O TAO DO OCIDENTE
PÁGINA 40

ONDE ATUA O TAO

Temos tratado com maior insistência, na forma como o Tao pode ser útil no desenvolvimento pessoal. Acreditamos que de todas as coisas que podemos tirar de bom dos ensinamentos que nos são transmitidos pelos atributos do Tao, o aperfeiçoamento do ser humano, é a faceta mais nobre deste conceito vivo, chinês e universal.


Existem no entanto, outras áreas importantes de interesse, e que têm sido objeto da atenção dos estudiosos do Tao, como as ciências e as artes, por exemplo. Isto é conseguido mediante acurada análise e síntese do Tai-Chi; deste estudo nascem uma série de posturas mais consistentes e equilibradas dentro das áreas pesquisadas.


Estudos versando sobre Relacionamento Humano, Pintura, Dança, Física e Medicina, apontam a eficácia do processo de identificação dos opostos harmônicos do Tai-Chi. Os livros escritos sobre a matéria, cobrem extensamente os experimentos e a prática desenvolvidos. Obras como "O Tao da Física", "Tao e a Música" e "Tao e Medicina", merecem ser lidos por aqueles que desejam aperfeiçoar estas vertentes do pensamento humano. Nada há de misterioso ou místico nos temas tratados. Pelo contrário. Há com estes estudos, uma desmistificação de conceitos tidos como absurdos ou como tabus. Fenômenos chamados de paranormais, deixam de ter aquela aura mágica, para se render à mágica do Tao.


Não vai demorar muito, e teremos explicações comprovadas para as visões oraculares ou fenômenos telepáticos, da mesma forma como vem-se obtendo em todas as partes do mundo, resultados inacreditáveis de cura, com a aplicação de agulhas ou pressão dos dedos. Como estas coisas fantásticas são conseguidas? A técnica básica, é estabelecer os pares opostos ou complementares de cada uma das situações estudadas.


É claro que aidentificação de um par, nem sempre é evidente. Para os orientais em geral e os chineses em particular, a definição de um par apresenta menos dificuldade, tendo em vista a sua maior convivência e aceitação do irracional, do ilógico, enfim do intuitivo. Quando esta ferramenta é trabalhada em conjunto com a razão e a lógica formal, os resultados são muito mais perfeitos e coerentes.


Mesmo com esta experiência, assuntos como a saúde humana, que apresentam grande complexidade e responsabilidade, levaram milhares de anos de pacientes experimentações, observações e curas comprovadas, para que hoje pudéssemos dispor de um arsenal terapêutico, que abrange uma enorme gama de males, definitivamente curáveis.


Estas afirmações podem ser facilmente comprovadas nos hospitais e universidades da China. A acupuntura, terapia baseada na aplicação de agulhas na pele, tem mostrado sua eficiência em todas as partes do mundo onde ela tem sido utilizada. Cada uma das centenas de pontos sensíveis que temos espalhados pelo corpo, são acalmados ou excitados conforme a doença e de acordo como o Tai-Chi se apresenta. Um par constituido de dor/sedação, pode ser manipulado nos pontos que já estão claramente identificados, permitindo fazer grandes operações sem necessidade de anestesia.


Muitos de nós já vimos isto em filmes pela televisão. Por que então, o ocidente não utiliza todos os conhecimentos desta Medicina, de sorte a juntos, construir um edifício aperfeiçoado desta ciência fundamental? Creio que aí entram interesses pessoais e corporativos, já que não há como negar a eficiência terapêutica da Medicina chinesa tradicional.


Um dos ramos da ciência que vem apontando a existência de uma espécie de ponte entre a mente e matéria, é a Física. Como é ela que se ocupa do movimento dos corpos, sejam eles grandes ou pequenos, as surpresas das descobertas mais recentes, são de certa forma amortecidas por algum tipo de certeza de que estas não poderiam ser diferentes.


Stephen Hawking, eminente cientista britânico, citou o caso de determinadas partículas subatômicas, que quando observadas sob microscópios próprios, parecem sofrer a influência da vontade do observador. O movimento de giro para a direita ou esquerda, aparentemente pode ser alterado de acordo com a vontade de quem o esteja analisando.


Por enquanto, os termos são "parecem" e "aparentemente", já que o método utilizado é o científico, exclusivamente lógico e racional. Quando ficar estatisticamente evidenciado que existe uma relação causa-efeito entre o pensamento e aquele movimento, serão abertas portas que certamente levarão a uma nova Física e Química, e quem sabe, até à inatingível Matemática. Tudo isto, pela descoberta desta ponte que ligaria a lógica racional ao irracional e intuitivo, o que vale dizer à evidência científica da unidade.

Próxima  Anterior

Todas as páginas

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11
12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22
23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33
34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44

FONTE DOS TEXTOS

O TAO DO OCIDENTE
Direitos reservados © 2000
P. G. Romano
pgromano@hotmail.com
A quem felicito e muito agradeço por permitir
que esta excelente obra seja aqui veiculada
para divulgar ensinamentos profícuos, edificantes.



Sorria ao acordar
e antes de dormir!

Muito obrigado pela visita,
veja sempre as novidades!


/p>





Google
 
Webwww.eurooscar.com








Se não vê à esquerda o menu
rolante do site, clique aqui.

If you do not see the left
scrolling menu, click here.





Home