O Tao do Ocidente: 31


Caminho de um viajante:
16 a 21.


16 - Exercício da calma

Uma efetiva prova que eu poderia ter da eficiência da batalha do crescimento, era a forma de como eu me comportaria nas reuniões de trabalho que eu tinha todo fim de mês. Nesta ocasiões, eu me aborrecia sistematicamente, o que causava um grande desgaste físico e emocional. Decidi que isto não iria mais continuar.

Para que os outros mudassem, eu deveria mudar primeiro. A partir da primeira reunião e nos meses que se seguiram, passei a ter um comportamento tão pacífico que espantou os companheiros e mexeu com aquelas pessoas de má fé. As coisas passaram a correr muito melhor e diversos assuntos pendentes foram resolvidos de maneira favorável.

17 - Atingir vida melhor

Ter uma vida mais saudável, feliz e produtiva. Que melhor razão poderia haver para se buscar o caminho do crescimento? Ouvi uma vez a seguinte frase - As coisas estão aí, não para quem precisa, mas para quem quer. Será que isto faz sentido? Faz sim, porque precisar é uma condição passiva e o querer, ativa. Estas duas condições, formam um par complementar e portanto harmônico. É por isto que não basta PRECISAR de alguma coisa, é preciso QUERER aquela coisa.

18 - Os bons lugares

Um dia, passando por uma certa rua, tive uma sensação muito agradável. Puxando pela memória, me lembrei que ali, quando criança, passei por um momento marcantemente feliz. Daí fiz esta anotação e logo em seguida um pequeno levantamento dos locais onde eu poderia sentir o mesmo. Não consegui muita coisa, porém só esta agradável tarefa trouxe recordações maravilhosas jogadas lá num canto do esquecimento. Sempre que a gente melhora de humor, nossa Harmonia interna cresce. Sempre... Isto é o Tao.

19 - Autocontrole I

Até hoje tenho duas tendências que me tentam e que preciso vencer: comer muito e falar mais que o necessário. Pode ser que para você, isto não seja tão importante assim. Cada um de nós, no caminho que escolhemos seguir, é quem determina o que é e o que não é importante. O que devemos fazer, é colocar um objetivo muito preciso à nossa frente. Deve ser algo fácil de ser visualizado e que sintetiza o fim do trajeto ou pelo menos uma etapa muito importante. Podem existir outras formas de marcar os quilômetros a percorrer. Para mim, esta me pareceu muito prática e objetiva.

20 - Inteligência e fé

Carisma é um dom divino. São certas características que uma pessoa pode ter e que não são conquistadas não pelo estudo ou pela dedicação. É um presente que vem de cima para baixo. De um poder superior para o Homem. Conforme a religião ou a filosofia, estes carismas aparecem de uma ou de outra forma. Há numa ponta, os que sustentam que tudo que o Homem é, são carismas ou presentes divinos. Na outra, os que garantem que o Homem é o que é graças exclusivamente aos seus esforços e aos de mais ninguém mais.

Como para o Tao, as nossas posições deverão ser harmonizantes e equilibradas, julgo que a resposta à questão deve estar entre os dois extremos. Em relação à inteligência, creio efetivamente que ela é um dom carismático. Quanto à fé, em algumas ocasiões vi pessoas que a colocaram à prova e a perderam. Por que? Porque na verdade nunca a tiveram, nunca receberam este presente.

21 - Sobre o Tai-Chi

Com três ou quatro meses de Caminho, eu não tinha mais dúvidas do valor do Tai-Chi. Era um excelente instrumento para análise das situações que necessitavam serem reequilibradas. Até se eu quisesse abrir um negócio ou escolher uma nova profissão, o Tai-Chi poderia me dar uma base muito consistente no processo decisório. Se eu acredito nisto? Claro que eu acredito. Vejo resultados notáveis acontecendo a cada momento. Tenho fortes razões para acreditar que a visualização intuitiva e racional do Tai-Chi, sem ambiguidades nem paradoxos, é uma caminhada segura em direção ao talento, à sabedoria e a um melhor conhecimento do Homem.


Próxima (32) | Anterior (30) | Índice


Fonte do Texto

O Tao do Ocidente.
Direitos reservados © 2000.
P. G. Romano.
pgromano@hotmail.com
Agradeço a esse autor por permitir que esta edificante obra seja aqui veiculada, para o bem de todos.


Buscar no Site


Buscar na Web


Home