Há muitas espécies de flores, árvores e ervas, diferentes em tamanho, forma e denominação. Ao redor do mundo, há uma nuvem densa e vasta, que faz com que a chuva caía em todas as partes. Evidentemente, a chuva molha o solo ressequido e, como resultado, as árvores, ervas e plantas de todos os lugares são nutridas e crescem. A água que cai da nuvem é imparcial, mas plantas recebem umidade conforme sua natureza e crescem de acordo com sua espécie.

Embora as árvores e as ervas sejam grandemente diversificadas em tamanho e em natureza, suas raízes, ramos, galhos, folhas, botões e frutos crescem graças à mesma chuva.

Nesta breve parábola, Sakyamuni mostra a benevolência imparcial do Buda.

O aparecimento do Buda é como a vasta nuvem que envolve o mundo inteiro. O Buda revela a verdade da vida a todas as pessoas sob diversos ângulos. Ele ensinou a Lei igualmente para todas as pessoas. Entretanto, como elas diferem quanto à capacidade de compreensão, o desenvolvimento de cada uma é diferente. Dessa forma, algumas continuam no estado de Alegria, outras, no de Erudição e outras, no estado de Absorção.

Sakyamuni compara os três tipos de ervas e dois tipos de árvores com esses estados de vida. As ervas inferiores correspondem às pessoas no estado de Tranquilidade e Alegria; as ervas comuns, às de Erudição e Absorção; e as ervas superiores, às de Bodhisattva que buscam a auto-perfeição. Quanto às árvores, as pequenas indicam os bodhisattvas que dedicam a vida ao caminho do Buda, praticando sempre o altruísmo. As árvores grandes indicam os bodhisattvas que se esforçam para salvar muitas pessoas.

Sakyamuni diz: "O ensino imparcial do Buda pode ser comparado à chuva. Entretanto, a compreensão das pessoas difere, assim como as plantas e as árvores recebem diferentemente a chuva".

Mas a chuva benéfica acaba, no final, nutrindo todas as espécies de plantas e árvores, fazendo com que, sem exceção, deem flores e frutos.

Preciosa Colaboração de Charles Chigusa, Tóquio, Japão.
Extraída da revista Terceira Civilização de julho de 1999.

Próxima (11)   Índice   Anterior (9)

Fonte do Texto

As Mais Belas Histórias Budistas, página criada por Sandro Neto Ribeiro.
http://www.vertex.com.br/users/san

Pesquisar só neste Site

Pesquisar em Toda a Web

www.eurooscar.com  -  eurooscar@gmail.com
©Todos os Direitos Reservados

Política de Privacidade     Privacy Policy

Se não vê o menu esquerdo de navegação clique aqui.

Only if you are not seeing the left navbar click here.

Home