Poesias de Euro Oscar - 11



ÍNDICE

AÇOKA (264 a 227 a.C.): EXEMPLO PARA HOJE



AÇOKA (264 a 227 a.C.):
EXEMPLO PARA HOJE

Açoka, quando assumiu o trono, danou

o irmão mais velho; vilão, condenou-o.

Dominou um vasto território; e ao purgatório

destinou cem mil. Arruinou, assassinou...e assinou.

Impiedoso, atacou o reino de Kalinga, em Orissa.

Impetuoso, esburacou (treino!). E se vinga essa injustiça?

Iluminava os seus feitos, com tochas. Nas rochas

gravava, cronista, cada conquista. Malquista lista.

Mortes, sortes, cortes de setas em peitos,

deportados mil, sonhos abortados, o mal.

Atletas nos leitos. Profetas, ó, aos céus os pleitos!


De repente Açoka se converte às leis de Buda,

e, clemente, no bem se diverte. Então tudo muda!

De súbito, vários editos aos súditos benditos:

"O 'Bem-Amado de Deus' aderiu à doutrina do dharma,

o derramado sangue feriu-me a alma. Ah, Kalinga,

nação invencível! Remóem-me os remorsos, da alma aos ossos.

Que ação horrível que fiz. Confesso e peço perdão!"

Declaração pública de um re-humano soberano,

digno exemplo; no templo da História um signo.

Açoka passa a difundir a Ética e a Moral,

bondade plural, amor geral, compaixão total.


No primeiro edito aos seus oficiais lhes diz:

"Todos os seres humanos são meus filhos.

Que convivam todos felizes e em paz,

nesta vida e em todas as outras que virão.

Conclamava ao povo e também aos seus sucessores,

mansidão e generosidade, retidão e caridade,

direito e dever, em equivalência. Respeito e obediência.

Os animais lhes são leais, fiéis, não lhes sejam cruéis.

Imitem os deuses, com os amigos. Nem restos de gestos molestos.

Lutem para ter pureza no coração, solidários, modestos.

labutem o caráter; grandeza na ação. Salários honestos.”


Açoka baniu quase totalmente a carne da alimentação,

e proibiu nos editos II e III os abates e a castração.

Importou-se com a saúde e os ideais do seu povo,

importou plantas medicinais, um vivo cultivo nativo.

Enviou missionários à Síria, Egito, Epiro, Macedônia,

aviou receituários a grandes glebas do globo. Mansidão!

Três passos-séculos da História...e eis Paulo de Tarso,

educado por Gamaliel, em Jerusalém. Parte no encalço

de homens e mulheres de Jesus e a muitos aprisiona,

como inimigos, castigos lhes impinge...


Vertigem! Paulo se desmorona, na trilha para Damasco;

contrito, a luz do Cristo lhe rebrilha, maravilha

que lhe desmascara. Daí o apóstolo das epístolas,

o maior de todos, talvez...


Hoje, época de rush, que Bush se mexa,

que se açokize, que se açucare. Deixem!

Deixem que isso aconteça,

que o seu coração amoleça.


Poderes e dinheiro, não mais em primeiro!

Não! Sem fome, sem armas! Amor,

Escolas, oportunidades, escolha-se a paz,

ahimsa de Gandhi.


E os líderes, os políticos, os poderosos,

entendam, compreendam isso. Compreendam!

Sintam isso, e assim vivam.

E assim vivamos todos. Em amor e em paz.

Se crermos nisso e agirmos com convicção,

pelo menos, no mínimo,

o mundo vai melhorar!


Copyleft. Cópia permitida, citando-se o autor Euro Oscar
e o site www.eurooscar.com. Se na Internet, pôr um link.



Próxima (12)         Índice geral         Anterior (10)



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!






Google
 
Web www.eurooscar.com








Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.





Home